Conecte-se Conosco

Esporte

Fifa está em alerta para interferências políticas na gestão da CBF

Publicado

em

A Fifa observa com atenção uma eventual influência política do Governo Federal na gestão da CBF. O estatuto da entidade que comanda o futebol proíbe a interferência externa nas atividades de qualquer federação internacional, ou seja, governos não podem influenciar na gestão do futebol de seus países.

Fontes ligadas ao comando da entidade acompanham, em estado de alerta, a crise sobre a realização na Copa América no Brasil, mas ainda não há sinais da abertura de uma investigação. Caso fique provada uma ingerência, as punições podem ir de suspensão até a exclusão das confederações de torneios organizados pela Fifa.

Questionada pelo Estadão, a Fifa ainda não se pronunciou oficialmente. Mas o sinal amarelo foi aceso nos escritórios de Zurique, na Suíça, diante da possibilidade de o presidente da República, Jair Bolsonaro, ter pedido a demissão de Tite do cargo de treinador da seleção brasileira ao então presidente da CBF, Rogério Caboclo. “A minha participação na Copa América é abrir o Brasil para que ela fosse realizada aqui. Já tem os quatro estados acertados, tudo certinho. No tocante a jogador, técnico, estou fora dessa. Não tenho nada a ver com isso aí”, afirmou Bolsonaro. Caboclo também afirmou que não pensou em demitir o treinador em entrevista à ESPN Brasil.

Outros episódios também estão no radar dos dirigentes da entidade internacional. No dia 31 de maio, após a desistência da Argentina, a Conmebol se preparava para anunciar o cancelamento do torneio quando o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, sugeriu o Brasil como nova sede. O torneio só foi transferido para cá depois do aval do Governo Federal. Depois da confirmação, Dominguez agradeceu Bolsonaro. O “muito obrigado” se repetiu no anúncio das cidades-sede. Além disso, o presidente deve estar presente na abertura do torneio, domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Em 2019, na última edição da Copa América no Brasil, Bolsonaro foi chamado pelos atletas para ir ao campo para celebrar o título. O presidente tirou fotos com os atletas. A Conmebol evitou que o presidente da República entregasse o troféu para a seleção.

Embora o estatuto da Fifa traga a proibição expressa contra interferência externas, o ato de investigar em profundidade essas situações não é comum. Isso vem ocorrendo apenas ocorre em situações urgentes, quando uma ação governamental afasta o comando da administração da entidade. Isso já aconteceu duas vezes neste ano. A Fifa puniu o Chade e o Paquistão, inexpressivas no cenário internacional do futebol. No Chade, o governo local assumiu o comando da Confederação de Futebol. No Paquistão, manifestantes assumiram o controle da Federação. As duas foram suspensas.

REDES SOCIAIS – Os atritos entre Tite e o comando da CBF começaram na semana passada, quando o Governo Federal e a entidade aceitaram o pedido da Conmebol para que a Copa América fosse realizada no Brasil. Jogadores e a comissão técnica não foram consultados. Por isso, as entrevistas coletivas foram canceladas ao longo da semana. Internamente, os atletas também criticaram o fato de a própria CBF, organizadora do torneio, não ter se manifestado. Os atletas prometem falar sobre o torneio nesta terça-feira, diante do Paraguai. A Conmebol não deve reprimir manifestações sobre o torneio, desde que sigam as regras da Fifa.

Quando deixou clara sua oposição ao torneio no País, Tite foi alvo de manifestações de apoiadores do presidente nas redes sociais. A hashtag #ForaTite, movimento pedindo a saída do técnico, ganhou espaço nas redes sociais. Internautas chamaram o treinador de “esquerdopata” e “lacrador” por conta de um possível boicote ao torneio.

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

SBT perde da Globo e vê pior audiência da história na estreia da Copa América

Publicado

em

A vitória do Brasil sobre a Venezuela por 3 a 0 na Copa América, neste domingo, registrou a pior audiência para uma estreia do Brasil no torneio. O SBT, detentor dos direitos televisivos da competição, registrou média de 14 pontos entre 18h01 a 19h54 em São Paulo. No Rio de Janeiro, a média foi de 12 pontos. Em termos absolutos, o primeiro jogo foi assistido por cerca de 2,8 milhões. A Rede Globo liderou a audiência no horário com média de 17 pontos. Os dados foram divulgados pelo Ibope nesta segunda-feira.

A menor média histórica da seleção na Copa América havia sido de 21 pontos em 2016, quando o torneio foi transmitido pela Rede Globo. O jogo diante do Equador, no dia 4 de junho, às 23h, foi acompanhado por cerca de 3,9 milhões de pessoas.

Na última edição, a Copa América teve bom desempenho na telinha no jogo de estreia. Em 2019, quando enfrentou a Bolívia às 21h30 do dia 14, a seleção alcançou 33 pontos no Painel Nacional de TV (PNT), índice que projeta a audiência nacional com base nas 15 regiões metropolitanas de maior consumo do Brasil. Em São Paulo, cada ponto corresponde a 205.377 domicílios.

Neste ano, a Copa América está no centro de várias polêmicas. Os próprios jogadores da seleção eram contrários à sua realização. Mesmo depois da desistência de Colômbia e Argentina como sedes originais, de um manifesto dos atletas da seleção brasileira com críticas ao torneio por “razões humanitárias e de cunho profissional”, e de protestos de movimentos sociais no Distrito Federal por conta dos jogos durante o agravamento da pandemia, o torneio começou neste domingo. O Governo Federal e a CBF aceitaram pedido do Conmebol. Os jogos estão sendo realizados sem público para evitar a disseminação do novo coronavírus.

No dia da abertura, o consórcio de veículos de imprensa registrou 1.118 novas mortes causadas pela covid-19, contabilizadas nas últimas 24 horas. O total de vítimas da pandemia chegou a 487.476.

Mesmo com o recorde negativo, a partida representou uma elevação da audiência para o SBT. Com a exibição da estreia, a rede cresceu 59%. No domingo anterior, o SBT atingiu 8,8 pontos com a exibição de dois programas no mesmo horário. A emissora conquistou a liderança em cinco praças: Recife (PE), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Distrito Federal (DF) e Goiânia (GO). Considerando somente os domingos, foi a melhor audiência na faixa horária desde 14/09/2008, quando a emissora marcou 14,3 pontos de média. O presidente Jair Bolsonaro se empenhou na campanha pelo SBT, ao publicar nas redes sociais que estava acompanhando o jogo de abertura.

O desempenho do SBT não foi suficiente para tirar a liderança da Rede Globo. No horário da partida, a emissora carioca foi líder com 17 pontos de audiência em São Paulo e 19 pontos no Rio de Janeiro com a exibição do Domingão do Faustão. (Por Notícias ao Minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Delegação argentina se irrita com procedimento da Anvisa para entrada no Brasil

Publicado

em

A chegada da delegação da Argentina para a estreia na Copa América contra o Chile nessa segunda-feira foi com confusão.

Os argentinos desembarcaram no Rio de Janeiro, neste domingo (13). Ao se depararem com a necessidade de passar pela conferência de documentos por funcionários da Anvisa, integrantes da delegação, formada por 70 pessoas, ficaram irritados.

Houve pressão pela liberação sem passar pelo controle. A agência confere comprovantes de teste de Covid, que precisam ser negativos para a entrada no Brasil.

Um dos argentinos chegou a ligar para representantes do Ministério da Saúde, reclamando da Anvisa. Não adiantou. Toda a delegação teve de passar pelo procedimento. Aqueles que tiveram os documentos conferidos entraram no país.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Messi confessa receio de contrair a covid-19 durante a Copa América no Brasil

Publicado

em

Argentina estreia na Copa América nesta segunda-feira contra o Chile, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pelo Grupo A, mas a preocupação do craque do time, Lionel Messi, é outra. O jogador do Barcelona confessou que teme contrair a covid-19, em meio a uma série de infecções em seleções rivais. Atletas ou dirigentes de Bolívia, Colômbia e Venezuela foram diagnosticados com o novo coronavírus mesmo antes de o torneio começar.

Messi disse que o medo de contrair o vírus é generalizado no elenco argentino. “Isto nos preocupa porque é um risco para todos pegar a covid”, afirmou o craque argentino. “Tentamos ser cuidadosos, mas não é fácil. Estas coisas acontecem. Tentaremos fazer tudo que pudermos para que ninguém a pegue, mas às vezes não depende somente de nós mesmos”, acrescentou Messi.

A Argentina deveria ter sido uma das sedes da Copa América deste ano, mas desistiu na última hora devido a uma disparada de casos de covid-19 no país. O torneio foi transferido ao Brasil, apesar de o número de mortos do País ser o segundo maior do maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Sobre a competição, Messi falou sobre a vontade de conquistar o seu primeiro título com a seleção argentina. “As partidas com a seleção sempre são especiais. Nunca imaginei poder jogar tantas partidas com essa camisa. Sempre vivo o dia a dia e tento dar o máximo. Sempre estou disponível para a seleção. Meu maior sonho é conseguir um título com essa camisa. Estive muito perto várias vezes. Não aconteceu, mas seguirei tentando. Sempre vou lutar por esse sonho”, disse.

O craque argentino ainda comentou sobre o momento em que a seleção chega para disputar a Copa América. “Creio que chegamos em um bom momento. Fazia muito tempo que não nos juntávamos. Fizemos duas boas partidas, ainda que não tenhamos conseguido uma vitória (nas Eliminatórias)”. E completou: “Sempre tentamos fazer um grupo forte, armar um time competitivo. Temos trabalhado faz tempo com a mesma ideia. Acho que seguimos em formação, mas por um bom caminho”.

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending