Conecte-se Conosco

Esporte

Brasileirão: Flamengo e Vasco empatam com gol contra e ambulância empurrada por atletas

Publicado

em

Igualdade, pelas pretensões das equipes e, principalmente, pelas fases que vivem, não agrada a ninguém.

Não tanto pelo futebol apresentado pelas equipes, mas o clássico da noite deste sábado (15), no Mané Garrincha, correspondeu às expectativas e contou com uma série de ingredientes que deram muita emoção ao confronto. Melhor no início, o Vasco saiu na frente com Andrés Rios, mas levou o empate por 1 a 1 após Luiz Gustavo marcar contra (de cabeça) minutos depois de o Flamengo ficar com um jogador a menos por conta da expulsão de Diego – por reclamação.

O duelo ficou marcado por um momento bastante preocupante no segundo tempo. Bruno Silva trombou feio com o companheiro Luiz Gustavo e ficou desacordado por alguns instantes. Ele precisou ser retirado de ambulância e deixou o campo sentindo muitas dores no pescoço, na cabeça e na perna – segundo informações do canal Premiere.

A igualdade, pelas pretensões das equipes e, principalmente, pelas fases que vivem, não agrada a ninguém. O Vasco vai a 25 pontos e continua na zona de rebaixamento (17º lugar), enquanto o Flamengo chega a 45 e perde a oportunidade de colar nos líderes (São Paulo e Internacional), que podem disparar ainda mais em caso de vitória na sequência da rodada.

Os times têm agora uma semana livre até o próximo confronto. O Flamengo entra em campo antes, no domingo (23), quando recebe o Atlético-MG no Maracanã. Já o Vasco faz o jogo da segunda-feira (24); recebe o Bahia em São Januário.

VASCO

Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castán e Ramon; Bruno Silva, Raul (Andrey), Willian Maranhão e Fabrício (Giovanni Augusto); Maxi López e Andrés Rios (Marroni). T.: Alberto Valentim.

FLAMENGO

Diego Alves; Pará (Rodinei), Réver, Léo Duarte e Renê; Piris da Motta, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Vitinho (Berrío); Uribe (Arão). T.: Maurício Barbieri.

Estádio: Mané Garricha, em Brasília (DF)

Juiz: Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Cartões amarelos: Willian Maranhão, Fabrício e Maxi Lopez (VAS); Diego e Vitinho (FLA)

Cartão vermelho: Diego (FLA)

Gols: Andrés Rios, aos 27 min; e Luiz Gustavo, aos 16 min do segundo tempo.

Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.


Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Fluminense x Santa Cruz: tudo o que você precisa saber sobre o 1º jogo da 4ª fase da Copa do Brasil

Publicado

em

Confronto de ida entre os Tricolores acontece nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Confira prováveis escalações, desfalques, arbitragem e transmissão.

Fluminense e Santa Cruz se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, de olho em uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Depois do duelo de ida, nesta noite, no Rio de Janeiro, os Tricolores voltam a medir forças no próximo dia 23, no mesmo horário, em Recife.

Cariocas e pernambucanos chegam liderados pelos artilheiros da competição. A Cobral Coral ainda está embalada pela vitória categórica sobre o ABC, por 3 a 0. O Fluminense, por sua vez, ganhou novo gás com dois retornos importantes para esta fase da competição. (Do GE RJ)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Sport quebra invencibilidade do Náutico e sai na vantagem na disputa do Pernambucano

Publicado

em

Lance capital que determinou vitória dos rubro-negros estava impedido; novo jogo entre os rivais é no próximo domingo, na Ilha.

O Sport deu um passo enorme rumo ao 42º título estadual de sua história. Diante do Náutico, no inflamado estádio dos Aflitos, o Leão se impôs, jogou melhor e venceu por 1 a 0 – gol de Ezequiel – irregular -, no segundo tempo. A segunda partida será na Ilha do Retiro, próximo domingo. A equipe rubro-negra tem a vantagem do empate. Se perder por um gol, vai para os pênaltis. Ao Timbu, só resta a vitória em território inimigo – preferencialmente por dois ou mais de diferença, para levar a taça no tempo normal.

Os primeiros 45 minutos foram melhores para o Sport. O time de Guto Ferreira entendeu a fragilidade da dupla de zaga do Náutico, na saída de jogo, e apertou o início para a construção de lances. Além disso, os visitantes neutralizaram o lado direito alvirrubro – forte com a dobradinha entre Thiago e Hereda. O Timbu só criou uma jogada pelo setor. Ao mesmo tempo, embora não exercesse forte pressão, o Leão criava chances eventuais. Se não em jogadas trabalhadas por dentro, ao menos com bolas alçadas à área. Algumas, a defesa do Náutico rebateu. Outras levaram perigo real ao gol de Bruno, que teve boa atuação no primeiro tempo. No lado positivo do Timbu, o “perde-pressiona” funcionou em vários momentos. Assim que ficava sem a bola no ataque, por erro, o Timbu a recuperava o mais rápido possível. Foi assim que construiu a melhor chance, mas o chute de Thiago, dentro da área, saiu fraco. Mailson pegou.

O Náutico veio com uma grande diferença já no intervalo: Wallace Pernambucano no lugar de Odilávio. Coincidência ou não, o time cresceu de produção e passou a ter mais volume. Apesar disso, foi bem controlado pelo Sport – cuja defesa cedeu poucas ocasiões reais de gol. Mesmo com toda presença de área do Tanque. A outra alteração de Márcio Goiano não foi tão bem sucedida. Maylson não entrou bem e ficou pouco tempo em campo. Saiu machucado. Guto Ferreira só mexeu mais tarde. Colocou Juninho, Leandrinho e Elton, em campo. Menos presente no ataque do que na primeira etapa, o Leão foi mais preciso na criação. Aproveitou os espaços deixados pelo Náutico mais ofensivo e chegou forte. Na primeira, Juninho parou em Bruno. Na segunda, em rebote do goleiro, Ezequiel não perdoou. O rubro-negro, no entanto, estava impedido. Lance detectado pela Central do Apito, com Adriano Siebra (Veja o lance abaixo) . Como a arbitragem não viu, o Leão confirmou a vitória e a quebra de invencibilidade de 18 jogos do Náutico.

Cotado para ser craque do campeonato, Ezequiel foi importante novamente para o Sport. Além da velocidade que costuma colocar nas jogadas, foi o autor do gol da vitória. (Do GE PE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Campeonato Pernambucano: Coruja joga melhor que o Carcará e garante vaga histórica na Copa do Brasil

Publicado

em

No duelo de aves deste sábado no Cornélio de Barros válido pela terceira colocação do estadual, a coruja (Afogados) venceu por 3×2 o Carcará (Salgueiro) e conseguiu a tão sonhada vaga na Copa do Brasil de 2020.

A equipe de Pedro Manta abriu o placar aos 17 minutos com Diego Ceará, após rebote do goleiro Gideão, onde a defesa do Salgueiro não tirou e o atacante bem posicionado, não perdoou. 1×0 para a Coruja.

A reação do Carcará foi imediata, Muller entrou na pequena área, tocou para Tarcísio que empatou para os donos da casa.

Dois minutos depois, numa saída de bola errada do afogados, Muller recebeu a bola  sem marcação, na cara do gol e faz o dele. 2×1 para o Carcará.

A torcida do Salgueiro nem tinha terminado de comemorar quando Madson arriscou de longe rasteiro, Gideão aceitou, gol do Afogados. Mais uma vez o jogo empata 2×2, todos os gols na primeira etapa.

No segundo tempo, o treinador Sérgio China fez alterações, deixando o time  mais ofensivo com as entradas de W. Anicete no lugar de Bruno Sena, Alison no lugar de Renato e o atacante João Paulo no lugar de Tarcísio.

Mesmo assim, as alterações que surtiram efeito foram as de Pedro Manta e aos 41 minutos, Grafite, que veio do banco, fez o terceiro gol e sacramentou a vitória do Afogados,  levando  a Coruja para a Copa do Brasil do ano que vem.

Pela primeira vez a equipe Afogadense de apenas seis anos, vai disputar uma competição nacional.

(Por Liliane Alves para o Blog do Silva Lima -Foto: Instagram do Afogados FC)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending