Conecte-se Conosco

Brasil

Decotelli e a educação brasileira

Publicado

em

Após a misteriosa exoneração do Ministro Abraham Weintraub, Bolsonaro iniciou a busca por um nome para ocupar a vaga de Ministro da Educação. O Presidente parece sempre usar a mesma tática: deixa vazar nomes para a grande mídia e assim, ir sentindo a temperatura da opinião pública, até tomar sua decisão.

Nesse caso específico, o Presidente tinha alguns cuidados a serem tomados. Bolsonaro deveria achar um nome que agradasse os eleitores conservadores que tinham muito respeito pelo ex-ministro Weintraub e sua guerra ideológica dentro do MEC que tem hoje mais de 300 mil funcionários, sendo 100 mil colocados nos governos petistas. O Presidente deveria descobrir alguém com capacidade técnica comprovada e que tivesse um perfil menos tempestivo que o ex-ministro para assim, tentar avançar a sua agenda conservadora na educação, em uma velocidade mais palatável.

Seguindo esses passos, Bolsonaro nomeou em 25 de junho, Carlos Alberto Decotelli.

Em apenas 5 dias, Decotelli foi exonerado de forma vexaminosa, para ele e para o país. O currículo apresentado por Decotelli para se mostrar apto a assumir o cargo, constavam mais do que inconsistências. O ex-ministro cometeu crime de falsidade ideológica, de acordo com o artigo 299 do código penal, após adulterar documento privado para obter algum tipo de vantagem. Ele afirmou em seu currículo de forma mentirosa ter sido professor titular da Faculdade Getúlio Vargas, ter doutorado na Universidade de Rosário da Argentina e pós-doutorado na Universidade de Wüppertal da Alemanha.

Quando todos achavam que Decotelli havia chegado ao fundo do poço, ele conseguiu afundar ainda mais! Este senhor tentou culpar a mídia e a sociedade pelo seu crime, ao insinuar de forma subliminar que foi vítima por causa da cor da sua pele.

Tentar culpabilizar o Presidente e o Governo pela nomeação do ex-ministro não é correto! Tanto eles, como a sociedade foram vítimas de um crime cometido por alguém que conhece a triste realidade brasileira de valorizar posses, títulos e diplomas, deixando sempre em segundo plano o conhecimento, a cultura e os valores morais.

O Estado sabe que a maioria dos brasileiros veem a escola em nível fundamental e médio como um local onde possam deixar seus filhos de forma segura, com uniformes e alimentos, colocando em segundo plano a qualidade do ensino. De acordo com as pesquisas aqui do Instituto IBESPE, os eleitores pedem cada vez mais por escolas em tempo integral, não para terem filhos mais capazes para encarar uma vida profissional, mas para terem mais tempo para se dedicar ao trabalho ou outros afazeres.

Já no ensino superior, o Estado sabe que o brasileiro valoriza o diploma, como se isso fosse um passaporte para o sucesso profissional e por isso criou programas como o PROUNI e hoje temos 6 vezes mais matrículas anuais do que há 40 anos atrás, resultando em muita gente com diploma, porém, sem a mínima qualificação.

Decotelli foi jogado na lata do lixo da história e se você se preocupa com a educação do Brasil saiba que ela não melhorará enquanto os pais terceirizarem essa função ao Estado.

Por Marcelo Di Giuseppe

Cientista político

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Brasil

Projeto de Lei apresentado por Eduardo da Fonte isenta IPI para taxistas, motoristas de aplicativo e pessoas com deficiência na compra de automóveis até 2026

Publicado

em

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) protocolou um projeto de lei (PL 4210/21) que prorroga a isenção de IPI até 2026 na compra de automóveis por taxistas, pessoas com deficiência física e inclui motoristas e entregadores de aplicativo na isenção do imposto. O projeto também conta com o apoio do vice-presidente estadual do PP, Lula da Fonte.

“Precisamos atualizar a legislação para que ela contemple a realidade dos brasileiros. A pandemia empurrou muita gente para o mercado informal e nós temos que olhar por essas pessoas. Temos que garantir o benefício para quem já tem direito e ampliar para contemplar também os pais e mães de família que encontraram nos aplicativos uma maneira honesta de trabalho”, explicou Eduardo da Fonte.

Atualmente, a isenção do IPI está prevista na Lei 8989/95 e pode reduzir o custo de um veículo de 7% a 25%, dependendo da motorização do automóvel.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Terceiro caso da variante ômicron no Brasil é confirmado em São Paulo

Publicado

em

A Secretaria da Saúde de São Paulo confirmou hoje o terceiro caso da variante ômicron do novo coronavírus no estado e também no Brasil.

O caso é de um homem de 29 anos que, vindo da Etiópia, desembarcou no Aeroporto de Guarulhos (SP) no último sábado (27). Ao chegar em solo brasileiro, o passageiro foi testado e, em seguida, diagnosticado com a covid-19.

A identificação de que o homem estava infectado com a variante ômicron foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz, ligado ao governo de São Paulo.

Ainda de acordo com a Secretaria da Saúde, o homem tomou as duas doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 e está em “isolamento domiciliar”, em Guarulhos, desde que chegou ao Brasil, estando, até hoje, assintomático.

O anúncio do terceiro caso vem após, ontem, São Paulo ter confirmado os dois primeiros casos de infectados pela ômicron em solo brasileiro: um casal que, vindo da África do Sul, desembarcou em Guarulhos na semana passada.

O casal, composto por um homem de 41 anos e uma mulher de 37, apresentou apenas sintomas leves da covid-19 e foi orientado a ficar em isolamento domiciliar, segundo a pasta estadual da Saúde.

Tanto o homem como a mulher se vacinaram contra a covid-19 — ambos receberam, na África do Sul, a dose única da Janssen contra a covid-19, segundo a Secretaria da Saúde do município de São Paulo.

Por:Blog Alvinho Patriota

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Ômicron leva São Paulo a reavaliar liberação de máscaras

Publicado

em

O governo do estado de São Paulo fará uma nova avaliação sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes abertos, após o diagnóstico de um casal vindo da África com a variante Ômicron do coronavírus. A previsão é que Comitê Científico emita um parecer na próxima semana.
A flexibilização havia sido anunciada no último dia 24, baseada em dados do avanço da vacinação e do cenário epidemiológico, e passaria a valer a partir de 11 de dezembro. O governo reforça que, independentemente da decisão do comitê, o uso das máscaras continuará obrigatório em ambientes fechados e no transporte público.
O estado de São Paulo tem, atualmente, 75,8% da população com esquema vacinal completo. Quando considerada apenas a população adulta, o percentual é de 93,7%.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending