Conecte-se Conosco

Tecnologia

Google apresenta novo smartphone com detector de spam e câmera melhor

Publicado

em

O Pixel 3 estará disponível em dois tamanhos, um modelo padrão de 5,5 polegadas e um modelo XL, de 6,3 polegadas

Google anunciou nesta terça-feira (9), em evento em Nova York, o Pixel 3, seu novo smartphone, um tablet e o Google Home Hub, alto-falante inteligente com tela, semelhante ao lançado na segunda-feira (8) pelo Facebook.

O Pixel 3 estará disponível em dois tamanhos, um modelo padrão de 5,5 polegadas e um modelo XL, de 6,3 polegadas. Segundo a empresa, o som dos alto-falantes está 40% mais potente do que o do aparelho anterior, o Pixel 2, e a nova tela Oled de plástico é a melhor já aplicada em um telefone da empresa da Alphabet.

O Google também aperfeiçoou a câmera do smartphone, embora a do Pixel 2 já fosse considerada uma das melhores do mercado. A empresa afirma que a câmera tem um chip de imagem personalizado, que melhora a imagem, assim como os aparelhos da Apple.

Uma novidade é a Screen Call, função que detecta quando uma ligação é spam (uma propaganda indesejada, por exemplo). Se o usuário concorda se tratar de spam, pode bloquear ligações do número.

O smartphone estará disponível em três cores, e o lançamento está previsto para o dia 18. O Pixel 3 de 64 GB sairá por US$ 799 (R$ 2.987), e o 128 GB, por US$ 899 (R$ 3.360). Já o Pixel 3 XL de 64 GB custará US$ 899 (R$ 3.360), e o de 128 GB, US$ 999 (R$ 3.735). Os preços são para os Estados Unidos. Não há previsão de lançamento no Brasil.

O Google vendeu 2,53 milhões de aparelhos Pixel 2 e 2 XL ao longo de nove meses até 30 de junho e obteve menos de 1% do mercado global de smartphones, de acordo com a Strategy Analytics.

Os primeiros aparelhos Pixel atingiram vendas de 2,4 milhões de unidades nos nove meses terminados em 30 de junho de 2017.O Android equipa a maioria dos smartphones ao redor do mundo.

Há três anos, o Google entrou na área de hardware para ter produtos em que pudesse exercer controle total sobre o desempenho de aplicativos e da receita gerada por eles. Embora tenha sido bem-sucedido em vender aparelhos de baixo preço, tais como caixas de som e roteadores para uso residencial, os celulares encontraram dificuldade para avançar no mercado.

Já o Pixel Slate é considerado uma evolução do laptop Pixelbook, de 2017, embora ofereça experiência semelhante à de um tablet, com um teclado que pode ser separado da tela. Assim como o iPad Pro, o aparelho tem alto-falantes frontais e câmeras frontais e traseiras de 8 megapixels.

O Slate será lançado neste ano a US$ 599 (R$ 2.240). O teclado custará US$ 199 (R$ 744), e a caneta, US$ 99 (R$ 370). O Google Home Hub, por sua vez, é como o Google Home, o auxiliar doméstico da marca, porém com um alto-falante e um assistente inteligente. Ele permite que usuários peçam para o dispositivo acender as luzes e se conectem com outros dispositivos domésticos.

Semelhante ao lançamento do Facebook, que na segunda-feira anunciou o Portal, e ao Eco Show, da Amazon, o Google Home Hub possui uma tela integrada que permite respostas visuais às perguntas. O dispositivo custará US$ 149 (R$ 557).

Também nesta terça, o Google entrou com recurso contra uma multa recorde de € 4,3 bilhões (R$ 18,5 bilhões) que a União Europeia lhe impôs em julho por abuso de posição dominante com o Android.

Bruxelas acusara o Google de usar a enorme popularidade de seu sistema operacional em smartphones e tablets para promover o uso de seu próprio mecanismo de busca e excluir seus rivais. O apelo pode levar anos para ser julgado.

Por Notícias ao minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.


Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Tecnologia

China testa ‘robôs-garis’ para varrer as ruas

Publicado

em

Cada unidade deve custar em torno de US$ 47.500 (cerca de R$ 175 mil)

Robôs capazes de sair pelas ruas e varrer calçadas e guias estão sendo testados na China desde o ano passado.

Em janeiro, um veículo do tamanho aproximado ao de um carrinho de supermercado começou a ser testado em uma universidade em Hohhot, no norte do país. Ele é capaz de se deslocar sozinho pelas vias do campus para fazer a varrição.

No ano passado, outros robôs-varredores começaram a ser testados em Xangai. Ali, os veículos são maiores: há modelos com seis metros de comprimento e outro menor, de três metrosOs testes começaram em abril de 2018, em uma área industrial.

Os veículos têm vassouras para ir limpando o chão enquanto ele se move e é capaz de ler e respeitar sinais de trânsito, desviar de obstáculos e fazer curvas.Ao fim da jornada, os veículos descarregam a sujeira no lugar determinado e voltam automaticamente para a garagem.Os veículos de Xangai, da empresa Autowise.ai, chegam a no máximo 10 km/h.

Cada unidade deve custar em torno de US$ 47.500 (cerca de R$ 175 mil). Os robôs de limpeza seguem estratégia parecida a de outros veículos autônomos em teste, como táxis e ônibus: começam a ser experimentados em áreas industriais e campus de universidades, depois avançam para cidades mais calmas antes de chegar às ruas das metrópoles, onde o excesso de pessoas e veículos torna mais difícil prever o que vai estar no caminho.

Por Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Tecnologia

Uma das maiores queixas do WhatsApp vai acabar

Publicado

em

O serviço de mensagens está trabalhando numa das funcionalidades mais pedidas pelos usuários

Quem está no WhatsApp sabe que uma das maiores frustrações do aplicativo é ser adicionado a um grupo de conversa no qual não quer participar. Quantas vezes foi adicionado a um grupos sem que tenham pedido sua permissão? Ainda pode sair dele mas tal ação pode criar um certo constrangimento com as outras pessoas do grupo.

Pois bem, diz o WABetaInfo que este tipo de situação e está prestes a acabar. Segundo a publicação será  enviado um pedido de permissão aos usuários antes de serem adicionados aos grupos.

Entre a seleção é possível continuar deixando que qualquer pessoa o adicione ou determinar que só os seus contatos o façam. Em último caso, poderá também definir que fica proibido lhe adicionar em grupos sem sua permissão.

Caso decida aplicar estas restrições, passará a receber um convite sempre que for adicionado a um grupo, o qual poderá ‘aceitar’ ou ‘rejeitar’ no espaço de 72 horas, sendo que posteriormente o convite é eliminado por inteiro.

Esta funcionalidade está atualmente em desenvolvimento e ainda não tem qualquer data de lançamento. Ainda assim, é mais que provável que o WhatsApp venha a lançá-la dada a frequência com que é pedida pelos usuários do app.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Tecnologia

Quente ou frio? Tecido futurista é capaz de ajustar a temperatura

Publicado

em

O tecido ajusta a temperatura automaticamente de acordo com calor e umidade

Universidade de Maryland nos EUA desenvolveu um tecido que é capaz de ajustar automaticamente a temperatura de acordo com as condições meteorológicas, o tecido é coberto por nanotubos de carbono.

Conta o CNet que o material inovador é capaz de se expandir ou compactar de acordo com o calor e a umidade do ar, aumentando ou diminuindo o espaço entre as fibras. Caso esteja muito calor, as fibras expandem e deixam passar o calor, enquanto se estiver com frio tornam-se mais compactas para o reter.

“O corpo humano é um radiador perfeito. Deixa passar o calor facilmente. Durante toda a história, a única forma de regular o radiador foi usar ou tirar roupas. Mas este tecido é um verdadeiro radiador bidirecional”, apontou um dos autores da pesquisa que foi publicada no jornal Science, Min Ouyang.

Apesar de promissora, a tecnologia ainda vai passar por uma fase de desenvolvimento e estudo antes de chegar ao mercado.

Por Notícias ao Minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending