Conecte-se Conosco

Brasil

Deputada propôs a Moro acertar com Bolsonaro vaga de ministro no STF: ele ‘vai cair se o sr. sair’

Publicado

em

Troca de mensagens ocorreu em 23 de abril e, em resposta, Moro disse a Carla Zambelli que já havia conversado com Bolsonaro naquele dia, acrescentando não estar ‘à venda’. Troca de mensagens foi incluída em inquérito que apura se Bolsonaro interferiu na PF.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) enviou uma mensagem em 23 de abril ao então ministro da Justiça, Sergio Moro, sugerindo a ele que conversasse com o presidente Jair Bolsonaro. O objetivo da conversa, segundo ela, seria fazer com que Bolsonaro garantisse a Moro uma indicação para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Na mesma troca de mensagens, Carla Zambelli disse a Moro: “Bolsonaro vai cair se o Sr sair”. Em resposta, Moro disse a Zambelli que já havia falado com Bolsonaro naquele dia. Na sequência das mensagens, Moro disse à deputada que não está “à venda”.

A troca de mensagens foi incluída no inquérito que apura se Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

Em 24 de abril, quando anunciou demissão do cargo de ministro, Moro disse que Bolsonaro interferiu na PF ao demitir o então diretor-geral do órgão, Maurício Valeixo, e insistir na troca do comando da PF no Rio de Janeiro.

Na ocasião, Bolsonaro negou as acusações. Disse que Moro afirmou a ele aceitar a troca de Valeixo desde que a mudança ocorresse em novembro, quando, segundo Bolsonaro, Moro gostaria de ser indicado para o STF. O ministro Celso de Mello deixará o tribunal em novembro, quando completa 75 anos.

Leia a troca de mensagens entre Carla Zambelli e Sergio Moro no dia 23 de abril:

Carla Zambelli: “Ministro, por favor, me ouça só um pouco”

Sergio Moro: “ola”

Carla Zambelli: “O Sr é muito maior que um cargo”

Carla Zambelli: “O Brasil depende do sr estar no MJ”

Carla Zambelli: “Bolsonaro vai cair se o Sr sair”

Carla Zambelli: “Entendo sua frustração”

Carla Zambelli: “Pelo amor de Deus, me deixe ajudar.”

Carla Zambelli: “Vamos amanhã marcar 07h00 com o PR lá no Alvorada”

Carla Zambelli: “A gente conversa e ele lhe garante a vaga no STF este ano”

Sergio Moro: “Já falei com ele hoje”

Carla Zambelli: “E o Sr fica só para não criarmos esta crise”

Carla Zambelli: “Vcs ganharam sozinhos”

Carla Zambelli: “Vcs 2 são 2 bicudos”

Carla Zambelli: “O Sr é frio e ele é orgulhoso”

Carla Zambelli: “Talvez tendo uma 3a pessoa, a gente consiga resolver”

Carla Zambelli: “Me deixa tentar, pelo amor de Deus”

Carla Zambelli: “Eu lhe acompanho há anos”

Sergio Moro: “Prezada, vamos aguardar.”

Carla Zambelli: “Já fui presa defendendo as suas ideias e ideiais”

Carla Zambelli: “Por favor, ministro, aceite o Ramage”

Carla Zambelli: “É vá em setembro para o STF”

Carla Zambelli: “Eu me comprometo a ajudar”

Carla Zambelli: “A fazer o JB prometer”

Sergio Moro: “Prezada, não estou a venda”

O Planalto que pediu’

Também no dia 23 de abril, Carla Zambelli enviou uma mensagem a Moro informando que estava na sede do Ministério da Justiça. Na sequência, pediu a ele “5 minutos” para uma conversa.

Em várias das mensagens, a deputada atuou como interlocutora de Bolsonaro. Zambelli enviou mensagens como “o PR propôs o seguinte” e “o Planalto que pediu”.

Carla Zambelli: “Tô aqui no MJ”

Carla Zambelli: “No seu andar”

Carla Zambelli: “Por favor, me dá 5 mimutos”

Carla Zambelli: “Por fabpr”

Carla Zambelli: “Deixa só eu falar com vc”

Carla Zambelli: “Estou com o Lucas”

Carla Zambelli: “Deixa eu entrar só 5 minutos”

Carla Zambelli: “O Planalto que pediu, mas estou vindo não como parlamentar”

Carla Zambelli: “Mas como sua admiradora”

Carla Zambelli: “Pelo NasRas”

Carla Zambelli: “Há 6 anos te defendo”

Carla Zambelli: “Me ouve só um pouco”

Carla Zambelli: “Tudo o que os criminosos querem é a sua saída”

Carla Zambelli: “Não dê esse gosto a eles, por favor”

Carla Zambelli: “O Brasil precisa de vc”

Sergio Moro: “Se o PR anular o decreto de exoneração, ok”

Carla Zambelli: “Vou lá tentar falar com ele”

Troca no comando da PF

Em 17 de abril, houve uma outra troca de mensagens entre Carla Zambelli e Sergio Moro. Ao se dirigir ao então ministro, a deputada disse que seria “100%” sincera e questionou a Moro se Maurício Valeixo, então diretor-geral da PF, era o “homem certo” para o cargo.

Na opinião de Zambelli, a delegada da PF Erika Marena, que atuou na Lava Jato, “arrebentaria” no comando da corporação.

Carla Zambelli: “Ministro, como usual, vou usar de 100% de sinceridade. O Dr. Valeixo é o homem certo para dirigir a PF? A Erika Marena e o Edu Mauat sempre apontaram coisas sobre as atitudes dele na lava jato. Uma mudança agora seria muito bem vinda. Há a lista tríplice…. a Erika arrebentaria lá na DG…. Os casos da lava jato no Congresso precisam andar. Por favor, faça algo, urgente.”

Sergio Moro: “O Valeixo manteve a prisão do Lula diante da ordem ilegal de soltura do Des. la do RS. Se algo demora da LV no stf não é pela PF mas de outras pessoas.”

Carla Zambelli: “Converse olho no olho com o PR e explique tudo isso….. por favor, Ministro. Pergunte onde ele quer ajudar, abra a comunicação.”

Sergio Moro: “Já foi falado um milhão de vezes”

Carla Zambelli: “Ontem ele me disse que vc era desatmamentista. Acho que vcs tiveram alho recente. E ele não confia no Valeixo…..”

Sergio Moro: “Bem, acho que ele deveria confiar em mim”

Carla Zambelli: “Deveria…….”

Depoimentos no inquérito

Moro, Zambelli e Maurício Valeixo, além de outras pessoas, já prestaram depoimento no inquérito.

Entre outros pontos, Moro disse que Bolsonaro queria trocar o comando da PF do Rio e se dirigiu ao então ministro da seguinte maneira: “Você tem 27 superintendências, eu quero apenas uma“.

Carla Zambelli, por sua vez, disse que Bolsonaro não confiava em Valeixo, ex-diretor-geral, porque Sergio Moro é “desarmamentista”.

Valeixo, também em depoimento, disse que Bolsonaro queria alguém com “maior afinidade” no cargo.

(Por Camila Bomfim, Lucas Salomão e Filipe Matoso, TV Globo e G1 — Brasília)

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Brasil

Mega-sena volta à acumular, sorteio do concurso 2279 pode pagar 44 milhões de reais

Publicado

em

A Caixa Econômica Federal sorteou, na noite deste sábado (11), cinco loterias: os concursos 2278 da Mega-Sena; o 5311 da Quina; o 2103 da Dupla Sena;  o 1509 da Timemania e o 328 do Dia da Sorte. Aberto para o público, o sorteio foi realizado no Espaço Caixa Loterias, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Mega-Sena

A Mega-Sena, que teve o prêmio previsto de R$ 40 milhões. Ninguém acertou os números e o prêmio foi para R$ 44 milhões.

 As dezenas sorteadas foram: 08 – 17 – 34 – 37 – 43 – 45.

A quantidade de ganhadores da Mega-Sena e o rateio podem ser conferidos aqui.

Dia de Sorte

O Dia de Sorte com prêmio previsto de R$ 1,4 milhões.

Teve o seguinte resultado: 11 – 14 – 17 – 20 – 23 – 25 – 27.

O mês da sorte é dezembro.

A quantidade de ganhadores do Dia de Sorte e o rateio podem ser conferidos aqui.

Timemania

A Timemania, com prêmio previsto de R$ 5,5 milhões.

Foram sorteados os seguinte números: 16 – 31 – 34 – 44 – 49 – 50 – 78.

O time do coração é o Figueirense, de Santa Catarina.

A quantidade de ganhadores da Timemania e o rateio podem ser conferidos aqui.

Dupla Sena

A Dupla Sena teve os seguintes números sorteados:

No primeiro sorteio os números foram: 03 – 19 – 30 – 34 – 39 – 50;

No segundo sorteio: 01 – 05 – 13 – 17 – 33 – 38

 O prêmio previsto foi de R$ 11,1 milhões.

A quantidade de ganhadores da Dupla Sena e o rateio podem ser conferidos aqui.

Quina

A Quina, com prêmio previsto de R$ 12,9 milhões.

Teve os seguintes números sorteados: 15 – 23 – 29 – 31 – 55.

A quantidade de ganhadores da Quina e o rateio podem ser conferidos aqui.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Estatuto da Criança e do Adolescente ganhará versão em Libras

Publicado

em

O material será voltado a pessoas surdas ou com deficiência auditiva que dominem a língua brasileira de sinais (Libras), independentemente do conhecimento da língua portuguesa

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos abriu uma licitação para produzir o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) em linguagem direcionada para pessoas surdas ou com deficiência auditiva. A iniciativa é fruto de uma parceria do ministério com a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

O material será voltado a pessoas surdas ou com deficiência auditiva que dominem a língua brasileira de sinais (Libras), independentemente do conhecimento da língua portuguesa. Para que isso ocorra, o processo de tradução do ECA envolverá a interpretação do texto na língua-fonte (português) e sua reformulação na língua-alvo (Libras), de forma a torná-lo compreensível. Conheça a íntegra do edital.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) estabelece direitos e garantias especiais às crianças e aos adolescentes. Sancionado em 13 de julho de 1990, o estatuto prevê a ampla divulgação dos direitos da criança e do adolescente pelo poder público, de forma periódica, nos meios de comunicação social. 

A legislação também estabelece que as mensagens devem ser veiculadas em linguagem clara, compreensível e adequada a crianças e adolescentes. Segundo o ministério, em comemoração aos 30 anos do ECA, a norma será traduzida para atender às necessidades específicas das pessoas surdas ou com deficiência auditiva.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Um peso com duas medidas: Ministro Noronha que concedeu HC a Queiroz, já negou prisão domiciliar a outros doentes e idosos

Publicado

em

Assim como o habeas corpus de Queiroz, esses outros pedidos de prisão domiciliar se basearam em uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Ao conceder a prisão domiciliar ao ex-assessor Fabrício Queiroz, anteontem, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, deu, como justificativa, a saúde debilitada do investigado e o risco causado a ele pelo novo coronavírus. Nos últimos meses, no entanto, Noronha negou o benefício a outros presos provisórios, ou seja, que não foram condenados ainda, como idosos e grávidas que também alegaram problemas de saúde e a pandemia em seus habeas corpus.

Assim como o habeas corpus de Queiroz, esses outros pedidos de prisão domiciliar se basearam em uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que orienta a reavaliação das prisões provisórias priorizando-se: pessoas do grupo de risco, presos em penitenciárias com superlotação e casos de prisões preventivas que tenham excedido 90 dias.

Ex-funcionário do antigo gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Queiroz é apontado pelo Ministério Público (MP) como operador de um esquema de apropriação do salário de outros servidores, a “rachadinha”. Preso no último dia 18 por decisão da Justiça do Rio, ele não havia deixado o presídio de Bangu 8 até a conclusão desta edição. No habeas corpus, Noronha também concedeu habeas corpus para a mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, foragida há mais de 20 dias.

Especialistas em Direito Penal criticaram a medida, alegando que, como Márcia não foi localizada pela polícia, é impossível saber se seu estado de saúde é realmente preocupante. Em março, ao negar habeas corpus da Defensoria Pública do Ceará em nome de presos provisórios que fazem parte do grupo de risco da covid-19, o presidente do STJ alegou que não havia como conceder a liberdade sem que fosse primeiro analisada a condição individual de cada preso.

Ao negar a liminar, Noronha afirmou que a tarefa de checar a saúde dos presos cabia aos juízes de execução penal, na primeira instância. O habeas corpus atingia, principalmente, grávidas e idosos.

Em 29 de abril, Noronha negou o pedido de revisão da prisão de um empresário chinês de quase 60 anos que alegou problemas cardíacos. Ele foi preso preventivamente durante operação da Polícia Civil de São Paulo que identificou o desvio de aproximadamente 15 mil testes para covid-19. O habeas corpus inicial foi encaminhado ao Tribunal de Justiça de São Paulo, que também negou o pedido.

Para o criminalista Conrado Gontijo, doutor em direito penal pela USP, Noronha acertou ao mandar Queiroz para a prisão domiciliar, mas o STJ deveria rever casos anteriores que foram negados. “Em muitos outros casos semelhantes, o STJ negou a liberdade aos presos enfermos e idosos. Parece-me importante que esses casos sejam revistos”, afirmou.

Procurado, o STJ não respondeu até a publicação desta matéria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Trending