Conecte-se Conosco

Destaque

‘Time de futebol tem que ter um maloqueiro’, diz Vanderlei Luxemburgo

Publicado

em

 

O treinador também afirmou que há preconceito no futebol com quem é mais velho.

Vanderlei Luxemburgo está bastante incomodado. A situação do futebol brasileiro e a busca por se espelhar no modelo europeu levaram o técnico de 65 anos a reclamar bastante durante a cerca de uma hora de entrevista exclusiva ao Estado, na última terça-feira (9). Sem trabalhar desde que deixou o Sport, em outubro do ano passado, o treinador afirmou que profissionais da idade dele têm sofrido rejeição depois da Copa do Mundo de 2014.

Quando vai voltar a trabalhar?

Vamos esperar surgir alguma coisa que eu possa realizar. Recebi algumas ofertas. Eu quis ficar até o fim do ano curtindo minha família. Surgiram algumas coisas que não me interessaram, de fora do Brasil.

Hoje é mais difícil ser técnico?

Os jovens de hoje estão mudando os conceitos que sempre existiram no futebol brasileiro. O que é moderno para você hoje no futebol? Na verdade é tudo uma mudança de nomes. Vejo um conceito de moderno criado externamente e trazido para o futebol. Os jovens treinadores que estão se formando hoje estão simplesmente mudando o nome de ponta para extrema, de contragolpe para transição. Pegam esses nomes para dizer que é moderno. Deixamos de ser referência para o mundo para buscar referências na Alemanha, Espanha e Itália… Naquele futebol pragmático.

Quando teve essa ruptura do Brasil com suas origens?

A partir de 1990, quando começamos a implantar aqui os três zagueiros. Acabamos com os laterais, com o meia-esquerda e começamos a achar que tínhamos de imitar os europeus. Mas o que eles têm para nos mostrar?

Tem como corrigir?

Precisamos ter um projeto de governo para o futebol brasileiro, criar centros de excelência para a prática do futebol nas favelas, nos subúrbios. A especulação imobiliária chegou e acabou com os campos de várzea. Temos que pegar nossas raízes e fazer um projeto, sem imitar nada lá de fora. O futebol é patrimônio nacional. Temos que proteger uma matéria-prima do Brasil, como são o petróleo e o aço. Estão batendo na tecla errada da modernidade. Ficam falando que o Luxemburgo está ultrapassado, que o Levir (Culpi) está ultrapassado… Quando cheguei, com 40 anos, o Telê Santana tinha mais de 60 e não era ultrapassado nem o Zagallo. Por que agora nós estamos superados?

Então o senhor tem sido vítima de preconceito pela idade?

Criaram isso depois da última Copa do Mundo, de que os técnicos brasileiros, depois do 7 a 1, ficaram ultrapassados e não acrescentaram nada para o futebol. Esse preconceito já me fechou muitas portas. É um preconceito do momento que estamos vivendo aqui. Parte da mídia pediu mais técnicos estrangeiros por aqui.

O 7 a 1 criou uma reação muita exagerada?

Muito! Foi desproporcional. A reação não poderia ter uma influência tão radical como teve no futebol brasileiro. Estão extrapolando demais na necessidade da mudança. Tem espaço para todo mundo, de qualquer idade. Não existe cara velho, existe cara experiente. Um escritor não serve por estar velho? O Galvão Bueno vai ter de parar de transmitir jogo por causa da idade? Se você conversar comigo sobre modernidade, eu vou saber falar sobre qualquer segmento. Eu vivo com meus netos de 15 anos, danço rap com eles para acompanhar. Por que técnico fica velho e é tido como acabado? Você fica mais sábio.

Por que depois do senhor e do Felipão, mais nenhum brasileiro dirigiu times grandes na Europa?

Será que é necessário nós irmos mesmo? Tem a discussão sobre o motivo de não sairmos do Brasil. Nós vivemos bem e ganhamos muito bem aqui. O argentino e o chileno vão porque ganham uns 20 mil dólares por mês. Então o cara vai arriscar. É maravilhoso ter a oportunidade de trabalhar na Europa, é claro. Mas se não for, não tem problema. Você não deixa de ser um excelente técnico por causa disso.

O Brasil teria treinadores em condições de trabalhar lá?

