Conecte-se Conosco

Mundo

Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, na lista da Interpol como terrorista

Publicado

em

Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, na lista da Interpol como terrorista 21
Governo interino da Bolívia classificou o ex-presidente Evo Morales como terrorista e ele agora entrou na lista da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol). A notificação azul da Interpol significa que os Estados membros devem informar o paradeiro do investigado.

A Organização Internacional de Polícia Criminal é uma organização internacional que ajuda na cooperação de polícias de diferentes países. Foi criada em Viena, na Áustria, no ano de 1923. Hoje sua sede é em Lyon, na França, e tem a participação de 190 países membros.

O ministro do Interior, Arturo Murillo, disse que Morales deveria passar a vida na prisão por “terrorismo e sedição”.

O ministro pediu que Evo Morales, ex-presidente socialista da Bolívia – que estava exilado no México há quase duas semanas e foi visto em Cuba nos últimos dias – seja preso pelo resto de sua vida.

Citando gravações de áudio de Morales que direcionam os bolivianos a “estrangular” economicamente as cidades bolivianas com bloqueios de estradas, o ministro do Interior acusou o ex-presidente de terrorismo e sedição e disse que “qualquer terrorista deve passar o resto de sua vida na prisão”, em entrevista ao jornal Guardian publicada no final de novembro.

Fraudes eleitorais
Morales foi deposto, após semanas de protestos populares e greves devido às fraudes eleitorais.

Desde a queda do socialista, a Bolívia passa por um novo período de limpeza política e reorganização governamental. No entanto, a esquerda continua causando agitação. Apoiadores do MAS (Movimiento al Socialismo) se mobilizaram para causar instabilidade e caos no país. O governo interino respondeu a isso com ações de segurança para que a ordem volte no país.

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, assinou uma lei que anulou os resultados da eleição de Morales e o impediu de concorrer à próxima, que deve ser realizada nos próximos meses. A lei recebeu o apoio unânime do Congresso – o que significa que o partido de Evo, o MAS, apoiou a ideia de avançar para a próxima eleição sem a candidatura de Morales.

Jeanine Áñez está preparando seu país para que novas eleições sejam realizadas rapidamente e a democracia seja reestabelecida.

Política externa
Áñez rapidamente montou um gabinete de transição e transformou a política externa do governo boliviano. Ela reconheceu o presidente interino venezuelano Juan Guaido, se aproximou de países democráticos como o Brasil e os EUA, e classificou o ex-presidente Evo Morales como terrorista, que agora, é procurado pela Interpol.

Interpol
A Interpol não se envolve na investigação de crimes que não envolvam vários países membros ou crimes políticos, religiosos e raciais. Trata-se de uma central de informações para que as polícias de todo o mundo possam trabalhar integradas no combate ao crime internacional, o tráfico de drogas e os contrabandos.

Sua função é promover a cooperação com organizações policiais de outros países, em estrita coordenação com a Sede da Interpol, em Lyon (França). Policiais Federais da Interpol trabalham na tradução e divulgação de informação criminal internacional, cooperação em investigações internacionais, repressão de crime transnacional, e a busca de foragidos da Polícia de outros países, como no caso de Evo Morales.

conexão politica

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

EUA adotam medidas para restringir “turismo de nascimento”

Publicado

em

A Constituição dos Estados Unidos concede direito à cidadania para as pessoas que nascem no país e faz milhares de turistas

governo americano informou que está restringindo a entrada de gestantes que viajam para os Estados Unidos (EUA), com o objetivo de ter o bebê e obter cidadania americana para ele. A prática é conhecida como “turismo de nascimento”.

A Constituição dos Estados Unidos concede direito à cidadania para as pessoas que nascem no país.

A administração anunciou, nessa quinta-feira (23), que vai suspender a emissão de vistos temporários às pessoas que viajam para os Estados Unidos a fim de participar do turismo de nascimento. Autoridades vão decidir se emitirão vistos, entrevistando as solicitantes em embaixadas americanas e levando em consideração outros fatores. (Com informações da Agência Brasil)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

O presidente dos EUA aumentará a lista de cidadãos impedidos de entrar no País

Publicado

em

Donald Trump anunciou em Davos, na Suíça, onde é realizado o Fórum Econômico Mundial, que irá impedir a entrada de alguns cidadãos nos Estados Unidos.

O presidente não quis revelar quais os países que haverá o impedimento. Mas a imprensa adiantou o assunto e revelou quais são os países.

Serão eles:  Bielorússia, Eritreia, Quirguistão, Birmânia, Nigéria, Sudão e a Tanzânia. Serão esses 8 países que  estão impedidos de entrar nos Estados Unidos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Trump é um “palhaço” que vai “espetar um punhal envenenado” no Irã

Publicado

em

O Ayatollah Ali Khamenei disse que o presidente dos Estados Unidos finge apoiar o povo iraniano e considerou o ataque às bases com soldados norte-americanos no Iraque um “golpe à imagem da América”

Na primeira oração de sexta-feira que o líder supremo iraniano, o Ayatollah Ali Khamenei, fez no Teerã desde 2012, não faltaram as farpas lançadas a Donald Trump e aos Estados Unidos na sequência da escalada de tensão entre Teerã e Washington que marcou as últimas semanas.

Khamenei afirmou que Trump é um “palhaço” que apenas finge apoiar o povo iraniano. O líder supremo destacou que o presidente norte-americano vai “espetar um punhal envenenado” nas costas do Irã. 

Durante a oração também não faltou uma referência à retaliação iraniana depois das forças norte-americanas terem assassinado o general Qassem Soleimani, que o líder supremo considerou ter sido um ato “covarde”. 

Khamenei disse que os ataques com mísseis a bases com soldados dos Estados Unidos no Iraque foi um “golpe à imagem da América” como uma superpotência.

Inicialmente, não houve qualquer informação de que os ataques iranianos tivessem ferido soldados norte-americanos. No entanto, o comando central das forças armadas dos Estados Unidos revelou através de um comunicado que onze soldados ficaram feridos após o ataque à base de Ain al-Assad, “com sintomas de concussão devido às explosões”.

Depois do ataque à base de Ain al-Assad, Donald Trump garantiu numa conferência de imprensa que nenhum “americano ficou ferido”. 

Sobre o ataque acidental ao avião da Ukraine International Airlines, que provocou a morte às 176 pessoas que seguiam a bordo, a maioria iranianos, Khamenei salientou que se tratou de um “acidente amargo” que entristeceu tanto o Irão como deixou os seus inimigos felizes. 

Depois do governo de Teerã ter assumido que abateu acidentalmente o avião ucraniano, registraram-se vários protestos na capital iraniana. O principal visado dos manifestantes foi o líder supremo Khamenei.

O Ayatollah Ali Khamenei ocupa a posição mais importante na hierarquia da República Islâmica do Irão desde 1989.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending