Conecte-se Conosco

Saúde

Perda de olfato pode indicar infecção pelo novo coronavírus

Publicado

em

Na Alemanha, foi relatado que mais de 2 a cada 3 casos confirmados da infecção pelo vírus desenvolveram anosmia ou a hiposmia (nomes dados para a perda total e parcial do olfato, respectivamente)

perda total ou parcial do olfato pode ser o primeiro sinal da infecção pelo novo coronavírus. Médicos de países como China, Alemanha, Itália e França estão acendendo esse alerta após observação de seus pacientes com Covid-19.

Em um comunicado, a Associação Britânica de Otorrinolaringologia (Entuk) e a Sociedade Britânica de Rinologia disseram que o número de pacientes que desenvolveram o sintoma em diferentes países é significativo.

Na Alemanha, foi relatado que mais de 2 a cada 3 casos confirmados da infecção pelo vírus desenvolveram anosmia ou a hiposmia (nomes dados para a perda total e parcial do olfato, respectivamente).

Na Coreia do Sul, onde os testes foram mais frequentes, cerca de 30% dos pacientes com o novo coronavírus relataram o sintoma, diz o comunicado.

O jogador de basquete Rudy Gobert, que joga pelo Utah Jazz na NBA (principal liga profissional de basquete dos Estados Unidos), disse em rede social no domingo (22) que estava com o sintoma. Gobert teve confirmação da Covid-19 em meados de março; logo depois, a NBA anunciou a paralisação.

“A perda do olfato e do paladar definitivamente é um dos sintomas, não consigo sentir o cheiro de nada nos últimos quatro dias”, disse o jogador na publicação.

A Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia (SBORL) também publicou um documento com orientações para os médicos. O texto diz que a ocorrência súbita da falta de olfato desacompanhada do congestionamento nasal, frequente em gripes e resfriados comuns, por exemplo, talvez possa indicar infecção pelo novo coronavírus.Para esses casos, a entidade sugere isolamento em casa por 14 dias.

De acordo com Geraldo Druck Sant’Anna, diretor-presidente da SBORL, uma equipe de membros da instituição se reuniu para fazer uma revisão dos relatos que estavam aparecendo pelo mundo e juntar evidências. “Não temos um número de casos suficiente para dizer se isso é uma verdade absoluta. A doença é nova e ainda estamos aprendendo sobre ela, mas essa é uma recomendação prudente”, disse.

Anosmia e hiposmia acontecem normalmente em gripes e resfriados comuns, explica a médica otorrinolaringologista Maura Neves. “Mas, nos relatos sobre a Covid-19, a anosmia tem acontecido sem a presença de outros sintomas, ou antes de outros sintomas, como a febre e a dificuldade para respirar”, diz.

O isolamento nessa fase inicial da infecção é uma das maneiras de combater a rápida expansão do vírus, afirmam os médicos. O microrganismo pode se alojar no trato respiratório superior (laringe, faringe e traqueia) e é possível que o infectado fique sem sintomas por cerca de dez dias. Sem sintomas, essa pessoa pode espalhar o vírus mais rápido, porque não fica em repouso ou isolamento.

“Como muitos contaminados permanecem saudáveis, esse sintoma pode acabar passando despercebido”, acrescenta Neves. A perda de paladar também pode aparecer, já que são sistemas conectados, diz a médica.

“Se o paciente notou perda de olfato e paladar, mas não tem febre ou outros sintomas respiratórios, como tosse, falta de ar e congestionamento nasal, recomendo que fique em casa”, afirma a médica, que disse já ter ouvido relatos de pacientes que atende com o sintoma.

Por Folhapress

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Saúde

Covid-19 pode continuar ativo no organismo após sintomas desaparecerem

Publicado

em

Veja o que dizem os especialistas sobre esta nova descoberta

Uma nova pesquisa realizada por investigadores da prestigiada Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e pelo Hospital Geral Chinês, na China, aponta que metade dos pacientes tratados do Covid-19 ainda podem ter o coronavírus ativo no organismo por até oito dias após os sintomas desaparecerem.

Devido aos resultados da nova pesquisa, médicos e cientistas sugerem que o período de quarentena de quem teve a doença deve ser alargado além das duas semanas.  

A pesquisa foi publicada no periódico científico American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, e divulgada pela revista Galileu. 

Para o estudo, os investigadores examinaram 16 casos de doentes com idades em torno dos 35 anos que haviam sido infectados pelo Sars-coV-2, mas que já estavam curados e tinham recebido alta do hospital. Os cientistas recolheram amostras de secreções da garganta dos voluntários em dias alternados de modo a analisarem se estavam de fato curados.

“A descoberta mais significativa de nosso estudo é que metade dos pacientes continuava a expurgar o vírus mesmo após os sintomas cessarem”, afirma Lokesh Sharma, um dos autores do estudo, num comunicado emitido à imprensa. 

“Se experienciou sintomas respiratórios ligeiros e ficou em casa para não infectar ninguém, então prologue a quarentena por mais duas semanas após a recuperação para ter a certeza que não infectará realmente outras pessoas”, aconselha Lixin Xie, médico e professor da Faculdade de Medicina Pulmonar e Intensiva do Hospital Geral Chinês, que também integrou o estudo. 

Os investigadores transmitiram ainda uma mensagem para a comunidade médica: “os pacientes com Covid-19 podem ser infecciosos mesmo após a recuperação sintomática; portanto, trate os pacientes assintomáticos/recentemente recuperados com o mesmo cuidado que os pacientes sintomáticos”.  (POR NOTÍCIAS AO MINUTO)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Serra Talhada tem novo caso suspeito de Coronavírus (Covid-19)

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde de Serra Talhada foi informada, nesta quarta-feira (01), que um paciente do sexo masculino, de 86 anos, deu entrada no Hospital Professor Agamenon Magalhães – HOSPAM, com sintomas semelhantes à Covid-19.

De acordo com as informações, o paciente apresentou sintomas no último dia 28. O paciente fica sob suspeição aguardando o resultado laboratorial.

Até o momento Serra Talhada tem 01 caso em investigação, 04 casos descartados e nenhum caso confirmado do novo coronavírus.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Sobe para oito o número de mortes pelo novo coronavírus em Pernambuco

Publicado

em

Informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quarta-feira (1º)

Sobe para oito o número de mortes causadas pelo novo coronavírus em Pernambuco. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quarta-feira (1º). Além disso, a pasta informou também que já são 95 pessoas que tiveram diagnóstico de covid-19 no Estado.

De acordo com a SES, dos oito novos casos confirmados no Estado, quatro são do sexo masculino, com idades entre 45 e 74 anos; e quatro são do sexo feminino, com idades entre 28 e 87 anos. Dos pacientes, sete são residentes do Recife e um de Aliança, na Zona da Mata de Pernambuco. Até o momento, 23 pacientes diagnosticados com a doença estão internados, sendo 14 em UTI/UCI e 9 em leitos de isolamento. Outros 50 estão em isolamento domiciliar e 14 estão curados.

Até agora, os 95 casos confirmados estão distribuídos nos seguintes municípios: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Palmares, Belo Jardim, Caruaru, Petrolina, Ipubi, Goiana e Aliança, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Em relação aos dois novos óbitos da doença, as vítimas são dois homens, um de 64 e outro de 81 anos, residentes de Recife e Olinda, respectivamente. Eles estavam internados em unidades de saúde públicas. Segundo a SES-PE, o paciente de 64 anos tinha histórico de diabetes e hipertensão, além de ter passado por um transplante renal há dez anos. Os sintomas apresentados foram> tosse, desconforto respiratório e cefaleia. Ele foi admitido no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), localizado na área central do Recife, no dia 21 de março. O paciente faleceu nessa terça-feira (31).

Já o paciente de 81 anos foi socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 25 de março. Ele chegou ao local com dificuldade para respirar e quadro de desorientação, além de relato de febre e tosse nos últimos dias. O idoso tinha mal de Parkinson e sofreu uma parada cardiorrespiratória. (JC Online)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending