Conecte-se Conosco

Pernambuco

Brejinho, Quixaba e Calumbi são uns dos seis municípios pernambucanos sem mortes violentas

Publicado

em

O exemplo que vem do Sertão. Dos seis municípios pernambucanos e um distrito sem registro de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) ao longo do ano passado, cinco estão nessa região pernambucana. Além do distrito de Fernando de Noronha e de Salgadinho, no Agreste, não houve vítimas em Brejinho, Calumbi, Quixaba, Santa Cruz e Serrita, todos no Sertão. A informação foi divulgada em coletiva do secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, em Caruaru, no Agreste.

Segundo Pádua, o ano de 2018 registrou uma queda de 23,2% no número de homicídios em relação a 2017. Em números absolutos, 1.261 vidas foram salvas, passando de 5.427 CVLIs em 2017 para 4.166 no ano seguinte.

No Sertão, também chamou a atenção da SDS o município de Bodocó, que finalizou o ano com – 86% de CVLIs, ou seja, passando de 14 casos em 2017 para dois, em 2018. Se analisado somente o mês de dezembro, o número de municípios sem mortes violentas sobe para 92 mais Noronha.

O Agreste também se destacou no mapa apresentado pela SDS. Trata-se da região onde mais houve redução de CVLI: -31,08%, entre 2017 e 2018. Caruaru foi um destaque, pois apresentou o menor número de mortes violentas intencionais dos últimos quatro anos, com 169 CVLIs em 2018. Em relação a 2017, que teve 262 mortes violentas, a diminuição ficou em 35,49%.

“É evidente que precisamos avançar, porém é inegável que as forças de segurança pública estão, hoje, trilhando um caminho que vem dando resultados efetivos à população. O investimento em 2018 na área alcançou o recorde de R$ 5,160 bilhões, permitindo ampliar a infraestrutura, aumentar o aporte de recursos para inteligência, renovar viaturas e equipamentos das operativas e contratar 2.860 aprovados nos concursos das Polícias Militar, Civil e Científica, bem como do Corpo de Bombeiros Militar”, disse Pádua.

No Recife, foi registrado decréscimo de 24,15% entre 2017 e 2018. “Trata-se de uma redução progressiva e consistente. Em algumas Áreas Integradas de Segurança (AIS) da capital, conseguimos os melhores resultados em vários anos. Na AIS 1, por exemplo, que abrange o bairro de Santo Amaro, houve duas vítimas de CVLI em dezembro, maior apenas do que em março de 2015. Já na AIS 2, que tem sede no Espinheiro, em 2018, verificamos o mais baixo registro anual de homicídios dos últimos cinco anos, com 69 ocorrências”, acrescentou Pádua.

A Região Metropolitana (sem incluir a capital) registrou a segunda redução mais expressiva entre 2018 e 2017, com -21,07%, uma vez que passou de 1.571 para 1.240 registros de homicídio. Jaboatão dos Guararapes teve queda de 20% no número de casos no ano passado quando se compara com 2017: de 398 para 317.

(Por PE notícias)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Pernambuco

Sobe para 114 número de cidades de Pernambuco em situação de emergência devido à estiagem

Publicado

em

Em Pernambuco, 114 dos 184 municípios estão em situação de emergência devido à estiagem prolongada (confira a lista das cidades no final desta reportagem). O decreto estadual, válido por 180 dias, determina que as localidades afetadas pela falta de chuva recebam recursos e auxílios para lidar com o problema.

Em 11 de setembro, foi publicado no Diário Oficial do Estado o decreto de situação de emergência para 55 municípios pernambucanos. Posteriormente, no dia 19 do mesmo mês, essa lista aumentou com a inclusão de outras 59 cidades.

Segundo o secretário-executivo da Defesa Civil de Pernambuco, Coronel Lamartine Barbosa, os valores destinados para cada cidade variam de acordo com o planejamento e a necessidade do local. “É necessário que os municípios produzam um plano de trabalho específico visando à aquisição de bens e serviços em favor dessas populações atingidas”, explicou.

A Agência Pernambucana de Água e Climas (Apac) informou que, de janeiro a agosto de 2020, as chuvas acumuladas na Região Metropolitana do Recife, na Zona da Mata e no Sertão do Pajeú variaram entre 500 e 1.200 milímetros, total considerado normal ou abaixo do normal. No Sertão do São Francisco, o volume acumulado de chuva ficou abaixo dos 600 milímetros.

“Nós temos a capacidade de acumulação de água no Sertão hoje em 52%. No Agreste, a situação é um pouco pior, porque estamos em 45%. O detalhe acerca dessa capacidade e do que hoje existe de água é que, infelizmente, ela não é geograficamente bem distribuída”, afirmou o secretário.

Ainda de acordo com Lamartine, a água deve ser levada aos municípios através da Operação Carro Pipa, feita pelo governo federal.

“Para que esses municípios tenham suas zonas rurais abastecidas pela água, trazidas pelos carros pipas, operação gerida pelo Exército brasileiro, é preciso que eles estejam nesse decreto de situação de emergência, com o reconhecimento federal”, declarou.

Ele afirmou que o cenário é menos grave do que o apontado em outros anos pelo Monitor de Secas da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, principal recurso utilizado pela Defesa Civil de Pernambuco para monitorar a situação dos municípios. “Temos visto que este ano o indicador de seca é um pouco menor do que o que foi verificado em anos anteriores”, disse.

