Conecte-se Conosco

Esporte

Com 3 de Gabriel, Flamengo goleia Bahia fora e sobe no Brasileirão

Publicado

em

Após esbanjar irregularidade e atuações pouco convincentes, o Flamengo empolgou a torcida neste domingo ao aplicar 5 a 0 no Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador (BA), pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gabriel Barbosa foi o grande destaque do confronto, com três gols, que ajudaram a equipe a subir na tabela da competição.

A goleada empurrou o Flamengo para mais perto dos primeiros colocados, agora com 18 pontos, porém, com dois jogos e menos do que seus principais concorrentes ao título. O Bahia, com 17 pontos, segue na oitava posição.

Em seu segundo jogo no comando do time carioca, Renato Gaúcho não perdeu a chance de escalar o time de forma agressiva. Confirmou a dupla de zagueiros com Gustavo Henrique e Léo Pereira, devolvendo Willian Arão para o meio-campo, onde ainda contou com os retornos de Diego, Éverton Ribeiro e Arrascaeta.

Com este quarteto de qualidade, o Flamengo mandou em campo no primeiro tempo. Marcou alto na saída de bola do Bahia, mostrou perfeição no toque de bola e passou a chegar na área adversária para finalizar. Criou algumas chances, porém, abriu o placar, ironicamente, num pênalti aos 22 minutos.

Dois minutos antes, Arrascaeta foi atropelado por Nino Paraíba por trás. Apesar dos protestos baianos, o VAR confirmou a penalidade. Na cobrança, com paradinha, Gabigol deslocou o goleiro Matheus Teixeira, que caiu do lado direito enquanto a bola entrou do outro lado.

O Flamengo alugou o campo defensivo do Bahia, aproveitando também a boa atuação do lateral Isla, também de volta da Copa América, onde defendeu o Chile. Ele fez boas ultrapassagens pelo lado direito. Num delas, aos 35 minutos, lançado por Arrascaeta fez o passe para Diego que soltou uma bomba de esquerda, defendida pelo goleiro. Na segunda vez, não teve perdeu. Outra enfiada de Arrascaeta pra Isla e o passe para trás para Gabriel, que bateu de trivela e tirou do alcance do goleiro: 2 a 0 aos 40 minutos.

O Bahia voltou diferente no segundo tempo, tentando acuar o Flamengo em seu campo. Assustou aos seis minutos quando Matheus Galdezani chutou forte, Diego Alves desviou de leve e a bola tocou no travessão.

Mas a tentativa de reação baiana foi encerrada na sequência, quando Gabriel anotou seu terceiro gol na partida. Lançado por Éverton Ribeiro, fez o giro e tirou a marcação. Daí só teve o trabalho de bater cruzado para fazer 3 a 0 aos 17 minutos.

No minuto seguinte, ele foi substituído por Pedro, que ampliou o placar aos 28 minutos, quando apareceu entre os zagueiros para desviar o cruzamento de Vitinho, que veio do lado esquerdo.

Sinal de que embora tenha feito trocas para poupar alguns jogadores, Renato Gaúcho manteve a ordem de não tirar o pé no ataque. Ficou bem claro com o quinto gol que saiu aos 38 minutos. Arrascaeta desmontou a defesa dentro da área e fez o passe para Vitinho, que bateu no canto direito do goleiro.

O jogo estava bem definido, tanto que o árbitro Wilton Pereira Sampaio deu o apito final em cima dos 45 minutos, sem nenhum minuto de acréscimo.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 x 5 FLAMENGO

BAHIA – Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Ligger e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick de Lucca (Edson), Matheus Galdezani (Lucas Araújo) e Thonny Anderson (Maycon Douglas); Rossi, Rodriguinho (Pablo) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

FLAMENGO – Diego Alves; Isla (Rodinei), Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Diego (Gomes), Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Michael (Vitinho); Gabriel Barbosa (Pedro). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS – Gabriel Barbosa, aos 22 (pênalti) e 40 minutos do primeiro tempo. Gabriel, aos 16, Pedro, aos 28, e Vitinho, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Matheus Bahia, Juninho Capixaba, Edson, Matheus Galdezani e Gilberto (Bahia); Diego (Flamengo).

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (GO).

PÚBLICO E RENDA – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Pituaçu, em Salvador (BA).

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Insatisfeito com salários atrasados, Thiago Neves acerta saída do Sport

Publicado

em

Insatisfeito com salários atrasados, Thiago Neves deixou o Sport nesta segunda-feira. Apesar de ter contrato com o time pernambucano até o final do ano, o meia chegou a um acordo com o clube para antecipar o fim do vínculo entre as duas partes. O jogador já vinha sinalizando que poderia deixar a equipe desde a semana passada.

Nas redes sociais, o Sport se manifestou em uma nota curta afirmando que as conversas entre representantes do Thiago Neves e diretores da equipe foram de “alto nível”. “Após conversas em alto nível, o representante do atleta Thiago Neves e a direção do Sport Club do Recife chegaram a um entendimento comum para o encerramento antecipado da relação contratual que unia as parte. O Sport mantém sincera gratidão ao trabalho de Thiago Neves, razão pela qual deseja sorte e sucesso na continuidade da sua vitoriosa carreira”.

Recentemente o jogador se envolveu em uma polêmica após responder a um torcedor em uma rede social depois da derrota para o Internacional, por 1 a 0, no último dia 13. Acusado de tumultuar o ambiente, Thiago Neves respondeu que ajuda o clube comprando, do próprio bolso, itens para a rotina de trabalho como chuveiro, alimentos e aparelhos para fisioterapia.

Na semana passada, além das discussões nas redes sociais, o atleta não treinou com os companheiros por alguns dias. Mesmo assim, foi titular na derrota para o Atlético-MG, por 3 a 0, no último sábado.

Em outra publicação chegou a afirmar que era um dos jogadores que mais gostavam do clube. Os quatro jogadores citados pelo jogador, em resposta a um torcedor, são André, Betinho, Ronaldo e próprio Thiago Neves.

O jogador chegou ao Sport em agosto de 2020 para a disputa do Campeonato Brasileiro e, com seis gols, ajudou a evitar o rebaixamento da equipe pernambucana no ano passado. Ao todo, foram 46 partidas. O meia balançou as redes oito vezes e foi responsável por duas assistências.

Por conta de lesões e também por ter adquirido covid-19, o Thiago jogou menos do que o esperado em 2021: foram 21 jogos, sendo três na Copa do Nordeste, quatro no Campeonato Pernambucano e 14 no Campeonato Brasileiro. Em 2021, marcou dois gols e não deu nenhuma assistência.

Com 17 pontos, o Sport ocupa a 19ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro e se encontra na frente apenas da lanterna Chapecoense, que soma 10 pontos. No final de semana, a equipe treinada por Gustavo Florentín perdeu para o líder Atlético-MG por 3 a 0. O próximo jogo do Leão será contra o Fortaleza, no próximo domingo (26), na Ilha do Retiro.

(Fonte Notícias ao Minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Com lesão no joelho, Messi é poupado e desfalca o PSG nesta quarta contra o Metz

Publicado

em

 O Paris Saint-Germain não terá em campo contra o Metz, nesta quarta-feira, fora de casa, pela sétima rodada do Campeonato Francês, um de seus principais astros do elenco. Substituído na reta final do duelo contra o Lyon, no último domingo, Lionel Messi sofreu sua primeira lesão desde a chegada ao PSG e o clube emitiu um comunicado oficial nesta terça anunciando que o argentino tem um problema ósseo no joelho esquerdo.

O departamento médico do Paris Saint-Germain revelou que Lionel Messi realizou uma ressonância magnética no joelho esquerdo depois de receber uma pancada no local. O exame encontrou sinais de uma contusão óssea e o astro precisará passar por uma nova avaliação na quinta-feira para saber se houve evolução de seu quadro clínico.

A notícia da lesão de Messi surge justamente depois de o técnico argentino Mauricio Pochettino substitui-lo aos 31 minutos do segundo tempo do duelo contra o Lyon, quando os dois times empatavam por 1 a 1, em uma troca com o lateral-direito marroquino Hakimi que gerou polêmica. O astro demonstrou certo incômodo ao deixar o campo – o treinador estendeu a mão para cumprimentar Messi, que passou por ele e apenas o olhou – e diversos torcedores reclamaram muito da mudança.

Depois da partida, Pochettino foi questionado sobre a reação de Messi e minimizou o episódio. “Todo mundo sabe que temos grandes jogadores. A decisão foi feita para os 11 iniciais e, depois, pensamos no melhor para cada jogador. São decisões que às vezes ficam bem, às vezes, não. Mas são decisões que precisamos tomar”, disse. “Eu perguntei para ele (Messi) como ele estava. Ele disse que tudo bem”, acrescentou.

Sem poder contar com Messi, que ainda não fez gol após três jogos, o Paris Saint-Germain pode ter o retorno do volante italiano Marco Verratti, que voltou a treinar no campo nesta terça-feira. Enquanto isso, o zagueiro espanhol Sergio Ramos continua em sua preparação em separado, buscando retomar a forma física para poder fazer a estreia pelo clube.

O Paris Saint-Germain está isolado na liderança do Campeonato Francês com 18 pontos, fruto de seis vitórias em seis jogos disputados, seguido pelo Olympique de Marselha com 13, mas que tem uma partida a menos. O Metz está na lanterna, na 20.ª colocação, com apenas três pontos.

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Milan busca empate em clássico, segue invicto e mantém jejum da Juventus

Publicado

em

A igualdade ficou de bom tamanho para o Milan, que segue invicto, agora com três vitórias e um empate, na segunda colocação, com os mesmos dez pontos da Inter de Milão

AJuventus poderia ter encerrado o jejum no Campeonato Italiano da melhor maneira possível, vencendo o clássico deste domingo contra o Milan, em Turim, mas o rival de Milão não deixou isso acontecer. Com um gol marcado por Morata, a equipe comandada por Massimiliano Allegri ficou em vantagem no placar dos três minutos do primeiro tempo aos 30 da etapa final, quando o empate por 1 a 1 foi alcançado graças a Rebic, que marcou de cabeça.

A igualdade ficou de bom tamanho para o Milan, que segue invicto, agora com três vitórias e um empate, na segunda colocação, com os mesmos dez pontos da Inter de Milão, na frente por vantagem no saldo de gols. O Napoli, que joga amanhã contra a Udinese, pode ultrapassar os dois times milaneses e assumir a ponta. Já a Juve segue sem nenhuma vitória na disputa da liga nacional, com apenas dois pontos somados em quatro jogos, ainda tentando se reencontrar após a saída de Cristiano Ronaldo.

Em um ato que alimentou a esperança dos torcedores, a Juventus tirou o zero do placar logo no início da disputa. Com apenas três minutos de jogo, Alex Sandro roubou a bola no campo de defesa, durante investida do Milan, e tocou para Dybala, que foi rápido ao armar o contra-ataque com um toque de primeira. Morata recebeu a bola com o caminho livre pela frente, avançou em velocidade até entrar na área e tocou na saída do goleiro Maignan para fazer o gol.

Sem Ibrahimovic e Giroud, lesionados, o Milan teve dificuldades ao tentar se aventurar no campo de ataque e esbarrou em uma defesa muito organizada, eficiente na hora de interceptar a conclusão das jogadas milanistas. O setor ofensivo da Juve funcionou melhor, tanto que Maignan teve que trabalhar duas vezes, após finalizações de Morata e Dybala, para evitar que a diferença no placar fosse ampliada.

O segundo tempo começou com o Milan mostrando as mesmas limitações da etapa inicial, mas houve uma evolução conforme o tempo foi passando. Com mais posse de bola e buscando o ataque, o time visitante conseguiu empatar aos 30 minutos, quando Rebic aproveitou boa cobrança de escanteio de Tonali e desviou de cabeça para o canto do gol, sem chance para Szcesny fazer defesa.

Após o empate, os milanistas mantiveram a postura ofensiva e deram trabalho para a defesa da Juventus. Rebic e Kalulu deixaram a equipe perto de conseguir a virada, com boas finalizações que levaram perigo ao gol adversário, que chegou menos, mas teve uma boa oportunidade desperdiçada por Kean nos minutos finais.

OUTROS JOGOS – Além do Milan, outro time que perdeu a invencibilidade foi a Roma, que perdeu por 3 a 2 para o Hellas Verona, no Marcantonio Bentegodi. O time comandado por José Mourinho terminou o primeiro tempo vencendo por 1 a 0, com um gol de Pellegrini, mas sofreu a virada após Barák e Caprari marcarem para o Verona, já no segundo tempo. Um gol contra de Illic chegou a reacender a esperança romanista, que durou até os 18 minutos, quando Faraoni decretou a vitória dos donos da casa.

A derrota foi a primeira da Roma após três vitórias seguidas no Campeonato Italiano. Apesar disso, a equipe se mantém provisoriamente em terceiro lugar, com nove pontos, mas, assim como o Milan, pode perder a posição para o Napoli. Já o Verona celebrou a conquista dos primeiros três pontos, depois de três derrotas.

Grande rival da Roma, a Lazio também foi a campo neste domingo, no Olímpico, onde empatou por 2 a 2 com o Cagliari, resultado que a deixa em sexto lugar, com sete pontos. Em outros dois jogos do dia, o Atalanta venceu o Salernitana por 1 a 0 e o Spezia fez 2 a 1 para bater o Venezia.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending