Conecte-se Conosco

Destaque

Denúncia contra Temer deixa Brasília tensa

Publicado

em

 

Denúncia contra Temer após delação da JBS deixa Brasília ainda mais tensa. Temer é o primeiro presidente denunciado por corrupção durante mandato. Procurador afirma que a relação do presidente com a JBS é antiga.

Esta terça-feira (27) foi especialmente tensa em Brasília, que já tem vivido em altíssima tensão desde a divulgação da delação da JBS. A capital passou o dia sob o impacto da denúncia apresentada na segunda-feira (26) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer por crime de corrupção passiva.

É a primeira vez na história do Brasil que um presidente da República é denunciado por corrupção durante o exercício do mandato. Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, “com vontade livre e consciente”, o presidente da República, Michel Temer, “recebeu para si, em razão de sua função”, por intermédio de Rodrigo Rocha Loures, o valor de R$ 500 mil oferecidos pelo grupo J&F. 

Além disso, de acordo com a acusação, Michel Temer e Rocha Loures aceitaram a promessa de vantagem indevida no montante de R$ 38 milhões para atuação em defesa dos interesses da empresa.

O Ministério Público Federal reconstituiu todos os fatos, do encontro entre Joesley Batista e Michel Temer no Palácio do Jaburu, no dia 7 de março, até a entrega de uma mala com R$ 500 mil a Rodrigo Rocha Loures em São Paulo no dia 28 de abril.

Segundo o procurador-geral da República, foi no Jaburu que Joesley e Temer iniciaram tratativas delituosas. Logo “ficou evidente a intenção do denunciado Michel Temer em escamotear o encontro” ao permitir que o empresário entrasse no palácio sem dar seu nome na porta. Na conversa com o presidente, Joesley diz: “Fui chegando, eles abriram, nem dei meu nome”. Temer responde: “Ah, você não deu nome? Ótimo”.

A denúncia destaca ainda que Temer autorizou tratativas de Joesley com Rocha Loures. Ele disse que o ex-assessor era pessoa de sua mais estrita confiança. Temer diz: “O Rodrigo”. Joesley responde: “Ah, então ótimo”. Temer acrescenta: “Pode passar por meio dele, viu? (…) da minha mais estrita confiança (…)”.

Segundo o Ministério Público Federal, durante toda a negociação Rocha Loures se mostrou interessado e disponível para defender os interesses da empresa de Joesley e deixou bem claro que falava em nome de Michel Temer, com ciência dele. Os pagamentos, de acordo com Rodrigo Janot, foram combinados pelo executivo da J&F Ricardo Saud com Rocha Loures. Mesmo nessa hora, Loures foi claro ao afirmar que faria consultas ao presidente.

O procurador afirma que a relação de Temer com a JBS é antiga e cita pagamentos feitos em 2014, quando ele era vice-presidente. Um deles, de R$ 15 milhões, a pedido de Temer. Desse total, de acordo com a denúncia, R$ 3 milhões foram entregues ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, em espécie, por meio de um operador no Rio de Janeiro; R$ 2 milhões foram para Paulo Skaf, que era candidato do PMDB ao governo de São Paulo em 2014; R$ 9 milhões foram como doações oficiais ao PMDB nacional. Por fim, R$ 1 milhão foi destinado diretamente a Michel Temer. O dinheiro foi entregue, segundo o delator Ricardo Saud, a um amigo de Temer, o coronel João Batista Lima e Filho.

O empréstimo do avião particular de Joesley para que Michel Temer levasse a família a Comandatuba, na Bahia, segundo o procurador, é outro exemplo da relação próxima entre Temer e Joesley.

Na denúncia, Janot afirma que os assuntos tratados por Joesley com Temer envolviam a prática de crimes, e que na conversa no Palácio do Jaburu Joesley relatou a Temer que pagava vantagem indevida a Eduardo Cunha e corrompia um juiz e um procurador da República. 

Os investigadores dizem que estes atos devem ser objeto de uma outra denúncia, ainda em preparação, sobre o crime de obstrução de justiça. Além dessas suspeitas, Temer ainda é investigado por organização criminosa.

O procurador-geral da República pede que o presidente Michel Temer pague, no mínimo, R$ 10 milhões a título de reparação de danos, e Rocha Loures, R$ 2 milhões. Para Rodrigo Janot, eles devem ressarcir os cofres públicos por lesões à ordem econômica, à administração da justiça e à administração pública, “inclusive à respeitabilidade da presidência da República perante a sociedade brasileira”. Janot também pede a condenação de Temer à perda do cargo de presidente.

Rodrigo Janot pediu que os denunciados fossem notificados a oferecer uma resposta por escrito à acusação no prazo de 15 dias. O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, ainda não decidiu sobre esse pedido.

Uma denúncia é tão grave que, ao falar sobre a Operação Lava Jato em fevereiro, o presidente Temer disse que, caso algum ministro dele fosse denunciado, seria afastado do cargo. “Se houver denúncia, o que significa um conjunto de provas eventualmente que possam conduzir a seu acolhimento, o ministro que estiver denunciado será afastado provisoriamente. Depois, se acolhida a denúncia e aí sim a pessoa, no caso o ministro, se transforme em réu – estou mencionando os casos da Lava Jato -, se transformando em réu, o afastamento é definitivo”, disse na época.

(Da TV Globo)

Destaque

O duelo com data marcada em Serra Talhada

Publicado

em

Em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, as opiniões estão divididas para o grande clássico de outubro: Márcia Conrado (PT) contra Luciano Duque (SD). Criador e criatura vão se encontrar no ringue eleitoral. Podem comprar a pipoca, pois vai ser, no mínimo, emocionante.

O novo ingrediente foram as declarações de Marília Arraes sobre o deputado Luciano Duque na última sexta-feira (24). As críticas contundentes da vice-presidente nacional do Solidariedade foram recebidas com um misto de surpresa e indignação entre os apoiadores de Duque. A prefeita Márcia Conrado (PT), por sua vez, manteve a serenidade e seguiu com sua agenda, sem comentar publicamente o episódio.

No sábado (25), Márcia deu continuidade às suas atividades tanto na zona urbana quanto na zona rural, evidenciando uma postura, até o momento calada, frente às declarações de Marília. Entre seus aliados, o ataque foi interpretado como uma tentativa de desestabilizar Luciano Duque, mas que poderia ter o efeito contrário ao fortalecer sua base de apoio. Duque permaneceu focado em sua estratégia, enquanto seus aliados consideravam as críticas como exageradas e infundadas. O deputado não respondeu Marília, ao menos por enquanto.

Duque reafirmou sua intenção de concorrer à Prefeitura de Serra Talhada em entrevista coletiva, onde afirmou que as provocações apenas fortaleceram sua determinação. Ele subiu o tom contra a prefeita Márcia Conrado, acusando-a de tentar isolá-lo politicamente desde sua campanha para deputado estadual em 2022. Ele desafiou a gestora a um debate público, alegando que seria uma oportunidade para discutir abertamente os diferentes modelos de governança propostos para a cidade.

 

 

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Destaque

Campanha de Vacinação contra a Poliomielite é iniciada em Salgueiro

Publicado

em

Nessa segunda-feira, 27, a Secretaria de Saúde de Salgueiro iniciou a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite no município. Devem ser imunizadas crianças de 1 a 4 anos e atualizadas as cadernetas das crianças menores de 1 ano.

Pais ou responsáveis precisam procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de sua comunidade para solicitar a vacinação. A campanha segue até o dia 14 de junho, devendo abranger todo o público-alvo.

 

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Destaque

Polícia Militar recupera moto e objetos furtados em Salgueiro e prende acusado

Publicado

em

Um homem acusado de furtar uma moto Yamaha, além de um ventilador, um botijão de gás e alguns produtos alimentícios de um estabelecimento comercial, foi preso por policiais militares na noite dessa segunda-feira, 27, no bairro Divino Espírito Santo, em Salgueiro.

Os policiais tomaram conhecimento dos delitos por meio do grupo do WhatsApp do 8° BPM, fizeram diligências e localizaram o acusado na Travessa Dantas Barreto, ainda em posse da moto e do capacete que furtou. O veículo foi devolvido à vítima e o indivíduo informou onde estava o ventilador do outro furto.

Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil da cidade, sendo submetido aos procedimentos cabíveis ao caso.

Fonte: Blog Alvinho Patriota

 

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!