Segundo a Apac, os meses de setembro, outubro e novembro são, historicamente, os mais secos no estado. Patrice Oliveira, gerente de meteorologia da agência, explicou que a umidade do ar é monitorada para eventuais alertas.

Cidades em situação de emergência:

  • Águas Belas
  • Afogados da Ingazeira
  • Afrânio
  • Alagoinha
  • Altinho
  • Angelim
  • Araripina
  • Arcoverde
  • Belém do São Francisco
  • Belo Jardim
  • Betânia
  • Bezerros
  • Bodocó
  • Bom Conselho
  • Brejão
  • Brejinho
  • Brejo da Madre de Deus
  • Buíque
  • Cabrobó
  • Cachoerinha
  • Caetés
  • Calçado
  • Calumbi
  • Canhotinho
  • Capoeiras
  • Carnaubeira da Penha
  • Caruaru
  • Casinhas
  • Cedro
  • Cumaru
  • Custódia
  • Dormentes
  • Exu
  • Feira Nova
  • Flores
  • Floresta
  • Frei Miguelinho
  • Granito
  • Gravatá
  • Iati
  • Ibimirim
  • Ibirajuba
  • Iguaracy
  • Inajá
  • Ingazeira
  • Ipubi
  • Itacuruba
  • Itaíba
  • Itapetim
  • Jataúba
  • Jatobá
  • João Alfredo
  • Jucati
  • Jupi
  • Jurema
  • Lagoa do Ouro
  • Lagoa Grande
  • Lajedo
  • Limoeiro
  • Manari
  • Mirandiba
  • Moreilândia
  • Orobó
  • Orocó
  • Ouricuri
  • Panelas
  • Paranatama
  • Parnamirim
  • Passira
  • Pedra
  • Pesqueira
  • Petrolândia
  • Petrolina
  • Poção
  • Quixaba
  • Riacho das Almas
  • Sairé
  • Salgadinho
  • Salgueiro
  • Saloá
  • Sanharó
  • Santa Cruz
  • Santa Cruz da Baixa Verde
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • Santa Filomena
  • Santa Maria da Boa Vista
  • Santa Maria do Cambucá
  • Santa Terezinha
  • São Bento do Una
  • São Caetano
  • São João
  • São José do Belmonte
  • São José do Egito
  • São Vicente Ferrer
  • Serra Talhada
  • Serrita
  • Sertânia
  • Solidão
  • Surubim
  • Tabira
  • Tacaimbó
  • Tacaratu
  • Taquaritinga do Norte
  • Terezinha
  • Terra Nova
  • Toritama
  • Trindade
  • Triunfo
  • Tupanatinga
  • Tuparetama
  • Venturosa
  • Verdejante
  • Vertente do Lério
  • Vertentes

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Pernambuco

Veja as capas dos principais jornais de PE, desta Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Publicado

em

Veja a capa com as principais manchetes dos principais jornais de PE, desta Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973

Continue lendo

Pernambuco

Amupe e Apoinme lançam campanha que arrecada doações para os povos indígenas de Pernambuco

Publicado

em

Em cerimônia ocorrida no começo da tarde desta quinta-feira (24), a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme) firmaram um termo de compromisso com os povos indígenas pernambucanos e lançaram a campanha “Se Cuida, Parente”, que visa sensibilizar nos territórios indígenas a importância da prevenção e combate ao coronavírus e a arrecadação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), produtos de higiene e testes para coronavírus.

A reunião contou com a presença do presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, do coordenador executivo da Apoinme, Sarapo Pankararu, do representante da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Vladimir Teixeira, do reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), professor Alfredo Gomes e da coordenadora substituta do Distrito Sanitário Especial Indígena de Pernambuco (DSEI/PE), Valda Santana. A campanha também tem o Sebrae como parceiro e conta com apoio financeiro da União Europeia.

A arrecadação desses materiais é aberta à população, empresas e instituições públicas e privadas sensibilizadas com a causa. Durante a cerimônia, a Amupe, com apoio financeiro da União Europeia, disponibilizou 40 mil máscaras reutilizáveis para os 11 territórios indígenas de Pernambuco. As comunidades beneficiadas foram: Atikum, Fulni-ô, Kambiwá, Kapinawá, Pankarar, Pankararu, Pipipã, Truká, Tuxá, Xucuru, Tuxí e Pankaiwka.

O presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota destacou a importância de sermos solidários em um momento tão adverso como o de pandemia. Segundo ele “a Amupe espera que a população pernambucana seja solidária com os povos indígenas. Estamos em articulação para mobilizar e somar esforços de recursos humanos e materiais a fim, não de pagar a dívida histórica com os povos indígenas, pois ela é impagável, mas de se sensibilizar com o atual momento vivido nas comunidades”, enfatizou.

O coordenador executivo da Apoinme, Sarapo Pankararu agradeceu à Amupe e aos parceiros pela iniciativa. Para ele “essa ação traz o cuidado para nossos parentes. No início da pandemia os territórios se organizaram, chegaram a montar barreiras sanitárias e se isolarem. No entanto, tivemos contágios e perdemos vidas. Hoje, a situação está melhorando, mas não podemos relaxar. E essa campanha, com certeza, vai fortalecer a prevenção e o combate nas comunidades”,concluiu.

A Amupe pede que os interessados em contribuir com a arrecadação dos materiais, entrem em contato com a Associação pelo e-mail secretariaexecutiva@amupe.org ou pelo telefone (81) 9.9842-0023, as redes sociais da Amupe também estão abertas para maiores esclarecimentos. A sede da Amupe, também foi colocada como ponto de arrecadação os materiais necessários.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending