Conecte-se Conosco

Destaque

Hackers atacam rede interna da Câmara

Publicado

em

A suspeita é de que as senhas tenham sido descobertas com dados vazados de redes sociais

Durante o recesso parlamentar, a Câmara dos Deputados sofreu um ataque hacker que resultou no bloqueio de ao menos 50 contas da rede interna.

A suspeita é de que, por meio de cruzamento de nomes de usuários obtidos no sistema da Câmara com dados vazados de redes sociais, as senhas desses usuários tenham sido descobertas.

Procurada pela reportagem, a instituição não detalhou qual o alcance da ação. Mas técnicos explicam que o incidente pode ter atingido qualquer pessoa que tenha cadastro no sistema interno, como deputados, servidores, comissionados e terceirizados.

A reportagem teve acesso a um e-mail em que o coordenador de infraestrutura do departamento de Tecnologia, Olival Gomes Barbosa Junior, faz um alerta sobre procedimentos de segurança que foram adotados.

A mensagem foi enviada por Barbosa em 30 julho a responsáveis pela área de tecnologia. Distribuída com prioridade alta, o e-mail foi intitulado: “Incidente de Segurança: coleta de senhas da Rede Câmara – Todas as aplicações expostas na Internet são afetadas”.

Ele explica que o acesso se deu por meio de um login de um servidor já aposentado. A partir daí, a entrada em um sistema central – onde ficam armazenados dados gerais como nome, ramal e nome de usuário -permitiu a cópia desses dados.

Essas informações foram cruzadas com outras vazadas nas redes sociais. Nos casos em que as senhas coincidiram, por exemplo, foi possível acessar as contas.

A Câmara esclareceu que “cerca de 50 senhas foram bloqueadas pela suspeita de que poderiam ter sido descobertas, o que possibilitaria o acesso a contas pessoais de servidores. No entanto, não há nenhuma confirmação de que isso tenha ocorrido”.

A instituição afirma, contudo, que não houve invasão dos sistemas corporativos e nem coleta de senhas.

“A suspeita é de que tenham sido utilizadas senhas vazadas de redes sociais”, diz nota encaminhada pela assessoria.

O incidente foi encaminhado para o Departamento de Polícia Legislativa, que investiga as tentativas de invasão, mas a Casa não informou os resultados da apuração.

No e-mail ao qual a reportagem teve acesso, Barbosa diz que os acessos vieram de endereços do exterior como Irlanda, Portugal, México, Estados Unidos, Índia e Islândia, por exemplo.

A Câmara afirma que, assim como outras instituições públicas, “é um órgão visado por hackers e, com as eleições, a visibilidade tende a crescer”.

Apesar de o ocorrido ter sido no fim de julho, apenas esta semana os usuários do sistema foram alertados para alterarem sua senha. Foi estipulado o prazo desta sexta-feira (17) para que isso seja feito.

Uma mensagem de alerta foi publicada na Intranet da Câmara no dia 13 de agosto, com o título “Ditec esclarece sobre tentativas de acesso indevido a sistemas da Casa”.

O texto diz que a instituição tem reforçado investimentos em ferramentas para proteção de dados e pede que usuários troquem suas senhas para reforçá-las. Mais abaixo é informado que houve tentativas de acesso à Rede Câmara baseadas em técnicas de engenharia social, termo usado para quando há uso de persuasão em um ataque para obtenção de informações ou acessos.

Procurado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou por meio de sua assessoria que sua conta não sofreu violações.

“O Presidente da Câmara dos Deputados é regularmente informado dos incidentes de segurança que acontecem na Câmara. Todos os dias a área de tecnologia da informação identifica e bloqueia tentativas de ataques para evitar danos aos nossos sistemas, bem como preservar a integridade das nossas informações. Neste incidente, cerca de 50 contas foram atacadas e dispositivos de segurança foram implementados para interromper o “robô” que estava promovendo o ataque”, diz a nota enviada pela equipe de Maia.

Por Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Destaque

Presidente do Solidariedade é alvo de mandado de prisão da PF

Publicado

em

A Polícia Federal (PF) está cumprindo sete mandados de prisão durante a Operação Fundo do Poço, nesta quarta-feira (12/6. Um dos alvos é o presidente do partido Solidariedade, ex-Pros, Eurípedes Júnior. A operação tem como objetivo investigar uma organização criminosa responsável por desviar e se apropriar de recursos do fundo partidário nas eleições de 2022, destinados a um partido político.

Dos sete mandados de prisão preventiva expedidos, um deles é referente ao presidente do partido. Eurípedes ainda não foi preso, e a PF continua com as buscas.

A PF informou que teve indícios da existência de uma organização criminosa “estruturalmente ordenada”, com a análise de Relatórios de Inteligência Financeira e da prestações de contas de supostos candidatos.

Segundo nota da assessoria do partido, enviada ao Metrópoles, “Esses são fatos ocorridos antes da união do Pros com o Solidariedade, estamos tomando pé da situação e ainda não temos uma posição sobre os fatos”.

O grupo desviava e se apropriava de recursos do fundo partidário e eleitoral, “utilizando-se de candidaturas laranjas ao redor do país, de superfaturamento de serviços de consultoria jurídica e desvio de recursos partidários destinados à Fundação de Ordem Social (FOS) – fundação do partido”.

Por metropoles

Foto Divulgação/PROS

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Destaque

Gestor de Serrita faz live e diz que prefeitura foi impedida de organizar Missa do Vaqueiro por conta de lei aprovada por vereadores

Publicado

em

Em live realizada no Instagram nessa terça-feira, 11, o prefeito de Serrita, Aleudo Benedito, esclareceu à população serritense e da região que o governo municipal não poderá organizar a Missa do Vaqueiro deste ano por conta de uma lei aprovada na Câmara de Vereadores. A proposta define a Fundação Padre João Câncio como organizadora do evento.

O projeto, apresentado e aprovado pela oposição, que tem maioria na casa, chegou a ser vetado pelo prefeito em abril, mas o veto acabou derrubado. Desse modo, a prefeitura só pode entrar como apoiadora, através de recursos financeiros, ficando a cargo da fundação toda a organização. Pela lei, cabe à entidade compor todo o evento, desde a grade de atrações até a celebração da Missa em homenagem a Raimundo Jacó.

Durante a live, Aleudo ressaltou o sucesso da festa em 2023, que teve participação de grandes artistas, como Wesley Safadão, Simone Mendes, Nattan, Tarcísio do Acordeon e Gusttavo Lima, movimentando a economia não só de Serrita, mas de toda a região. “Foram mais de 100 mil pessoas que estavam presentes na abertura na Missa do Vaqueiro [em 2023]”, destacou o prefeito, que tenta reverter na Justiça os efeitos da lei.

Ainda segundo o gestor municipal, a prefeitura já estava articulando parcerias para a edição 2024 da festividade e tinha até reservado datas de artistas renomados, entre eles, a dupla Henrique & Juliano, Mari Fernandez, Dorgival Dantas, Flávio José, Wesley Safadão e Xand Avião.

Por Alvinho Patriota

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Destaque

Raquel Lyra retira R$ 17 milhões da assistência médica aos policiais e bombeiros militares

Publicado

em

Dois decretos assinados pela governadora Raquel Lyra, com a transferência de mais de R$ 17 milhões da assistência à saúde dos policiais e bombeiros militares para áreas administrativas da Secretaria de Defesa Social (SDS), estão sendo duramente criticados pela Associação Pernambucana de Cabos e Soldados (ACS/PE). Por outro lado, a gestão estadual alega que, mesmo com o redirecionamento de valores, o orçamento destinado à saúde dos profissionais da segurança permanece maior do que o aprovado para 2023.

Os decretos 56.749 e 56.748, publicados na edição do Diário Oficial do Estado de 6 de junho, indicam que os valores R$ 4.996.500,54 e R$ 12.096.927,96 serão destinados, entre outras finalidades, para o reaparelhamento operacional das unidades de segurança, melhoria de infraestrutura, conservação do patrimônio público da SDS e desenvolvimento de ações da Polícia Científica.

“É um golpe duro contra aqueles que dedicam suas vidas à segurança e proteção do povo pernambucano. Se de um lado, é incontestável a necessidade do cuidado com a saúde mental dos militares e pensionistas, de outro aporte, a retirada só demonstra que a saúde dos profissionais de segurança pública e pensionistas não é prioridade para o governo do Estado”, declarou o presidente da ACS/PE, Luiz Torres, em nota de repúdio divulgada à imprensa.

De fato, o adoecimento mental dos profissionais da segurança pública tem se intensificado nos últimos anos. Ou, na prática, o assunto se tornou menos tabu e mais policiais estão procurando ajuda. Somente em 2022, a Polícia Militar de Pernambuco somou 1.920 afastamentos por doenças mentais. A média diária foi de cinco dispensas ou licenças médicas.

Além disso, no mesmo ano, 4.454 PMs buscaram atendimento psiquiátrico. O efetivo no Estado é de aproximadamente 16 mil militares na ativa.

Em geral, os militares reclamam do excesso de trabalho e da pressão sofrida por causa da rotina de violência e das metas que precisam ser cumpridas.

HOSPITAL DA PM SUCATEADO

DIVULGAÇÃO
Hospital da Polícia Militar de Pernambuco – DIVULGAÇÃO

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!