É só você ver nossas dificuldades. Fizemos trabalho aqui com três dias de pré-temporada. Nós somos preparados. Levei fisioterapeuta para trabalhar comigo no Real Madrid. Não tinha. O time do Zidane, do Raul, do Ronaldo não tinha avaliação com o histórico do jogador. Como vou lá aprender alguma coisa se eu levei isso para lá?

Qual elenco foi o mais difícil para você trabalhar?

Todos são complicados. Em um elenco de futebol, tem que ter um cara que é bagaceiro, sabe? Um cara que gosta de algumas coisas diferentes, de uma p…, de uma namorada, de uma farra. Boleiros são jovens. Tem também o cara que é da igreja e isso a gente respeita. Dentro de um time de futebol não prevalece preferência por religião. A religião é a do clube, então todo mundo tem que rezar a cartilha do clube. Você pode ser evangélico, católico, macumbeiro, pode ser o que quiser. Time de futebol muito comportado não dá certo. Tem que ter um maloqueiro.

O jogador de hoje é bem diferente do da sua época?

O ambiente do vestiário é totalmente diferente do que o de alguns anos. Os jogadores não se envolvem tanto com seu projeto, a sua participação, com os colegas. Já vi jogadores meus saírem na porrada no vestiário e eu incentivei porque depois eles tinham que brigar com os adversários. Hoje em dia, a assessoria de imprensa já liga, passa uma informação para alguém, o empresário entra na história. No Palmeiras eu falei para o Evair que ele precisaria se prejudicar e jogar recuado para deixar o Edilson e o Edmundo no ataque. O Evair entendeu. Se eu fizer isso hoje, o jogador liga para o empresário para reclamar. O vestiário agora é superlotado. O jogador sai da palestra e em vez de se preocupar só com o jogo, fica com o celular e o fone de ouvido.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

Siga-nos em nossas redes sociais no FacebookTwitter,  InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para a redação do Blog do Silva Lima por e-mail: blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Destaque

Governador do Rio, Witzel sugere explodir com míssil traficantes armados

Publicado

em

A declaração do governador criou polêmica com a oposição.

governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, sugerir que traficantes armados que atuam em comunidades cariocas poderiam ser explodidos com um míssil. As declarações de Witzel foram feitas durante um discurso nesta sexta-feira, 14, na Câmara Municipal de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, em referência às imagens de criminosos armados na Cidade de Deus, na zona oeste do Rio.

“A nossa Polícia Militar não quer matar, mas não podemos permitir cenas como aquela que nós vimos na Cidade de Deus. Se fosse com autorização da ONU, em outros lugares do mundo, nós teríamos autorização para mandar um míssil naquele local e explodir aquelas pessoas”, discursou Witzel.

A deputada estadual Renata Souza (PSOL/RJ), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), divulgou nota de repúdio sobre as declarações do governador.

“Segurança pública se faz com estratégia, prevenção e inteligência, não com mísseis e execuções sumárias. A declaração do governador revela uma mentalidade autoritária e violenta que expressa, no fundo, o seu preconceito e total desprezo com a vida dos pobres que moram nas favelas do Rio de Janeiro. Além disso, é claro, uma tentativa de deslegitimar e menosprezar uma importante instituição internacional como a ONU”, escreveu Renata Souza, em nota.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Serra Talhada: Assessor do ex-prefeito Carlos Evandro, afirma que ele está ‘limpo’ e vai começar pra valer

Publicado

em

Agora é pra valer. Nessa sexta-feira (14) um assessor jurídico do ex-prefeito Carlos Evandro declarou, em conversa com o Farol, que o único impedimento que existia para uma possível disputa em 2020, rumo a Prefeitura de Serra Talhada, foi resolvido.

Na opinião do assessor, que preferiu não ser identificado, Evandro está sem pendências junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Tribunal de Contas da União (TCU) e já sinalizou que ‘Carlão’ não tem problemas insolúveis.

O ex-prefeito não quer comentar isso em nenhuma hipótese, porque espera, tão somente, o informe legal do TCU. Mas entramos em contato com o órgão e tudo foi resolvido. Hoje, não há motivos para ex-prefeito Carlos Evandro não entrar numa disputa no ano que vem”, disse o aliado, pedindo anonimato.

A reportagem tentou falar com Carlos Evandro, mas não o localizou. Entretanto, assessores diretos do ex-prefeito garantem que ele vai acelerar a agenda a partir da semana que vem.

(Do Farol de notícias)

Classificados

Descrição: São 5,5×20 metros de área construída na melhor localização da Cidade, situado na Av. Primo Lopes, 81 – Centro de São José do Belmonte, antigo prédio usado pela Honda – Aliança Moto.

Excelente oportunidade para você que está precisando de um local para um comércio.

Agende sua visita e veja de perto tudo o que esse prédio tem e pode lhe oferecer. Essa é uma grande oportunidade.

Ligue agora mesmo (85) 9 99804788 e faça um bom negócio.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

A FIS se consolida como maior e melhor faculdade do sertão

Publicado

em

A máxima contida na obra “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, quando o autor afirma que: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte”, materializava o espírito guerreiro de um povo que mesmo abandonado a própria sorte pelos poderes públicos se reinventava e fomentava com seus próprios braços o desenvolvimento da região castigada pelo fenômeno natural das secas.

Investidos da força motriz que todo sertanejo possui, cidadãos serra-talhadenses resolveram juntar-se e fundar uma instituição de ensino que materializasse o desejo de desenvolver a região, tendo o conhecimento científico como pano de fundo para o desenvolvimento humanizado.

 A Faculdade de Integração do Sertão – FIS, surgiu encravada na micro região do Pajeú com o intuito de evitar o êxodo estudantil para os grandes centros urbanos, acolhendo estudantes de inúmeros municípios dos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Bahia.

Hoje a FIS desponta como a maior e melhor faculdade do sertão pernambucano, sempre preocupada com o binômio: desenvolvimento e integração, ofertando à sociedade do semiárido cursos de qualidade, unindo pesquisa, extensão científica e a prática profissional.

O agradecimento e a gratidão que a FIS tem pela região que a acolheu se apresenta com oferta de serviços de qualidade à população em geral, serviços estes ofertados em seus laboratórios, Clínicas-Escolas de Fisioterapia, Enfermagem, Odontologia e Psicologia. Além do Procon Estadual, Câmara de Conciliação, Núcleo da Receita Federal-NAF, e outros equipamentos que sempre estão a disposição de todos de forma gratuita.

No ano de 2019 a faculdade oferece além dos seus cursos tradicionais, mais três cursos de bacharelado: Educação Física, Nutrição e Psicologia, que junto com os demais, vieram ratificar a sua missão desenvolvimentista do sertão.

A Sociedade de Ensino Superior de Serra Talhada – SESST, mantenedora da Faculdade de Integração do Sertão- FIS é a força propulsora por trás desta faculdade de espirito pujante, que tem em seus sócios a base estrutural deste sonho sertanejo, representados na pessoa do seu diretor presidente Luís Melo que há dez anos é a voz e o comando representativo desses sócios, não medindo esforços para cumprir sua árdua missão de gestão acadêmica.

Em sequência, a nossa FIS está sempre em busca de inovação do mercado acadêmico, implementando também, mais equipamentos, nova infraestrutura e serviços para integrar o universo educacional com a sociedade regional na constante busca da excelência em serviços de ascensão científica, desenvolvendo os sertões através do conhecimento erudito com uma educação humanizada, formando cidadãos conscientes e capazes de mudar sua realidade, transformando-se em um estopim de uma revolução no pensamento progressista. 

Quando o cidadão toma consciência do seu papel na sociedade na qual está inserido, desperta o sentimento de pertença, apresentando-o não apenas como mero coadjuvante, mas como autor principal da sua própria história, assumindo o papel de transformador da sua realidade social.

 

Texto por Arijaldo Carvalho

Classificados

Descrição: São 5,5×20 metros de área construída na melhor localização da Cidade, situado na Av. Primo Lopes, 81 – Centro de São José do Belmonte, antigo prédio usado pela Honda – Aliança Moto.

Excelente oportunidade para você que está precisando de um local para um comércio.

Agende sua visita e veja de perto tudo o que esse prédio tem e pode lhe oferecer. Essa é uma grande oportunidade.

Ligue agora mesmo (85) 9 99804788 e faça um bom negócio.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending