Conecte-se Conosco

Educação

ITA encerra o exame de escolaridade do vestibular 2017

Publicado

em

ita

Provas tiveram início na última terça-feira (13). Os gabaritos serão publicados em 20/12.

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) encerra nesta sexta-feira, 16 de dezembro, o Exame de Escolaridade do Vestibular 2017. As provas tiveram início na última terça-feira (13). A seleção começa às 8h. 

O candidato deve estar no local com antecedência mínima de uma hora. Assim como nos dias anteriores, é preciso levar documento de identificação original com foto, cartão de inscrição impresso e caneta esferográfica de tinta preta (fabricada em material transparente). Lápis, lapiseira, borracha macia e régua transparente serão permitidos, mas não obrigatórios.

O Exame de Escolaridade está sendo aplicado nas cidades de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Londrina, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Salvador, São Paulo, Teresina e Vitória.

Seleção

Neste último dia, os candidatos participarão das provas de 20 questões objetivas e 10 dissertativas de Química. Ontem a quantidade de perguntas foi a mesma, mas o conteúdo foi de Matemática. 

Já os dois primeiros dias contaram com 20 questões objetivas e 10 dissertativas sobre Física e 20 perguntas de múltipla escolha de Inglês, 20 de Português e uma redação, respectivamente. 

Segundo o item 15.1 do Edital, os gabaritos de todos os dias serão divulgados em 20 de dezembro. 

Resultado

Os classificados no Exame de Escolaridade serão conhecidos em 30 de dezembro. Eles terão que comparecer ao ITA em 15 de janeiro, às 10h, para a Inspeção de Saúde.

A seleção oferece 110 vagas para as modalidades de Engenharia Aeroespacial, Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, de Computação, Eletrônica e Mecânica-Aeronáutica, sendo 25 para a carreira militar.

Das modalidades de Engenharia escolhidas na primeira opção, as mais concorridas são Aeronáutica (24%), Aeroespacial (21%) e Mecânica-Aeronáutica (19%).

Mais informações no Edital ou pelo telefone (12) 3947- 5813 ou e-mail vestita@ita.br 

(Por  Por Lorraine Vilela Campos – UOL)

Educação

Número de matrículas na rede pública de ensino cai entre 2022 e 2023

Publicado

em

O número de estudantes matriculados na educação básica — que compreende o ensino infantil, fundamental, médio, profissionalizante e EJA — caiu entre 2022 e 2023. A rede pública representa mais de 80% dessas matrículas e sentiu o maior impacto. As informações são do Censo Escolar 2023, divulgado ontem pelo Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Ao todo, foram contabilizadas 47,3 milhões de matrículas nas 178,5 mil escolas de educação básica no Brasil no ano passado — cerca de 77 mil a menos, na comparação com 2022. Considerando apenas a rede pública, foram 500 mil alunos a menos na educação básica. Nas instituições privadas, em contraste, houve aumento de 4,7% nas matrículas.

No ensino fundamental, foram 26,1 milhões de estudantes matriculados. Esse contingente é 3% menor que em 2019, no período pré-pandemia. Nos últimos cinco anos, a redução foi mais acentuada nos anos iniciais (3,9%) do que nos anos finais do ensino fundamental (1,9%). Já no ensino médio, foram 7,7 milhões de estudantes matriculados no último ano — o que representa uma redução de 2,4% em relação a 2022.

De acordo com o Inep, a queda nas matrículas já era esperada, em razão da alta taxa de aprovação dos alunos durante a pandemia da covid-19. Nos últimos anos, a aprovação vem diminuindo e chegando ao patamar pré-pandemia.

A evasão escolar também é uma preocupação. Em 2023, 6% dos estudantes desistiram da escola nesta fase, e 3% no fundamental. A população mais vulnerável é quem representa essa estatística.

“Quando se trata de escolas indígenas, quilombolas e questões de raça, vemos a desigualdades que existem no Brasil”, refletiu o ministro da Educação, Camilo Santana. O Censo de 2023 mostrou que, no ensino fundamental, por exemplo, a modalidade de educação com maior evasão foi a indígena (7,3%), seguido de educação especial (4,9%) e quilombola (4,8%). Já no ensino médio, quem mais abre mão dos estudos são os pretos e pardos (6,3%).

Respostas

Santana destacou ações que estão sendo pensadas para combater o índice de evasão escolar, em especial, do ensino médio — quando a taxa é duas vezes maior que no fundamental.

“Não queremos deixar ninguém para trás. A gente tem procurado trabalhar de forma integrada, olhando toda a rede de educação básica. A primeira ação que o ministério lançou foi o Programa Nacional Criança Alfabetizada porque estudos mostram que, quando uma criança aprende a ler e a escrever na idade certa, ela diminui todos problemas educacionais ao longo dos anos”.

Em segundo lugar está o reforço às escolas em tempo integral. Há a intenção, ainda, de ampliar o ensino médio profissionalizante. “Vamos apresentar, em breve, uma política mais ousada para que os estados brasileiros possam ampliar as matrículas técnico-profissionalizantes nas escolas de ensino médio brasileiras”, comentou o ministro.

Ele ainda disse que esse novo incentivo para o ensino-técnico pode ser inserido no texto da reforma do Novo Ensino Médio, que tramita no Congresso Nacional.

GRAFICO MATRICULAS ESCOLAS
GRAFICO MATRICULAS ESCOLAS(foto: editoria de arte )

Como política “ousada”, Santana ressaltou também a importância do programa Pé de Meia, uma poupança estudantil que beneficiará cerca de 2,5 milhões de jovens cadastrados no Cadastro Único (CadÚnico). A poupança estudantil iniciará o pagamento no próximo mês e cada aluno ganhará até R$ 9.200 ao longo dos três anos de ensino.

EJA

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 70 milhões de brasileiros, com 18 anos ou mais, não concluíram a educação básica no Brasil. O Inep considera que essas pessoas são “candidatos potenciais” para ingressar no EJA.

Dados do Censo Escolar 2023 indicam que o programa de educação para jovens e adultos recebe os alunos provenientes do ensino regular. De 2020 para 2021, aproximadamente 107,4 mil alunos dos anos finais do ensino fundamental e 90 mil do ensino médio migraram para a EJA. São alunos com histórico de retenção e que buscam meios para conclusão dos ensinos fundamental e médio.

Apesar disso, as matrículas na modalidade registraram queda entre 2022 e 2023 — de 2,7 milhões de estudantes para 2,5 milhões. Em relação a 2019, esse valor representa queda de 20% dos inscritos. Essa etapa também possui a predominância de pretos e pardos, que são 77,7% do nível fundamental e 70,7% do médio.

Educação Infantil

O único nível de educação que aumentou o número de matrículas no Brasil, em 2023, foi a educação infantil. Atualmente, são 4,1 milhões de matriculados em creches e pré-escolas no Brasil. O número está bem próximo da meta prevista pelo Programa Nacional da Educação (PNE) para 2024, em que 50% das crianças de 0 a 3 anos devem estar nas escolas.

A pesquisa estatística revelou que o Brasil está a cerca de 900 mil matrículas de atingir a meta de crianças na creche. Algo que o Inep considera possível, considerando a sequência anual de aumento de matrículas — em 2021, eram apenas 3,41 milhões.

O Censo Escolar da Educação Básica é uma pesquisa estatística anual que subsidia políticas públicas, programas governamentais e ações setoriais nas três esferas de governo (federal, estadual e municipal).

Fonte:correiobraziliense

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Educação

Senai-PE oferece bolsas de estudo em cursos técnicos em Petrolina, Araripina e outras cidades

Publicado

em

Pessoas de baixa renda, a partir de 16 anos, podem se candidatar até o dia 25 de fevereiro a 563 bolsas de estudo oferecidas pelo Senai-PE em 10 cursos de Educação Profissional Técnica, nas modalidades presencial e remota. Desse total, 30 são para curso Técnico em Eletrotécnica em Araripina e 10 para a mesma capacitação em Petrolina.

Os cursos são voltados para estudantes a partir do 1° ano do Ensino Médio ou quem já concluiu o estudo. Para participar os interessados devem preencher o formulário disponível na aba “cursos gratuitos” no site do Senai-PE, anexando todos os documentos exigidos. O resultado será divulgado em 28 de fevereiro e as aulas começam no dia seguinte.

O edital determina que as bolsas oferecidas pelo Senai para a Educação Profissional devem atender requisitos como ordem de inscrição e envio da documentação requisitada. Os cursos têm carga horária que varia de 1.200 a 1.400 horas.

Por Alvinho Patriota

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Educação

A Educação transforma sonhos em realidade

Campanha da LBV em prol da Educação visa incentivar estudos e combater insegurança alimentar de estudantes.

Publicado

em

Alimentação e material escolar são fortes aliados para um bom desempenho escolar, por isso, é fundamental a realização de ações efetivas que garantam os direitos básicos de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

Um levantamento feito pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), apontou que os itens escolares neste ano, estão, em média, 8,5% mais caros, influenciados pela inflação brasileira de 4,63% acumulada em 2023. E esse aumento representa um enorme desafio para as famílias mais vulneráveis, cuja prioridade é o alimento à mesa.

Para auxiliar quem mais precisa de ajuda, a Legião da Boa Vontade (LBV) promove ações permanentes de incentivo ao ensino e de apoio às famílias, pois ela acredita que a Educação transforma sonhos em realidade. No início do ano letivo, a Instituição mobiliza doações para entregar kits de material pedagógico para crianças, adolescentes e jovens atendidos pela Entidade e também aos auxiliados por organizações parceiras em todo o país. Entre as iniciativas, destaque para a campanha LBV — Educação: Futuro Presente! Que neste ano estabeleceu duas importantes metas: entregar, de janeiro a março, 18 mil kits pedagógicos e servir nesse período, um milhão de refeições em suas unidades. Para as famílias é uma ajuda e tanto.

Essa iniciativa da LBV contribui com a melhoria na Educação e para a segurança alimentar das famílias. Ajude a garantir um futuro melhor no presente para milhares de meninas e meninos. Colabore acessando o site www.lbv.org.br ou faça uma doação pela chave pix@lbv.org.br.

Alimentação x aprendizado
A boa alimentação na infância e na adolescência está diretamente relacionada ao desenvolvimento físico, mental e intelectual dos estudantes e representa reflexos a longo prazo que os acompanharão durante a vida. Meninas e meninos com carência alimentar podem ter dificuldades de assimilação, uma vez que a fome prejudica a capacidade de concentração e compromete o rendimento em sala de aula. Por isso, uma alimentação saudável é fundamental em todas as fases da vida do ser humano e é também uma extensão da aprendizagem. Daí a LBV ofertar todos os dias refeições com valor nutritivo a milhares de crianças e adolescentes atendidos em suas unidades socioeducacionais.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!