Conecte-se Conosco

Mundo

Covid: França volta a declarar estado de emergência sanitária

Publicado

em

Medida foi aprovada nesta quarta-feira, em Conselho de Ministros, e entra em vigor a partir da 00h00 do dia 17 de outubro.

AFrança voltou a decretar o estado de emergência sanitária devido a um agravamento da pandemia no país, reportam os meios de comunicação locais. A medida entra em vigor a partir da 00h00 do dia 17 de outubro.

Esta situação excepcional, já adotada entre 23 de março e 10 de julho, dará mais margem ao Governo francês para adotar

medidas de

resposta à pandemia do novo coronavírus. “Tendo em conta a sua propagação em território nacional, a Covid-19 constituí um desastre sanitário que coloca em perigo, pela sua natureza e gravidade, a saúde da população”, pode se ler no relatório do Conselho de Ministros, citado pelo Le Monde.

Em entrevista à televisão francesa, nesta quarta-feira, o presidente Emmanuel Macron anunciou que o recolher obrigatório vai ser aplicado a nove regiões francesas a partir de sábado e pode durar até seis semanas. Macron considerou que o recolher obrigatório é “pertinente”, mas que um novo confinamento seria “desproporcional”.

O recolher obrigatório vai ser instaurado das 21h00 às 06h00 a partir de sábado na região de île de France (região parisiense), Lille, Ruão, Saint-Etienne, Toulouse, Lyon, Grenoble, Aix-en-Provence e Montpellier.

Por Notícias ao minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

Primeiros táxis sem motorista entram em serviço em Pequim

Publicado

em

Pequim acaba de autorizar o uso comercial dos primeiros táxis autônomos, que parecem automóveis normais – param na calçada para pegar passageiros, mas não têm motorista.

Equipados com sensores no teto, esses táxis só podem transportar dois passageiros de cada vez e um humano sempre está sentado no banco da frente, pronto para tomar o volante em caso de imprevisto.

Esta frota de 67 automóveis brancos só está em serviço em Yizhuang, nos subúrbios meridionais da capital chinesa, a cerca de dez quilômetros do centro da cidade.

E é provável que passem anos antes que os automóveis possam circular sem qualquer intervenção humana, já que a plena autonomia tropeça em obstáculos técnicos e jurídicos.

Mas o sinal verde concedido na quinta-feira ao gigante chinês da internet Baidu e à empresa emergente Pony.ai, que conta como acionista ao fabricante de automóveis Toyota, já é por si só um avanço significativo.

A reserva do táxi sem motorista é realizada por meio do celular. Com a ajuda de um aplicativo, os passageiros indicam o trajeto que desejam realizar. Depois, encontram um veículo cheio de eletrônicos, que também possui um radar rotativo.

No ambiente às vezes anárquico das ruas da capital, o veículo acelera, freia e faz as curvas com segurança.

Os passageiros que usam esses carros chamados “Apollo Go” podem ser buscados e transportados de ou até 600 pontos fixos.

O preço de uma viagem de seis quilômetros durante o período de teste atual é de 2 yuanes (menos de 31 centavos de dólar), contra 38 yuanes (6 dólares) aproximadamente em um táxi clássico.

Fonte: Folha PE

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Itália multa Google e Apple em 20 milhões de euro

Publicado

em

A agência italiana de concorrência multou, nesta sexta-feira (26), em 20 milhões de euros (22,5 milhões de dólares) Google e Apple por práticas comerciais equivocadas, informou a entidade.
A autoridade anti-monopólio estabeleceu que as duas empresas violaram cada uma o Código do Consumidor duas vezes, “ao não fornecer informação suficiente aos seus clientes” e “por práticas agressivas relacionadas à aquisição e uso de dados do consumidor com finalidades comerciais”.
O órgão lembrou que os dois gigantes digitais, que deverão pagar cada um 10 milhões de euros (11,2 milhões de dólares), coletam informações de seus clientes por meio de seus perfis e que não forneceram informações claras e precisas sobre o uso que fazem desses dados.
A Google, por exemplo, foi acusada de instalar na fase de criação de uma conta um pedido indispensável para o uso de todos os serviços oferecidos e no qual o usuário aceita que a empresa colete e utilize suas informações pessoais para fins comerciais.
Essa autorização permite “a transferência e uso de dados por parte da Google (…) sem a necessidade de outras passagens, durante as quais o usuário poderia confirmar ou modificar sua escolha”, explica a nota.
Já a Apple “coleta, filtra e utiliza os dados dos usuários para fins comerciais mediante o uso de seus dispositivos e serviços, o que a permite explorar diretamente seu valor econômico por meio da atividade promocional para aumentar a venda de seus próprios produtos e/ou os de terceiros por meio de suas plataformas comerciais”, diz o comunicado.
A agência italiana impôs, na última terça-feira, uma forte multa de 200 milhões de euros (225 milhões de dólares) à Amazon e Apple, por violarem as regras da concorrência ao restringirem o acesso da plataforma Amazon a alguns revendedores de produtos Apple.
Em maio, multou com 102 milhões de euros (114 milhões de dólares) a Google por abuso de sua posição dominante.
Os países da União Europeia aumentaram as sanções financeiras contra os gigantes digitais americanos e chineses, em um esforço para regulamentar suas atividades.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Israel detecta caso da nova variante de Covid descoberta na África do Sul

Publicado

em

O ministério da Saúde de Israel anunciou nesta sexta-feira (26) a detecção de um caso da nova variante de Covid-19 descoberta na África do Sul e que, segundo os cientistas, se propaga rapidamente.
“A variante descoberta nos Estados do sul da África foi identificada em Israel. Trata-se de uma pessoa que veio de Malauí”, afirmou o ministério, que teme outros dois casos de pessoas que chegaram do exterior e já estão confinadas.
As três pessoas já estavam vacinadas contra o coronavírus, informou o ministério em um comunicado.
O primeiro-ministro Naftali Bennett convocou uma reunião de emergência com autoridades da área da saúde para examinar a situação e os riscos.
O governo israelense incluiu em sua lista vermelha sanitária África do Sul, Lesoto, Botsuana, Zimbábue, Moçambique, Namíbia e Eswatini (ex-Suazilândia) após o anúncio da descoberta da nova variante.
A variante é identificada como B.1.1.529 e parece ser muito contagiosa, de acordo com cientistas sul-africanos. Não se sabe se as vacinas que estão sendo aplicadas são eficazes contra a nova cepa.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending