Conecte-se Conosco

Esporte

Brasileiros ficam fora da final na Copa do Mundo de Pentatlo

Publicado

em

002

O melhor foi Danilo Fagundes, que ficou na 51.ª colocação geral. Felipe Nascimento, outro atleta que faz parte da seleção brasileira e regularmente participa de etapas de Copa do Mundo, ficou em 69.º lugar.

O pentatlo moderno masculino do Brasil ainda está em um nível técnico muito abaixo do feminino e isso ficou mais uma vez demonstrado na etapa de Copa do Mundo que está sendo realizada no Rio. Nenhum brasileiro conseguiu avançar à final ou ao menos terminar entre os 50 primeiros colocados.

O melhor foi Danilo Fagundes, que ficou na 51.ª colocação geral. Felipe Nascimento, outro atleta que faz parte da seleção brasileira e regularmente participa de etapas de Copa do Mundo, ficou em 69.º lugar. No ranking mundial, ele é o melhor brasileiro, em 87.º, enquanto Danilo é o 135.º.

É uma situação diferente da vivida pelo Brasil no pentatlo moderno feminino, que tem Yane Marques em quinto lugar no ranking mundial. Nesta sexta-feira, ela iniciou a disputa da final feminina em Deodoro com o nono lugar na esgrima. A competição segue no sábado com natação, hipismo e a prova combinada de tiro e corrida.

A Copa do Mundo de Pentatlo Moderno, realizada anualmente em Deodoro, vale como evento-teste da modalidade e marca a reabertura da piscina do complexo, reformada para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio. Também a Arena da Juventude e o Complexo de Hipismo estão sendo testados.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Esporte

Zagueiro Marquinhos reconhece atuação ruim da seleção em Cingapura

Publicado

em

A equipe nacional repetiu o placar da última quinta-feira, quando também na cidade-estado asiática não conseguiu superar a seleção de Senegal

zagueiro Marquinhos reconheceu a atuação ruim da seleção brasileira no empate por 1 a 1 com a Nigéria, neste domingo, no em amistoso internacional realizado em Cingapura. Com o resultado, time comandado por Tite já acumula quatro partidas sem vitória após a conquista da Copa América, em julho.

A equipe nacional repetiu o placar da última quinta-feira, quando também na cidade-estado asiática não conseguiu superar a seleção de Senegal. Antes, em setembro, já havia empatado com a Colômbia (2 a 2) e sido derrota pelo Peru (1 a 0), com ambas as partidas sediadas nos Estados Unidos.

“O problema da ausência ofensiva parte do coletivo. Nesses dois amistosos (Senegal e Nigéria), enfrentamos seleções com um porte físico forte, que deixam poucos espaços e jogam com intensidade. Deveríamos circular mais o jogo, fazer a triangulação. Caímos no jogo deles”, lamentou Mo zagueiro do PSG, em entrevista à TV Globo.

“Fizemos dois jogos de testes para ver as formações. É um período para se testar, mas precisamos o mais rápido possível encontrar o nosso padrão. Os times tinham dificuldade de entrar na nossa defesa. Estamos tendo um pouco de vulnerabilidade”, admitiu.

Para o volante Casemiro, autor do único gol brasileiro no amistoso deste domingo, a Seleção teve dois tempos distintos. O jogador do Real Madrid reconheceu que o primeiro tempo foi ruim, mas avaliou que o time melhorou na etapa final.

“Falando de resultado, claro que nunca é favorável, principalmente pela qualidade técnica do nosso time. Ainda mais se tratando de Brasil, queremos buscar a vitória. O resultado não é bom, mas dentro do que apresentamos hoje, na minha opinião, a atuação foi boa. O resultado não é bom, mas a segunda parte foi boa sim”, apontou.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Náutico é multado pelo STJD por invasão da torcida no campo dos Aflitos em partida contra o Paysandu

Publicado

em

A sexta-feira do Náutico foi aberta com julgamentos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Após ser denunciado pela invasão de campo e por arremesso de objetos ao gramado no jogo contra o Paysandu, que rendeu o acesso ao clube, o alvirrubto poderia encarar uma punição de até 10 mandos de campo e R$ 100 mil. Ao final, a equipe terá, apenas, que arcar com uma multa de R$ 4 mil, resultado leve em relação ao pior cenário.

No julgamento, realizado no pleno do Tribunal, no Rio de Janeiro, o Náutico respondeu pelo descumprimento do Artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Ao fim, ficou determinado que o clube alvirrubro irá pagar duas multas no valor de R$ 2 mil, uma pelo arremesso de objetos e outra pela invasão ao campo. A soma total ficou em R$ 4 mil.
A dor de cabeça do campeão brasileiro da Série C, foi mínima, mas não parou por aí. O processo decorrente do jogo entre Náutico e Paysandu envolveu, também, denúncia ao zagueiro Diego Silva. O atleta foi acusado por desrespeitar dois artigos do CBDJ, relativos à conduta antidesportiva, mas não recebeu punição além da suspensão automática.
Do lado parense, o zagueiro Perema, envolvido na confusão com Diego Silva, também foi punido apenas com suspensão automática, respondendo pelas mesmas acusações que Diego. O treinador de goleiros do Paysandu, Silvano de Morais, também foi penalizado, e deve cumprir suspensão em dois jogos. O membro da comissão bicolor foi acusado de ter o “intuito de criar confusão”.
(Por Superesportes PE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Ginástica Artística: Simone Biles conquista o penta, e Flavinha fica a sete décimos do pódio

Publicado

em

Simone Biles parece mesmo estar em um Mundial à parte. A ginasta de 22 anos deu mais um show nesta quinta-feira para conquistar o ouro no individual geral e se tornar pentacampeã da prova mais nobre da ginástica artística. A americana dominou a prova e em nenhum momento teve seu título ameaçado, o segundo que faturou em Stuttgart. Nem mesmo quando deu passos para fora do tablado no solo. A vantagem já era enorme. Simone Biles estendeu seu reinado na ginástica artística.

Flávia Saraiva também teve grande participação na final. A brasileira fez a melhor prova da carreira e somou 55,732, arrancando aplausos com suas séries na trave e no solo, aparelhos em que ela ainda disputa finais em Stuttgart. Oitava colocada no ano passado, Flavinha subiu uma posição no ranking e terminou na sétima colocação. Ela ficou a menos de sete décimos da medalha, que teve a russa Angelina Melnikova com o bronze (56,399), chinesa Tang Xijing com a prata (56,899) e, claro, Simone Biles com o ouro (58,999).

– Eu estava conversando com meu treinador (Francisco Porath Neto), e ele falou que é uma das competições mais importantes antes da Olimpíada para eu me preparar, para ver como eu me sinto. Eu me senti muito bem competindo, passei por cada aparelho pensando um por vez. Foi muito bom. Eu me senti alegre, feliz. Estava me sentindo bem. Foi uma das melhores competições da minha vida. Sei que teve algumas falhas, mas a gente pode melhorar isso. Mas foi muito melhor que minha classificatória e muito melhor que o Mundial do ano passado – disse Flavinha.

O penta do individual geral foi o 16º ouro de Simone na história do Mundial. Ninguém tem tantos títulos como ela. Em uma só prova, há apenas um hexa, o japonês Kohei Uchimura, no individual geral. Mas entre as mulheres só Simone e Svetlana Khorkina são pentacampeãs – a russa tem cinco títulos nas barras assimétricas. E a coleção de medalhas de Simone só tende a crescer em Stuttgart, com mais quatro finais por aparelhos a disputar no fim de semana.

– Não tenho do que reclamar. Terminei em primeiro lugar, então estou bem satisfeita. Pelo alto grau de dificuldade da minha série eu posso ter alguns erros e ainda terminar no topo, mas no fim do dia eu ainda fico decepcionada comigo pelos erros, mas ainda temos as finais (por aparelhos) pela frente e espero que seja muito melhor.

Simone até tinha afirmado que queria uma rival à altura para pressioná-la. Ninguém conseguiu nesta quinta, mas nada que tirasse o brilho da americana, ovacionada na Alemanha. A chinesa Tang Xijing, de 16 anos, foi quem chegou mais perto. A caloura tinha falhado na classificatória e só ganhou a vaga na final porque a China poupou Liu Tingting, que teve muitos erros na final por equipes. Angelina Melnikova chegou ao pódio em um bom dia para levar sua primeira medalha individual em Mundiais. Candidatas ao pódio, a francesa Melanie de Jesus e a americana Sunisa Lee contaram com quedas e acabaram fora da briga.

(Por GE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending