Conecte-se Conosco

Saúde

Cedro-PE: Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde, realiza atividade de exames com usuários da Academia da Cidade e da Saúde

Publicado

em

A Prefeitura do Cedro, através da Secretaria de Saúde, realizou nessa terça-feira, 19 de março, uma atividade de exames com os usuários da Academia da Cidade e da Saúde. Os usuários passaram por uma avaliação para que a equipe saiba quais os melhores exercícios oferecer para a boa saúde de todos os usuários da academia.

O Programa conta com um corpo de profissionais de educador físico, fisioterapeuta e instrutor para atender as centenas de pessoas que fazem uso do equipamento todos os dias.

Galeria de fotos:

Confira, curta, comente e compartilhe a postagem diretamente da Fanpage Oficial da Prefeitura do Cedro-PE:

Publicado por Prefeitura do Cedro – PE em Terça-feira, 19 de março de 2019

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Saúde

Como diferenciar uma dificuldade para dormir e a insônia?

Publicado

em

Muitas coisas podem tirar o nosso sono: problemas em casa, cuidados com a família, estresse no trabalho, morte, doença. E para melhorar a qualidade do sono, algumas pessoas usam remédios para dormir. Mas como diferenciar uma dificuldade para dormir e a insônia?

“A insônia é quando a pessoa tem dificuldade para dormir ou dificuldade para manter o sono ou despertar precoce”, explica a médica do sono e neurologista Dalva Poyares. Quando a insônia ocorre, no mínimo, três vezes na semana por três meses, ela é considerada crônica.

Já a aguda é bem menos frequente que a crônica e é comum quando acontece uma eventualidade da vida, por exemplo, a morte de uma pessoa da família.

Esse foi o que aconteceu com a agente de saúde Josete Alves de Lima Silva. Há nove anos, uma fatalidade acabou completamente com o ânimo e sono dela. Ela teve um filho assassinado. “Eu chegava, me jogava no sofá, ficava quieta, não tinha disposição para nada. Eu trabalhava de dia e à noite não conseguia dormir”.

Foram dois anos tentando driblar a insônia sozinha. Os desgastes físico e emocional começaram a interferir no trabalho. “Seu dia não rende. Num dia você tá cansada, no outro você tá depressiva. Se você não dormir bem não tem como render seu trabalho”, diz a agente.

Foi aí que ela começou a tomar remédios. “Depois da medicação mudou bastante. Trabalho normal, durmo bem à noite. Acho que não vou conseguir ficar sem medicamento. Eu sou dependente. Sem o remédio eu não consigo dormir”, completa Josete.

Remédio para dormir vicia?

Muitas pessoas que tomam remédio para dormir sentem-se dependentes. A médica explica que é preciso levar alguns fatores em conta, como o tipo de medicamento – alguns viciam mais que outros. Também precisa analisar o perfil da pessoa – algumas estão mais predispostas a viciar em algum medicamento.

A professora Larisse Dias Macedo se sente dependente do remédio. Dezoito horas de trabalho somadas ao fim do casamento trouxeram impactos para a saúde e ela começou a não dormir. “Perdia o sono, dormia duas, três horas e trabalhava o dia todo. O sono não era de qualidade”. Isso refletia no humor, nas dores de cabeça, enxaqueca.

Para controlar a situação, a professora procurou um psiquiatra que receitou alguns remédios. “Estou melhor, minha saúde tá melhor, tô mais disposta. Agora eu durmo cinco, seis horas”. Mas usar medicamentos não é uma solução que ela quer por muito tempo. “É uma dependência, é chato viver a base de remédios. Eu queria deitar e dormir. Você tem que dormir porque está cansada, está com sono”, completa Larisse.

Quando tomar remédio para dormir? — Foto: Arte/TV Globo

Quando tomar remédio para dormir?

Nos dois casos (Josete e Larisse), elas sofreram um estresse muito grande. “Você não pode deixar o organismo sem dormir, porque dormir é fundamental para a manutenção da saúde. Nesse caso, o remédio traz benefícios para a pessoa”, explica Dalva. Ao perceber qualquer sinal de dificuldade para dormir, procure um especialista.

Existem vários medicamentos que podem ajudar no sono e a indicação vai depender do tipo de insônia. Porém, nem sempre é preciso tomar remédio, mesmo que seja uma insônia crônica. O uso só deve ser feito quando a falta de sono tem um impacto muito grande no dia a dia.

Como parar de tomar remédio? — Foto: Arte/TV Globo

Não existe uma regra. Há situações em que a suspensão pode ser total, casos em que é preciso ser gradual e casos em que a medicação vai sendo mudada. É preciso observar se a pessoa consegue ficar bem sem a medicação. O ideal é conversar com o médico e avaliar a hora certa de parar de tomar o remédio para dormir.

E os fitoterápicos?

“Alguns fitomedicamentos podem ajudar em casos mais leves de insônia”. A valeriana, por exemplo, é um fitoterápico que tem efeito sedativo, ansiolítico e relaxante muscular. Ele não causa dependência, mas é preciso orientação antes de começar a tomar.

Dormir pouco faz mal para a saúde?

Sim! Dormir menos de seis horas afeta a cognição, causa esquecimento e afeta raciocínio e memória. “A longo prazo, pouco sono faz mal para o coração, aumenta o risco de diabetes e ganho de peso, pode alterar a imunidade. São muitas consequências. Acabamos pagando um preço caro”.

Dicas para quem tem dificuldades para dormir

  • Respeite o sono do outro! Não chegue em casa fazendo barulho, batendo porta, acendendo luz. Faça silêncio, fale baixo.
  • Alivie os pensamentos para dormir – escreva tudo o que te preocupa num caderno e deixe ao lado da cama. Isso pode deixar a cabeça mais livre.
  • Faça alguma atividade que dê prazer.
  • Diminua as luzes da casa.

Por G1

Classificados

Venda de Chácara no Sítio Aroeira – Cerca de 24 Km do Centro de São José do Belmonte:

Descrição: São 2 Hectares de área 150×150 metros  – Casa com 3 quartos, Sala, Banheiro, Cozinha, Área de Serviço, e área de lazer com churrasqueara. Terreno com fruteiras e um poço com 40 metros de profundidade e com uma vazão de 25.000 mil litros por hora – Terreno escriturado em Cartório, pronto para transferência.

Proprietário Senhor Nivaldo, também conhecido como Padre da Aroeira.

Vendo e aceito veículo ou casa como parte do pagamento.

Ligue para Francisco (87) 9 9944-6695 e faça um bom negócio.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Sua comida pode melhorar seu desempenho sexual?

Publicado

em

Se existissem evidências de que um único alimento pudesse aumentar a nossa libido, a potência ou o prazer sexual, provavelmente ele venderia que nem água.

Ao que se sabe, uma dieta balanceada, um estilo de vida ativo e boa saúde mental é o que realmente pode melhorar sua vida sexual. Mas será que existem alimentos específicos que sejam “afrodisíacos naturais”?

Ingredientes que despertam a liberação de hormônios ligados à felicidade, como a endorfina; que contenham nutrientes associados à libido ou que simplesmente estejam relacionados à riqueza e ao sucesso costumam ser alvo da crença popular de que aumentariam o desejo sexual.

Vamos dar uma olhada na ciência e na história por detrás das teorias, e considerar se algum desses alimentos podem realmente melhorar a sua vida sexual.

Comer ostras realmente funciona?

Ostras numa tábua de madeira em formato de coração

Reza a lenda que o italiano Giacomo Casanova (1725-1798), um dos amantes mais famosos da história, comia 50 ostras todo café da manhã.

Apesar disso, não existem provas de que o hábito de comer ostras esteja realmente ligado a um maior apetite sexual. Então, de onde veio essa crença?

A lenda diz que Afrodite, a deusa grega do amor, beleza e sexualidade, nasceu a partir da espuma do mar. Por isso, os frutos do mar ganharam uma aura afrodisíaca.

Mas há pelo menos uma boa notícia para os apreciadores das ostras: os moluscos são ricos em zinco, que é um nutriente essencial para a produção de testosterona, o hormônio masculino.

A pesquisa mais recente na área sugere que o zinco pode ser usado para tratar a infertilidade masculina e aumentar a qualidade dos espermatozoides.

Outras boas fontes de zinco são mariscos, carne vermelha, sementes (de abóbora, cânhamo, gergelim), castanhas (de caju, do pará, amêndoas), legumes (grão de bico e alguns tipos de feijão), leite e queijo.

Chocolate amargo pode te fazer um amante melhor?

Mulher com batom vermelho morde pedaço de chocolate

Comer chocolate amargo pode te dar uma sensação parecida com a de se apaixonar, de acordo com pesquisadores. Isto acontece porque a iguaria contém uma substância chamada feniletilamina (PEA, na sigla em inglês). Esta é conhecida como “droga do amor”.

A PEA – que corre solta pelo cérebro nos primeiros meses de um relacionamento – estimula a liberação do hormônio do bem-estar, a dopamina.

No entanto, o chocolate amargo contém apenas uma quantidade pequena de PEA, e há dúvidas sobre se ele permanece ativo depois de ingerido.

O cacau também contém um aminoácido chamado triptofano, que seria capaz de aumentar a irrigação sanguínea e os níveis de serotonina (um outro “hormônio da felicidade” produzido pelo corpo).

Então quando começou a ligação entre chocolate e desejo sexual? Provavelmente, em algum momento do século 16.

O primeiro europeu a provar chocolate teria sido o conquistador espanhol Hernán Cortéz, no século 16. Ele liderou uma expedição aos impérios maia e asteca, tomando o controle da maior parte do que é hoje o México moderno para o Reino de Castilla, na Espanha.

Cortéz escreveu ao rei de Castilla dizendo que havia visto os maias bebendo uma mistura de cacau, que “aumenta a resistência física e combate a fadiga”.

Entretanto, os antigos castelhanos podem ter atribuído benefícios médicos ao chocolate que os maias não levavam em consideração. E certamente não há evidências científicas que apoiem seu uso como afrodisíaco.

Em compensação, você pode encontrar o triptofano, presente no chocolate, em várias outras fontes: salmão, ovos, carne de frango, espinafre, sementes, castanhas e produtos à base de soja.

Pimentas podem temperar a sua vida amorosa?

imagem artística de uma pimenta

O “ardido” das pimentas vem de uma substância chamada capsaicina, e há pesquisas mostrando que esse composto químico pode induzir a liberação de endorfina (sim, outro hormônio do bem-estar) para criar uma espécie de “barato” da pimenta.

A pimenta também aumenta o metabolismo e eleva a temperatura corporal e os batimentos cardíacos – reações fisiológicas similares às que temos quando fazemos sexo.

Apenas lembre-se de lavar bem as mãos depois de manusear pimenta!

Álcool ajuda ou atrapalha?

brinde com duas taças de vinho tinto

O álcool pode aumentar o desejo sexual ao diminuir a timidez. Mas, como lembra o personagem de Shakespeare, Macbeth, o álcool “provoca o desejo, mas leva embora a performance”.

A sensibilidade também é reduzida em homens e mulheres que bebem muito álcool, e, ao longo do tempo, a bebida pode diminuir seu desejo sexual e até induzir a impotência, em casos graves.

Além disso, cheirar a boteco também não é exatamente excitante.

Como você pode diminuir o seu risco de disfunção erétil?

Jovem em cama faz sinal de 'positivo'

Pesquisas recentes sugerem que o consumo de alimentos ricos em certos flavonoides – compostos extraídos de plantas – está associado a um risco reduzido de disfunção erétil (DE).

Um estudo descobriu que um flavonoide em particular, a antocianina (encontrada em mirtilos), e outros encontrados em frutas cítricas, oferecem o potencial de prevenir a disfunção erétil.

Uma ingestão maior de frutas está associada a uma redução de 14% no risco de disfunção erétil e uma combinação de consumo de alimentos ricos em flavonoides e exercício físico pode reduzir o risco em 21%.

Então, mande ver na salada de frutas!

Outras pesquisas sugerem que a chamada “dieta mediterrânea” pode ser eficaz na prevenção da disfunção erétil e na preservação da função sexual. Este tipo de dieta é baseada em grãos integrais, frutas, verduras, legumes, amêndoas, nozes e azeite de oliva.

Outras fontes de antocianina incluem cerejas, amoras, cranberries, framboesas, algumas uvas, beringelas e repolho roxo.

Afrodisíacos em resumo

O nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli (Itália, circa 1445 - 1510).

Os afrodisíacos podem ser divididos em três categorias: os que estimulam a libido, os relacionados à potência sexual e os que estimulam o prazer.

Mas não há nenhuma evidência científica de que algum deles realmente funcione, pois é muito difícil medir o sucesso desses alimentos.

Na verdade, o único alimento afrodisíaco realmente comprovado é … o cheiro de frutas maduras e podres. E só é eficaz em moscas de fruta masculinas.

O Dr. Krychman, especialista em saúde sexual, diz acreditar que as pessoas comem alimentos ditos afrodisíacos simplesmente porque acreditam que vão funcionar. E questiona: se algo funcionou para você, importa o porquê?

Muitos dos chamados afrodisíacos são alimentos saudáveis. Mas é aconselhável ficar longe de extratos de plantas e substâncias que não tenham sua segurança comprovada; e de qualquer coisa que alegue ser uma cura milagrosa.

Doenças associadas ao baixo desejo sexual

Se você sofre com a falta de libido, é possível que o problema esteja associado a uma doença de fundo. Portanto, é melhor consultar o seu médico antes. Por BBC

Classificados

Venda de Chácara no Sítio Aroeira – Cerca de 24 Km do Centro de São José do Belmonte:

Descrição: São 2 Hectares de área 150×150 metros  – Casa com 3 quartos, Sala, Banheiro, Cozinha, Área de Serviço, e área de lazer com churrasqueara. Terreno com fruteiras e um poço com 40 metros de profundidade e com uma vazão de 25.000 mil litros por hora – Terreno escriturado em Cartório, pronto para transferência.

Proprietário Senhor Nivaldo, também conhecido como Padre da Aroeira.

Vendo e aceito veículo ou casa como parte do pagamento.

Ligue para Francisco (87) 9 9944-6695 e faça um bom negócio.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Bebidas muito quentes aumentam o risco de câncer na boca, língua e esôfago

Publicado

em

Ingerir bebidas muito quentes (acima de 65ºC) pode aumentar o risco de câncer de esôfago. É o que sugerem alguns estudos. Fumar e ingerir bebidas alcoólicas ainda são as principais causas desse tipo de câncer. Entretanto, a maioria dos casos da doença ocorrem em continentes onde é comum o consumo de bebidas muito quentes.

“O alimento quente, mesmo tendo tolerância, é um fator agressor. Ele pode levar eventualmente até a doenças mais sérias, como câncer de cavidade oral ou de língua”, explica o otorrinolaringologista Ali Mahmoud. O câncer de boca e de língua é mais comum em lugares onde as pessoas tomam bebidas quente, como na região sul.

Para minimizar os riscos, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) orienta as pessoas a consumirem bebidas com temperatura inferior a 60ºC. Para chegar nessa temperatura, desligue o fogo quando iniciar a formação de bolhas gasosas no fundo da panela ou chaleira e espere cinco minutos antes de colocá-la na garrafa térmica ou consumir a bebida.

Como a temperatura afeta a saúde?

Quem nunca ouviu que quem está com dor de garganta não pode beber gelado? Mas isso é verdade? “É melhor evitar a bebida gelada. Quando a garganta está inflamada, as defesas do organismo estão trabalhando para tratar essa inflamação”, explica a consultora e pediatra Ana Escobar.

Também é mito que as bebidas quentes aliviam a dor de garganta. O calor faz uma vasodilatação e pode diminuir a inflamação, mas nem sempre isso acontece. “É sempre melhor consumir bebidas em temperatura ambiente, nem muito quentes e nem muito frias”.

Quem tem estomatite deve optar por bebida em temperatura ambiente, nem quente e nem gelada. “A estomatite são lesões na mucosa da boca causadas, em geral, por vírus. Essas lesões deixam as terminações nervosas mais expostas e bebidas muito geladas ou quentes podem causar dor”, alerta a pediatra.

E você sabe qual a relação do sorvete com operação na garganta? O sorvete faz parte da recuperação da retirada das amígdalas, por exemplo. Como o local fica inflamado, inchado e dolorido, o sorvete ou o gelo são um excelente anti-inflamatório e analgésico. Eles aliviam a dor e diminuem a inflamação. Por G1

Classificados

Venda de Chácara no Sítio Aroeira – Cerca de 24 Km do Centro de São José do Belmonte:

Descrição: São 2 Hectares de área 150×150 metros  – Casa com 3 quartos, Sala, Banheiro, Cozinha, Área de Serviço, e área de lazer com churrasqueara. Terreno com fruteiras e um poço com 40 metros de profundidade e com uma vazão de 25.000 mil litros por hora – Terreno escriturado em Cartório, pronto para transferência.

Proprietário Senhor Nivaldo, também conhecido como Padre da Aroeira.

Vendo e aceito veículo ou casa como parte do pagamento.

Ligue para Francisco (87) 9 9944-6695 e faça um bom negócio.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending