Conecte-se Conosco

Esporte

Fortaleza empata com o River Plate e decepciona torcida no Castelão lotado

O jogo contou com um público de 48.867 de torcedores.

Publicado

em

Em partida marcada pelo show da torcida do Fortaleza, o Fortaleza, que foi melhor em campo, decepcionou sua torcida na Arena Castelão e apenas empatou por 1 a 1 com o River Plate, nesta quinta-feira, pela Copa Libertadores. O jogo contou com um público de 48.867 de torcedores, que desenharam um mosaico nas arquibancadas em protesto contra o racismo.

A partida foi muito intensa e teve o Fortaleza abrindo o placar com Silvio Romero logo aos quatro minutos e Enzo Fernández empatando aos 16 do primeiro tempo. O goleiro Armani, principalmente no primeiro tempo, foi o destaque da noite.

O resultado complicou a vida do Fortaleza na competição. Com quatro pontos, o time brasileiro viu o River Plate ir para dez e se distanciar na liderança. No Brasileirão, o time é o lanterna, com nenhum ponto somado, vindo de derrota para o Corinthians por 1 a 0.

O protesto contra o racismo da torcida do time brasileiro acontece depois que no dia 13 de abril, no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na partida que o River venceu por 2 a 0, um torcedor do time argentino foi flagrado arremessando uma banana para a torcida do Fortaleza durante o jogo entre as duas equipes. O goleiro Max Walef, do Fortaleza, entrou em campo com luvas com a mensagem “Stop racism”.

O Fortaleza joga neste domingo pelo Campeonato Brasileiro diante do São Paulo no Castelão. Pela Libertadores, o próximo compromisso será contra Alianza Lima no dia 18 de maio, no estádio Alejandro Villanueva, em Lima, no Peru. O River Plate entra em campo no dia 19 de maio diante do Colo-Colo, na Argentina.

Empurrado pela sua torcida, o Fortaleza sufocou o River desde o começo e não demorou para abrir o marcador. Em uma jogada trabalhada aos quatro minutos, Lucas Lima acionou Lucas Crispim na cara do gol. Ele tocou para Silvio Romero, que bateu com o gol livre para marcar.

Mesmo jogando bem, o Fortaleza não soube aproveitar o momento e errou diante de um adversário extremamente inteligente. Aos 16 minutos, Marcelo Benevenuto derrubou Pochettino na área em uma jogada de infiltração. Na cobrança, Enzo Fernández empatou.

O Fortaleza não baixou a guarda com o empate e continuou pressionando. Só não saiu na frente do placar para o intervalo porque por três vezes Lucas Lima parou no goleiro Armani, aos 24, 25 e 36 minutos. O goleiro argentino ainda evitou o segundo gol do time brasileiro aos 39 em cabeçada de Felipe.

O segundo tempo começou muito faltoso e aos 11 minutos, quatro cartões amarelos já tinham sido aplicados, dois para o Fortaleza (Tinga e Marcelo Benevenuto) e dois para o River (Enzo Pérez e Pochettino).

O desempenho do time brasileiro no segundo tempo não foi tão intenso como no primeiro. O River tocava bem a bola e criava as melhores chances. Aos 20 minutos, De la Cruz, entrou pela esquerda e bateu cruzado para a boa defesa de Max Walef.

A entrada de Renato Kayser aos 29 minutos no lugar de Silvio Romero deu uma nova vida ao Fortaleza ao jogo e o time brasileiro passou a pressionar mais. Aos 30 minutos, ele caiu na área e pediu pênalti. Silvio Romero, no banco, foi expulso na reclamação.

Até o final, o Fortaleza pressionou atrás do gol da vitória, mas não conseguiu o objetivo. Não agradou a torcida.

FICHA TÉCNICA:

FORTALEZA 1 x 1 RIVER PLATE-ARG

FORTALEZA – Max Walef; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Felipe, Hércules (Róbson), Lucas Lima (Zé Welisson) e Lucas Crispim (Juninho Capixaba); Romero (Renato Kayser) e Moisés (Depietri). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

RIVER PLATE – Armani, Marcelo Herrera, Díaz, Martínez e Casco; Enzo Pérez, Enzo Fernández (Zuculíni), Pochettino (Palavecino) e De La Cruz (Santiago Símon); Barco (Paradela) e Álvarez. Técnico: Marcelo Gallardo.

GOLS – Silvio Romero, aos 4, e Enzo Fernández aos 16 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Tinga, Marcelo Benevenuto e Felipe (FORTALEZA); Enzo Pérez, Pochettino, Enzo Fernández e Marcelo Herrera (RIVER PLATE).

CARTÃO VERMELHO – Silvio Romero (Fortaleza).

ÁRBITRO – Esteban Ostojich (URU).

RENDA – R$ 1.012.790,00.

PÚBLICO – 48.867 pagantes.

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Por Noticias ao minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
1 Comentário

1 Comentário

  1. Tiago

    6 de maio de 2022 às 09:20

    Não conheço nenhum torcedor tricolor “decepcionado” com o jogo de ontem. Na verdade, se a blogueira for ao Twitter, vai encontrar euforia de torcedores de todos os cantos do Brasil com o jogaço de ontem. Ninguém, em tempo algum, imaginou que o Leão fosse amassar o Gigante River Plate daquela maneira.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Boca é multado pela Conmebol por gesto racista de torcedor contra corintianos

A multa tem relação apenas com a injúria racial flagrada na Neo Química Arena.

Publicado

em

A Conmebol multou o Boca Juniors em 30 mil dólares (cerca de R$ 144 mil) como punição pelo gesto racista cometido por um torcedor xeneize na Neo Química Arena, em jogo contra o Corinthians. O episódio ocorreu no dia 26 de abril, quando os dois times se enfrentaram em São Paulo pela terceira rodada do Grupo E da Copa Libertadores da América.

Um vídeo flagrou o momento em que o torcedor argentino Leonardo Ponzo fez gestos imitando um macaco para provocar a torcida corintiana. Ponzo foi preso pela Polícia Militar na mesma noite da partida, por cometer injúria racial, mas acabou solto após pagamento de fiança no valor de R$ 3 mil, na manhã seguinte.

Em decisão publicada nesta segunda-feira e assinada por Eduardo Gross Brown, presidente da Comissão Disciplinar da Conmebol, o caso foi enquadrado nos artigos 9 e 17 do Código Disciplinar da entidade. O artigo 9 versa sobre a responsabilização dos clubes por atos cometidos por torcedores. Já o artigo 17 determina as sanções para casos de discriminação.

A multa tem relação apenas com a injúria racial flagrada na Neo Química Arena. Ou seja, não inclui o novo caso de racismo envolvendo torcedores do Boca Juniors, registrado na segunda partida contra o Corinthians, disputada no dia 17 de maio, em Buenos Aires. O reencontro entre os clubes teve outro registro em vídeo de um argentino imitando macaco.

Além disso, torcedores do time paulista denunciaram que foram tratados com descaso na Bombonera. A polícia teria demorado na escolta e revista dos ônibus, fazendo com que boa parte da torcida que esteve na capital argentina só pudesse entrar no estádio para ver o segundo tempo. O caso de racismo somado ao mau tratamento fizeram o Corinthians e a FPF protocolaram um pedido de punição ao Boca, mas a Conmebol ainda não deu uma resposta oficial.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Mbappé diz que ficou no PSG por amor à França e pede desculpa ao Real

O atleta fez juras de amor à França e pediu para os torcedores do Real Madrid entenderem sua escolha.

Publicado

em

O Paris Saint-Germain fez enorme festa nesta segunda-feira para oficializar a assinatura de contrato de Mbappé com o clube até 2025. O jogador foi saudado por muitos fãs do clube no Parque dos Príncipes e teve de explicar sua escolha após estar apalavrado com o Real Madrid. Ele fez juras de amor à França e pediu para os torcedores do Real Madrid entenderem sua escolha.

O atacante da seleção francesa seria o principal reforço do clube merengue e assinaria um milionário contrato de cinco anos. Mas acabou sendo convencido por Nasser Al Khelaifi, presidente do PSG, que na França ele terá totais condições de conquistar tudo o que almeja. Além da vantajosa proposta financeira que ganhou, o clube francês ainda prometeu montar um time ainda mais forte.

“Prometi que, se assinássemos com Kylian Mbappé, também assinaríamos com novos jogadores”, enfatizou Al Khelaifi, nesta segunda-feira. Ainda aproveitou para responder com ironia à provocação de Javier Tensa, presidente da Liga Espanhola, sobre o PSG extrapolar o Fair Play financeiro na Europa. “Talvez Tebas esteja preocupado que a Ligue 1 (Campeonato Francês) se torne mais forte que a La Liga (Campeonato Espanhol), que não é a mesma de três ou quatro anos. Temos Mbappé, ele fica conosco e o resto, sinceramente, não me importo.”

Já o jogador evitou polemizar com os espanhóis. Ao contra´rio, demonstrou respeito e consideração, apesar de deixar muita gente frustrada. O atacante revelou que sua decisão foi tomada somente há uma semana e pediu para os merengues entenderem sua escolha e não ficarem magoados.

“Espero que os torcedores do Real Madrid entendam que eu preferi ficar no meu país. Sou francês e, como tal, quis continuar um pouco mais”, afirmou o jogador de 23 anos. “No ano passado eu queria ir para o Real Madrid. Acreditava que era a melhor decisão. Mas um ano se passou, muitas coisas mudaram no lado esportivo e pessoal”, explicou.

E seguiu na explicação: “Foi uma decisão muito difícil. Tenho respeito pelo Real Madrid e pelo Florentino Perez (presidente do clube). Eles fizeram tudo por mim e tentaram me deixar muito feliz, por isso tive que ligar para ele pessoalmente, temos uma relação próxima”, continuou, revelando que informou ao dirigente sua desistência no negócio.

“Apenas decidi por mim e tomei a melhor decisão”, ponderou. “Uma mensagem para os torcedores do Real Madrid? Quero agradecer, pois sempre me aceitaram como um deles. Entendo a decepção deles e espero que entendam que decidi ficar no meu país.”

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Guardiola elogia Liverpool e exalta jogadores do City: ‘São lendas no clube’

O título foi confirmado com emoção em uma vitória, de virada, por 3 a 2, sobre o Aston Villa, no Etihad Stadium.

Publicado

em

O técnico Pep Guardiola não poupou elogios aos jogadores do Manchester City após a suada conquista do Campeonato Inglês, neste domingo. O título foi confirmado com emoção em uma vitória, de virada, por 3 a 2, sobre o Aston Villa, no Etihad Stadium.

“São quatro títulos da Premier League, esses caras já são lendas, as pessoas têm que admitir. Este grupo de jogadores é absolutamente eterno. O que conquistamos aqui é muito difícil”, revelou o treinador.

O Manchester City ficou muito perto de ver o título escorregar entre os dedos. A equipe de Guardiola chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas virou o jogo ao marcar três gols em cinco minutos. Em caso de derrota ou empate, teria perdido o troféu para o rival Liverpool.

“O Aston Villa deu tudo de si, é um ótimo time. Dificultaram muito para nós, o que deixou tudo muito emocionado. Quando conseguimos marcar o primeiro, tudo mudou. No intervalo, falei que não estávamos vivendo algo normal, mas tínhamos que jogar da mesma forma de sempre. Ganhar diante dessa torcida foi muito bom”, completou.

Ele aproveitou também para falar um pouco sobre o Liverpool, que ficou com 92 pontos na tabela de classificação do Campeonato Inglês, apenas um atrás do Manchester City. “Nunca vi uma equipe como o Liverpool. É uma equipe muito qualificada e vencedora. E nos ajudaram a nos tornar um time ainda melhor”, finalizou o comandante, que passou Arsène Wenger e José Mourinho em títulos do Campeonato Inglês. A dupla tem três conquistas cada.

O triunfo deste domingo levou o Manchester City a sua oitava conquista, sendo quatro delas nas últimas cinco temporadas.

Por Noticias ao minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending