Conecte-se Conosco

Esporte

Brasil vence México de virada, com gol nos acréscimos do 2º tempo

Publicado

em

Seleção brasileira vence Copa do Mundo Sub-17

Pode-se dizer que a garotada da Seleção Brasileira sub-17 gosta de roteiros de suspense. Nas semifinais, a equipe levou dois gols da França e conseguiu a virada com um gol aos 44 minutos do 2º tempo. Na finalíssima contra o México, o andamento da partida foi ainda mais emocionante. Até os 37 minutos da etapa final, o time perdia por 1 a 0, mas encontrou forças para marcar dois gols (um deles de pênalti) e ficar com o título, com um gol marcado já nos acréscimos, quando todo mundo já esperava pelas penalidades máximas.

A equipe do técnico Guilherme Dalla Dea foi campeã, no estádio Bezerrão, no Gama (DF), com 100 por cento de aproveitamento: sete vitórias em sete jogos, marcou 19 gols e levou apenas seis. No caminho do título bateu o Canadá (4 a 1), a Nova Zelândia (3 a 0), Angola (2 a 0), Chile (3 a 2), Itália (2 a 0), França (3 a 2) e, enfim, fez 2 a 1 no México numa noite de muita emoção.

Assim que começou a partida, não foi um 1º tempo fácil como a imensa torcida brasileira esperava. O nervosismo da garotada era visível nos erros de passes de curta distância. Ainda assim, até os 25 minutos, o Brasil mandou no jogo e teve as melhores chances.

Aos 13 minutos, cruzamento para a área mexicana, Veron chegou finalizando com muita vontade, mas por sobre o gol. Aos 17, ocorreu a melhor oportunidade: Peglow encheu o pé, da meia-lua da grande área, e acertou o travessão do goleiro García. E aos 22, Veron passou por dois marcadores, entrou na área e chutou na rede, pelo lado de fora.

Depois disso, o México acertou a marcação, encurralou o Brasil e não se expôs a nenhum outro contra-ataque. Mesmo assim, não conseguiu incomodar o goleiro Matheus. Dessa forma, o empate em 0 a 0 após 45 minutos acabando deixando tudo para o 2º tempo.

As emoções estavam, realmente, destinadas para o final. O Brasil começou melhor e Patrick experimentou de longe, aos 13 minutos, o goleiro García espalmou no susto.

Como “quem não faz, leva”, aos 20 minutos, num cruzamento para a área brasileira, González subiu e cabeceou para o chão, certinho, a bola entrou na chamada “bochecha” da rede. Gol do México, emudecendo o estádio Bezerrão.

Os próprios jogadores levaram tempo até assimilar o golpe. O técnico Guilherme Dalla Dea fez a substituição que deu certo no jogo da semifinal contra a França: tirou Peglow e colocou o reserva Lázaro, atacante do Flamengo.

Aos 35 minutos, Daniel Cabral chutou da intermediária, com muita curva, a bola voltou a bater no travessão. Não parecia ser o dia do Brasil!

Porém, aos 38 minutos, com a ajuda do árbitro de vídeo, o juiz foi alertado que Veron tinha sido derrubado na área, no lance anterior. Pênalti para alegria de todo o estádio. Kaio Jorge foi para a cobrança, bateu no cantinho, García ainda tocou na bola, mas era gol do Brasil: 1 a 1.

Parecia que o jogo iria para a decisão nas penalidades máximas, porém, o time não se rendia. Aos 47 minutos, Yan Couto cruzou com perfeição, Kaio Jorge deixou a bola passar e Lázaro chegou para dar um chute mascado, de primeira, no canto oposto de García. Era o gol do título! Era o segundo gol do Brasil e o segundo gol de Lázaro, o herói que saía do banco para mudar a história dos dois jogos decisivos, contra a França e contra o México.

Para dar mais emoção ainda aos torcedores, aos 49 minutos, o México tem uma falta frontal à área. Era bater e acabar. O mexicano González sobe sozinho para cabecear, mas dessa vez ele errou: foi por cima. Era a senha para todo o estádio gritar “É campeão! É campeão!”. Na verdade, tetracampeão, afinal, a Seleção Brasileira sub-17 já tinha vencido também os Mundiais de 1997, 1999 e 2003.

Ficha técnica:

Domingo, 17 de novembro de 2019

BRASIL 2 x 1 MÉXICO

Competição: Mundial Sub-17 (Final)

Local: Estádio Bezerrão, Gama (DF)

Juiz: Andris Treimanis (Letônia)

Público: 13.843

Brasil: Matheus Donelli, Yan Couto (Garcia), Henri, Luan Patrick e Patryck; Daniel Cabral, Pedro Lucas (Matheus Araújo) e Peglow (Lázaro); Veron, Kaio Jorge e Diego. T: Guilherme Dalla Dea.

México: García, Lara, Guzmán, Alejandro Gómez e Rafael Martínez; Pizzuto, Josué Martínez, Muñoz (Joel Gómez) e González; Luna (El Mesmari) e Álvarez (Ávila). T: Marco Ruiz.

Gols: No 2o tempo: González (20), Kaio Jorge (pên.) (38) e Lázaro (47). (Por Carlos Molinari)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Maradona pretende processar Netflix, diz advogado

Publicado

em

O representante legal do jogador comentou no Twitter que, além do processo por uso não liberado da imagem, os advogados ainda pretendem fazer uma apresentação formal à justiça

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Matias Morla, advogado de Diego Maradona, disse que o ex-jogador pretende processar a Netflix por uso indevido de sua imagem no filme “The Hand of God” (A Mão de Deus, em português), que será dirigido por Paolo Sorrentino, grande fã do craque argentino.

Além disso, o representante legal do jogador comentou no Twitter que, além do processo por uso não liberado da imagem, os advogados ainda pretendem fazer uma apresentação formal à justiça pelo uso não autorizado de uma marca registrada de Maradona.

“Diego Maradona não autorizou o uso de imagens para este filme. Com nossos colegas italianos, estamos definindo a estratégia legal para fazer uma apresentação formal à Justiça por uso indeterminado de uma marca registrada”, escreveu Morla no Twitter.

O nome do filme faz referência a uma frase que o jogador argentino de futebol usou para descrever o seu gol irregular contra a seleção da Inglaterra nas quartas de finais da Copa do Mundo de 1986, no México.

A Netflix ainda não divulgou maiores informações acerca do longa. No entanto, o diretor Paolo Sorrentino –conhecido por dirigir filmes como “A Grande Beleza” (2013), ganhador do Oscar na categoria melhor filme de língua estrangeira em 2014 – disse que o longa se passará em Nápoles, local onde Maradona jogou pelo time com o mesmo nome da cidade e ganhou alguns títulos como o Campeonato Italiano (1986-87) e a Copa da Itália (1986-87).

“Estou empolgado com a ideia de filmar em Nápoles novamente exatamente 20 anos após o meu primeiro filme. ‘A Mão de Deus’ representa pela primeira vez na minha carreira um filme íntimo e pessoal, um romance ao mesmo tempo alegre e doloroso”, disse Sorrentino à Variety na última semana.Em uma entrevista também à Variety em 2015, o diretor falou sobre a importância de Maradona em sua vida.

“Além de todas as coisas que eu disse antes sobre Maradona, ele involuntariamente salvou minha vida. Perdi meus pais quando tinha 16 anos em um acidente com o sistema de aquecimento em uma casa nas montanhas onde sempre costumava ir com eles. Naquele fim de semana, não fui porque queria assistir Maradona e SSC Napoli disputando uma partida em Empoli, e isso me salvou.”

O diretor utiliza sua paixão por esporte como um tema frequente em seu trabalho. No filme “Youth” (A Juventude, em português), de 2015, um ator com aparência semelhante à de Maradona atuou no longa e provocou confusão entre o público que imaginava ser o jogador nas telas.

Ainda não há previsão para o início das filmagens ou para o lançamento do filme.

Por Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Atacante Roberto, da Chapecoense, é internado com Covid-19

Publicado

em

O jogador foi internado neste domingo (12)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O atacante Roberto, da Chapecoense, está internado com Covid-19. Em suas redes sociais, o jogador publicou uma foto em que aparece deitado em uma maca de um hospital, onde está em observação.

A imagem foi divulgada pelo jogador um dia após o governo de Santa Catarina cancelar a partida entre Avaí e Chapecoense, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense por conta de 14 casos confirmados de Covid-19 em uma das equipes.

Na legenda da foto, Roberto escreveu: “Maior desafio da vida” e usou a #LutaContraCoronaVírus.

No jogo de ida, a Chape venceu o time da Ressacada por 2 a 0 e construiu boa vantagem em busca da vaga nas semifinais.

Por Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Ronaldinho Gaúcho volta a ter pedido de liberdade negado no Paraguai

Publicado

em

Uma corte do Paraguai rejeitou uma apelação para libertar Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário, Roberto de Assis, detido há quatro meses no país por uso de documentos públicos de conteúdo falso, informaram neste sábado (11), fontes judiciais à AFP.

A promotoria investiga Ronaldinho Gaúcho por supostas conexões com uma rede que opera documentos autênticos com conteúdo falso e jogos clandestinos de azar.

Ronaldinho e seu irmão foram detidos em 6 de março por uso de passaportes paraguaios com identidade de conteúdo falso.

A defesa dos dois tinha apresentado uma apelação contra uma resolução tomada pelo juiz que confirmou a prisão preventiva. A corte argumentou que os advogados recorreram a um “meio processual indevido para atacar a decisão judicial”.

Ronaldinho e o irmão estão alojados em um hotel no centro de Assunção, onde cumprem prisão domiciliar.

Dezoito pessoas foram detidas por envolvimento no caso, a maioria funcionários da Migração e do Departamento de Identificações da Polícia, todas em prisão domiciliar.

A promotoria emitiu uma ordem de captura contra a empresária Dalia López, que intermediou a ida do ex-craque do futebol mundial para o Paraguai para atos beneficentes com crianças pobres.

Ronaldinho Gaúcho também tinha na agenda a inauguração de um cassino de propriedade de um empresário brasileiro quando foi detido.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Trending