Conecte-se Conosco

Saúde

O seu filho usa o celular antes de dormir? Conheça todos os riscos

Publicado

em

 

Os dispositivos móveis são como uma extensão do corpo humano das crianças. De manhã à noite, vivem ‘agarradas’ aos gadgets, desligando-se quase por completo do mundo real. Mas sabe que consequências isso pode trazer?.

Nos dias que correm, são raras as crianças que não têm um smartphone, um tablet, um console, um relógio inteligente. Ainda antes de conseguirem pronunciar corretamente a primeira frase, eis que o ‘dedinho’ faz já scroll nas mais variadas aplicações instaladas e nos inúmeros vídeos de desenhos animados que o YouTube disponibiliza. As crianças parecem já nascerem ensinadas a mexer em novas tecnologias, mas isso tem consequências bem mais graves do que a maioria dos pais pensa.

Apesar do uso de dispositivos móveis ser uma constante ao longo do dia, é à noite que o impacto parece ser mais nocivo na saúde das crianças. O alerta é dado pela Universidade King’s College, em Londres.

Após ter analisado mais de 152 mil crianças e jovens entre os seis e os 19 anos e oriundas de vários países, os cientistas britânicos concluíram que o uso de gadgets à noite não só prejudica a qualidade do sono, como pode mesmo servir de trampolim para patologias como a obesidade e a depressão infantil. O processamento da memória fica limitado e o risco de mau comportamento e incapacidade de manter a atenção é também uma realidade.

Na prática, destaca a BBC, o estudo notou ainda que o ‘simples’ uso de um celular todas as noites antes de dormir é suficiente para enfraquecer o sistema imunológico e para deixar as crianças e os jovens à mercê de um crescimento atrofiado.

A longo prazo, o uso diário deste tipo de equipamentos à noite é ainda capaz de interferir com os bons níveis hormonais, sendo que baixa consideravelmente a produção de três das mais fundamentais: melatonina (que prepara o corpo para o sono), leptina (que promove a sensação de saciedade) e GH (hormônio libertado durante o sono e que estimula o bom crescimento). Por seu turno, se os níveis destes hormônios caem, a produção de cortisol (hormônio do estresse) sobre consideravelmente, comprometendo não só a estabilidade emocional, como deixando também a criança e o jovem à mercê de estados de ansiedade e nervosismo. Além disso, os elevados níveis de cortisol estão ainda associados a um aumento dos marcadores inflamatórios, podendo dar origem a uma infinidade de doenças.

Um dos grandes culpados para o efeito negativo que os dispositivos móveis têm na saúde das crianças e jovens (e dos adultos também, sejamos honestos) é a tela e a luz que este emite. Dizem os investigadores do King’s College que a luz e os estímulos por ela emitidos deixam o cérebro em estado de alerta quando, na verdade, deveria estar ‘calmo’ e preparado para dormir.

Mas não só: a intensidade da luz – a ‘luz azul’ – é capaz de interferir com o relógio circadiano(desregulando os hormônios e o bom funcionamento do organismo) e dificulta a capacidade de adormecer facilmente.

Como não poderia deixar de ser, o tipo de conteúdo que a criança e o jovem assiste antes de dormir pode também afetar a boa qualidade do sono, estando mais do que provado de que as redes sociais estimulam a ansiedade e os sentimentos depressivos, até mesmo nos adultos.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

 

Siga-nos em nossas redes sociais no FacebookTwitter,  InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para a redação do Blog do Silva Lima por e-mail: blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Saúde

Notificações de arboviroses aumentam 143% em Pernambuco

Publicado

em

Pernambuco também registrou aumento das notificações de casos de arboviroses – dengue, zika e chicungunha. São 143,14% a mais, de janeiro a agosto de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado.

Composta por 10 cidades, todas no Sertão do Estado, a XI Gerência Regional de Saúde (Geres) foi a área que apresentou maior crescimento no número de notificações, um aumento de 1.914%. No Recife, os casos suspeitos cresceram 37,4%.

Os dados compreendem o período de 30 de dezembro de 2018 a 3 de agosto de 2019 e mostram uma crescente nas notificações. As Geres que mais alavancaram as estatísticas são as formadas majoritariamente por municípios do Sertão.

De acordo com a gerente do Programa Estadual de Controle das Arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Claudenice Pontes, a incidência na região está relacionada a surtos anteriores das arboviroses. “As áreas que não tiveram transmissão nos antes são as que mais estão notificando casos. Como na Região Metropolitana, por exemplo, já houve surto, as pessoas estão mais imunizadas”, explica.

A mesma lógica se repete quando analisada a faixa etária. Segundo Claudenice, pessoas de até 19 anos estão mais vulneráveis às arboviroses por não terem tido contato anterior com os vírus. (Do JC Online)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Os vilões do estômago: seis hábitos que atrapalham a digestão

Publicado

em

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Redes sociais não fazem mal, desde que não substituam atividades mais saudáveis, diz estudo

Publicado

em

Continue lendo
Propaganda  

Trending