Conecte-se Conosco

Esporte

Jogadores brasileiros no Irã vivem impasse após ataque dos EUA

Publicado

em

O goleiro Fernando Jesus vive há cinco anos no Irã

atacante Mazola e o goleiro Fernando de Jesus vivem o mesmo impasse. Eles deixaram o Irã para passar as festas de final de ano com a família no Brasil e agora aguardam os seus clubes darem o aval para retornar ao país onde vivem. Desde o assassinato do general iraniano Qassim Suleimani na última quinta-feira, eles não têm contato com os dirigentes das equipes onde atuam. A expectativa de ambos é embarcar ainda nesta semana.

“Estou acompanhando as notícias e esperando que a situação melhore. Torço para que tudo acabe bem e que eu possa voltar e cumprir o meu contrato que vai até o final de 2020”, disse Mazola em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo. Fernando tem conversado com companheiros de time. “Meus amigos estão treinando e enviaram mensagem dizendo que é para não ficar preocupado. Tive alguns dias de folga e espero em breve estar ao lado deles, pois já temos jogo no dia 1.º de fevereiro”.

O Campeonato Iraniano, como acontece normalmente, parou em 28 de dezembro e recomeçará no final de janeiro para a disputa do segundo turno. Os estrangeiros costumam ganhar uns dias de descanso nesse período para encontrar a família.

Ex-jogador do São Paulo, Mazola, de 30 anos, defende desde julho o Tractor Sazi, atual terceiro colocado após 16 rodadas disputadas, a quatro pontos do líder Persépolis. “O Tractor é como se fosse o Flamengo. Leva cerca de 90 mil pessoas para o estádio. Eles são apaixonados por futebol e lotam os estádios, tem jogo que fica gente pra fora”, comentou o atacante.

A semelhança com o futebol brasileiro para por aí. O jogador, que também atuou no futebol da Coreia do Sul e do Japão, estranhou bastante os primeiros meses no Irã, na pequena cidade de Tabriz, que tem pouco mais de mil habitantes. “Confesso que essa experiência é a mais difícil”, disse.

“Não pode usar bermuda, não pode tocar na mão de uma mulher para cumprimentar. Fui aprendendo sobre os costumes e me adaptando”, revelou. A adaptação de sua mulher foi ainda mais difícil. “Até quando vamos descer para almoçar ou jantar no próprio hotel ela precisa colocar calça e vestir o véu”.

Revelado pelo Duque de Caxias-RJ, Fernando, hoje com 35 anos, mudou-se para o Irã há cinco anos. O Pars Jonoubi, em 12.º lugar na tabela de classificação, é o quarto clube que defende no país. “O iraniano é um povo muito receptivo, amam o Brasil. Por isso até não acredito em guerra ou revanche (contra os Estados Unidos). Só atrapalharia ainda mais a crise que eles vem atravessando devido as sanções econômicas”.

EMBARGO ECONÔMICO – No início do ano passado, o governo Donald Trump decretou embargo econômico ao Irã. Os clubes passaram a dever salários, se endividaram e afetou especialmente quem recebia em dólar. Marco Otávio deixou em julho o cargo de técnico da seleção iraniana de futebol de areia após sete anos de trabalho e voltou para o Rio de Janeiro.

“Quando assinei contrato o dólar estava R$ 2,09. Mas saltou para R$ 13 depois das sanções. Quem tinha contrato na moeda americana passou a ter dificuldades para receber”, afirmou à reportagem. “Muitos amigos que estavam na mesma situação também retornaram”.

Foi o mesmo caso de Marco Aurélio, que comandou durante os sete últimos meses a seleção iraniana sub-20. “Meu contrato terminou no final do ano e havia a possibilidade de renovar a partir de abril. Mas além da questão política, tem o lado econômico também. A proposta não foi boa financeiramente”.

Ambos tiveram problemas com atrasos salariais. Mesmo assim Marco Otávio ainda cogita retornar ao Irã. “Lá tinha vida calma e bacana, é um lugar sem violência, um país organizado, só tem de obedecer as regras do islamismo”, comentou.

Marco Aurélio não é tão otimista assim com o país e criticou o autoritarismo do governo iraniano. “Há um mês e meio houve aumento da gasolina. Para não haver nenhuma revolta, o governo cortou a internet por uma semana”, exemplificou.

O ataque dos Estados Unidos, de certa maneira, também contribui para abafar a insatisfação do povo iraniano. Segundo Marco Aurélio, houve uma comoção do país após a morte do líder do exército. “Diante dessa situação, quem era contra, volta a apoiar o governo em torno de um inimigo em comum. Para mim, é questão de dias para haver alguma resposta aos Estados Unidos”, disse.   (POR ESTADAO CONTEUDO)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Alex Telles: Chelsea prestes a ultrapassar corrida por brasileiro

Publicado

em

Jornal Express diz que lateral esportista é prioridade para Frank Lampard

Alex Telles tem sido notícia durante as últimas semanas por alegamente estar nas contas do Paris Saint-Germain para a próxima temporada. Com o brasileiro a ser muito cobiçado, os franceses teriam estado próximos do acordo… mas terão sido ultrapassados.

Segundo escreve este domingo o jornal britânico Express, o Chelsea estará agora na liderança da corrida pelo lateral brasileiro do FC Porto. 

De acordo com o publicado, insatisfeito com as duas opções que tem para o lado esquerdo da defesa, nomeadamente Emerson e Marcos Alonso, o treinador dos blues terá feito ver a direção do clube que o esportista era a peça certa para encaixar nas suas pretensões.

Neste sentido, o clube de Stamford Bridge está agora a dar o tudo por tudo na corrida pelo atleta canarinho, sendo que, em final de contrato, o jogador terá exigido ao FC Porto 6 milhões de euros por temporada para renovar, valor que os londrinos estão dispostos a pagar. 

Por Notícias ao Minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Flamengo aposta em novo patrocínio para diminuir prejuízo

Publicado

em

Flamengo aposta em novo patrocínio para diminuir prejuízo De acordo com dados do próprio clube, a expectativa era de faturar R$ 108,7 milhões com patrocínios, publicidade e royalties nesta temporada com arrecadação

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Otimista para um desfecho para as negociações de patrocínio da Amazon, o Flamengo vê o aporte próximo da casa dos R$ 40 milhões como decisivo para o clube ao menos se aproximar da meta estipulada em orçamento. Sem o BS2, que pagará multa de R$ 2 milhões pela saída antecipada em 30 de junho, a direção vê o caminho mais livre para o acordo.

De acordo com dados do próprio clube, a expectativa era de faturar R$ 108,7 milhões com patrocínios, publicidade e royalties nesta temporada. No primeiro trimestre, a performance foi positiva, e o Flamengo embolsou R$ 29,5 milhões neste item.

Falta, portanto, uma diferença de R$ 79,2 milhões para ser arrecadada no restante da temporada. Com a volta dos públicos nos estádios totalmente indefinida, o montante tratado com a Amazon virou ainda mais importante para que a balança se equilibre com a perda de bilheteria.

Em uma conta simples, o clube superaria o que foi orçado caso repetisse o desempenho dos primeiros três meses, mas a pandemia da Covid-19 não estava nos cálculos e nos planos rubro-negros.

Ainda não houve a readequação orçamentária dessas receitas, mas é certo que os números terão de cair um pouco. Dada a retração da economia, o dinheiro vai rarear nos próximos tempos.

Apesar destas prováveis perdas, o Flamengo adota um tom otimista não só nas negociações com a gigante norte-americana de streaming, mas também em relação às tratativas com interessados em estampar as mangas camisa e os shorts, espaços que ficaram vagos com a saída do Azeite Royal.

Embora o cenário econômico seja delicado, o clube aposta em seu time campeão para atrair os investidores. Os nomes são mantidos em sigilo, mas há conversas em curso.

Para acelerar estas tratativas, o time rubro-negro sabe que a volta da transmissão de partidas e a retomada normal das atividades é fundamental para a exposição. Com sua marca novamente em evidência, o clube crê que irá seduzir com mais facilidade futuros parceiros.

Por Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Ex-presidente do Barcelona quer Neymar volte ao time

Publicado

em

Rosell diz que brasileiro é o 2º melhor do mundo, atrás só de Messi

Messi, Cristiano Ronaldo ou Neymar? Quem é o melhor jogador do mundo? Para o ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, a resposta é Messi. Logo em seguida, vem o craque brasileiro. Em entrevista ao programa El Partidazo, da rádio espanhola Cope Madrid, Rosell afirma que, se fosse o atual mandatário do clube catalão, tentaria “repatriar” Neymar.

“Se eu fosse o presidente do Barcelona tentaria contratá-lo. Eu gosto muito dele, pra mim é o melhor jogador do mundo depois de Messi. Acho que é um jogador que encaixa perfeitamente com a filosofia do clube.

Neymar vem ganhando destaque nas páginas da imprensa europeia por, supostamente, ter negado a proposta de redução de seu salário. Isto poderia ser uma forma de pressionar o PSG a iniciar uma nova negociação com brasileiro para que ele possa retornar à Catalunha.

Apesar do encanto por tudo que o brasileiro faz dentro de campo, Sandro Rosell admitiu que faria um acordo especial com Neymar.

“Agora, com experiência, contrataria, mas com dois contratos:  um esportivo e outro de comportamento”.

Sandro Rosell foi presidente do Barcelona entre os anos de 2010 e 2014. Ele renunciou ao cargo em janeiro de 2014, justamente após ter sido acusado de fraude fiscal na contratação de Neymar. Rosell foi inocentado depois de acordo com a Justiça para que o clube catalão assumisse a pena como pessoa jurídica.

Em maio de 2017, Sandro Rosell foi detido acusado de lavagem de dinheiro em venda de direitos televisivos da Seleção Brasileira. Na ocasião, ele era presidente da Alianto Marketing, antes de assumir a direção do Barcelona. Rosell passou 645 dias em prisão preventiva até ser absolvido em abril de 2019.

Sandro Rosell lançou o livro “Um forte abraço: seiscentos e quarenta e cinco dias e noites”, relatando seu período na prisão. Em entrevista rádio Cope Madrid, perguntado se todos deveriam passar por uma experiência na prisão, o ex-presidente do Barcelona respondeu.

“Sobretudo quem manda as pessoas à prisão. Assim se dariam conta de que, às vezes, antes de tomar esta decisão, tem que se pensar muito. Apesar de ser uma experiência vital e que você se descobre e se redescobre, inclusive em sua parte espiritual que você não conhecia, tem experiências que não teria se não estivesse na prisão, é um lugar ruim. Não se pode definir que seja um lugar bom, não é verdade. Quando te privam de sua liberdade, é ruim. Ninguém pode dizer que é um lugar bom, isto é impossível”.

No âmbito esportivo, além de falar sobre Neymar, Rosell afirmou que não pagaria 111 milhões de euros por Lautaro Martínez e, se fosse presidente do Barcelona, tentaria fazer uma troca por dois jogadores do time catalão. Com informações da Agência Brasil

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending