Conecte-se Conosco

Brasil

Presidente do PP se irrita com justificativa de Datena para desistência

Publicado

em

“Acho que ele não precisava entrar nesse terreno, podia só ter falado que não queria mais participar e pronto”, desabafa Mussi.

O deputado federal Guilherme Mussi não gostou da justificativa dada por José Luiz Datena para desistir da candidatura pela prefeitura de São Paulo. O Presidente do diretório estadual paulista do Partido Progressista (PP-SP) foi um dos responsáveis por levar o apresentador a se candidatar.

Ao conversar com o iG, Mussi confessou não estar surpreso, “já que, nas nossas conversas, ele sempre deixou claro que podia tanto oficializar quanto recuar da pré-candidatura”. No entanto, afirmou que preferiria que não tivesse sido usada a justificativa dada por Datena. O apresentador citou denúncia da Procuradoria-Geral da República de que parlamentares do PP receberam R$ 357 milhões em propina.  

“Acho que ele não precisava entrar nesse terreno, podia só ter falado que não queria mais participar e pronto”, desabafa Mussi. “A maioria dos partidos políticos do Brasil têm alguma acusação de envolvimento em escândalos, seja na Lava Jato, seja em outras investigações. O Brasil vive hoje este momento muito ruim e me parece que o Datena não se sentiu à vontade de entrar nele, viu que não conseguiria mudar as coisas. Ele tem total direito de mudar de ideia. Eu o admiro e ele tem a envergadura para opinar como bem entender. Mas não precisava ter dado a justificativa que deu”, complementa.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Campinas-SP: Homem invade missa, deixa cinco mortos e se mata em Campinas

Publicado

em

As vítimas ainda não foram identificadas, a polícia investiga a motivação do crime.

Um homem invadiu uma igreja nesta terça-feira (11), matou cinco pessoas e deixou outras três feridas durante uma missa na Catedral Metropolitana no Centro de Campinas, São Paulo.

De acordo com a corporação, o responsável pelos disparos cometeu suicídio em seguida.

O Corpo de Bombeiros de Campinas informou ao G1 que o atirador portava um revólver calibre 38.

“Um tiroteio deixou pelo menos cinco pessoas mortas e outras quatro feridas no começo da tarde desta terça-feira (11), dentro da Catedral Metropolitana de Campinas, no Centro da cidade, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe a motivação”, afirma uma nota divulgada pela Arquidiocese nas redes sociais.

As vítimas ainda não foram identificadas e a polícia está investigando a motivação do crime.

Uma das vítimas, uma idosa de 65 anos, com ferimentos na cervical, foi levada ao Hospital Mário Gatti; uma outra, de 40 anos, recebeu atendimento no Hospital de Clínicas da Unicamp.

A terceira vítima também estaria em estado estável, segundo o Samu, mas não há informações sobre para qual unidade ela foi encaminhada.

(Notícia em Atualização – Por Notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Filha de João de Deus processa médium por estupro, diz site

Publicado

em

Valor da ação é de R$ 50 milhões

Uma filha do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, move uma ação contra ele no valor de R$ 50 milhões por danos morais sofridos em razão de estupro continuado. O processo de meados deste ano foi obtido com exclusividade pelo portal ‘O Antagonista’.

De acordo com a reportagem, a mulher diz que o pai é um homem bruto, cruel, violento. O advogado Marcos Eduardo Cordeiro Bocchini disse que não poderia comentar o caso pois a ação corre em segredo de justiça.

Uma fonte do MP ouvida pelo site diz que ela foi violentada quando ainda era menor de idade. Logo, o crime seria classificado como estupro de vulnerável.

O advogado de defesa de João de Deus, Alberto Toron, disse que há um vídeo em que a filha do médium retira as acusações. No entanto, ele não apresentou o material e Bocchini desconhece a existência das imagens.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Centrais sindicais protestam contra extinção do Ministério do Trabalho, nesta terça-feira

Publicado

em

Vendo a boquinha esvair-se, as centrais sindicais farão um protesto contra a extinção do Ministério do Trabalho, anunciada pelo novo governo. O ato será realizado nesta terça-feira, às 10 horas, em frente à sede da Superintendência do Trabalho de São Paulo. A Força Sindical capitania a manifestação.

Na semana passada, depois de idas e vindas, o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, confirmou a extinção do Ministério do Trabalho a partir de 1º de janeiro, quando o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assume o Executivo nacional.

Onyx explicou então que as atuais atividades da pasta serão distribuídas entre os ministérios da Justiça, da Economia e da Cidadania.

Segundo ele, tanto as concessões de cartas sindicais quanto a fiscalização das condições de trabalho ficarão a cargo da equipe de Sergio Moro (Justiça).

Sob o guarda-chuva de Paulo Guedes (Economia) e Osmar Terra (Cidadania) serão divididas as políticas de emprego, contemplando ações voltadas para o empregador e para empresários. (Por PE notícias)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending