Conecte-se Conosco

Pernambuco

Procon-PE constata aumento de R$ 10,62 na cesta básica de setembro

Publicado

em

Houve um aumento de 1,91% no valor da Cesta Básica na Região Metropolitana do Recife, para o mês de setembro, segundo uma pesquisa realizada durante os dias 20 à 25 de setembro de 2021, pelo Procon Pernambuco. De acordo com órgão ligado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), o valor foi de R$ 555,78 no mês de agosto, para R$ 566,40, impactando em 51,49% sobre o valor do salário mínimo do consumidor pernambucano.
“Todo instrumento que ajuda a população a economizar neste momento é muito válido. A pesquisa da cesta básica do Procon Pernambuco é uma prioridade do governo Paulo Câmara”, diz o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Em comparação à pesquisa do Procon-PE realizada em setembro do ano passado (2020), a cesta básica custava R$ 449,22, o que impactava 42,99% no salário mínimo. De um ano para o outro, o aumento chega a custar R$ 117,18, equivalente a 26,09%. Durante esse período, o leite em pó integral teve um aumento de preço de 84,34%. Cerca de 200 gramas do produto custava R$ 2,49 em 2020, mas esse ano passou para R$ 4,59. Outro destaque de sobrepreço foi o quilo do frango inteiro, que saiu de R$ 4,95 para R$ 8,89, apresentando um aumento de 79,60%.

O Procon-PE também destacou que, conforme apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em setembro deste ano dispõe do maior resultado desde o início do Plano Renal, há 27 anos. Em setembro de 2020, o resultado havia sido de 0,64%, para esse ano, ele chega a 1,16%. O aumento do IPCA também afetou no Grande Recife, onde neste mês atingiu 1,10%, representando o maior índice do ano. O IBGE ressalta que dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados por eles, oito tiveram alta em setembro. O grupo de alimentação e bebidas chegam com aumento de 1,02%.

A pesquisa
Para pesquisa de setembro de 2021, a equipe da gerência de fiscalização do Procon-PE avaliaram 27 itens da cesta em 54 supermercados, entre alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal. Em comparativo do mês agosto para setembro, 17 produtos apresentaram aumento no valor, destacamos estes: açúcar cristal (39,91%), passou de R$ 2,28 para R$ 3,19; café em pó (29,53%), era R$ 3,59 foi para R$ 4,65; frango inteiro (27,18%) custava R$ 6,99, agora chega ao valor de R$ 8,89. Já dos 5 itens que apresentaram uma redução do valor, tivemos: feijão mulatinho ou carioca (-17,44%), custava R$ 4,79 e agora custa R$ 4,78; o quilo da cebola (-17,75%) reduziu de R$ 1,69 para R$ 1,39; e a carne bovina de segunda (-6,67%), foi de R$ 19,80 para R$ 18,48. Já cinco produtos continuaram com o mesmo valor.

Outras regiões
Além da Região Metropolitana do Recife, a pesquisa é realizada nos municípios de Goiana, Vitória do Santo Antão e Gravatá. Entre as cidades, o menor valor da cesta básica foi encontrado em Vitória, na Zona da Mata do Estado, por R$ 518,08. No site do Procon-PE é possível identificar uma listagem com estabelecimentos e endereços onde o produto poderá ser encontrado com um preço mais acessível, basta acessar o site do órgão: www.procon.pe.gov.br.

Por:diario de pernambuco

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Pernambuco

Comprovante de vacinação será exigido em atendimentos do Detran

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), passa a exigir comprovante de vacinação contra a Covid-19, a partir desta segunda (6) para acesso ao órgão. Conforme o Decreto 51.864 publicado no dia  30 de novembro deste ano, é válido como comprovante de vacinação o documento emitido pelo Conecta SUS ou cartão da Secretaria Estadual de Saúde e secretarias municipais de saúde.

Também são considerados válidos os comprovantes expedidos por outro órgão governamental nacional ou estrangeiro, constando o registro da aplicação da vacina, de acordo com o calendário estabelecido pela Secretaria Estadual de Saúde. Atualmente os atendimentos no Detran-PE só ocorrem mediante agendamento no site www.detran.pe.gov.br.

Para ter acesso ao órgão será necessário apresentar, além do comprovante de vacinação, um documento de identificação com foto. Esse procedimento será observado para a solicitação e recebimento de documentação, além da realização de exames teóricos e práticos para aquisição da Carteira Nacional de Habilitação. A medida também vale para as lojas dos shoppings, Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretran) do estado e postos de atendimento do Detran-PE.

Por:Diario de Pernambuco

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Pernambuco

Festas de Natal e réveillon podem ser realizadas sem controle de esquema vacinal contra Covid para até 300 pessoas, diz governo

Publicado

em

As festas de Natal e réveillon em Pernambuco, segundo o governo, podem ser realizadas para o público de, no máximo, 300 pessoas sem que seja necessária o controle do esquema vacinal completo. Caso a quantidade de pessoas ultrapasse esse limite, será necessário um esquema para comprovar que os participantes tomaram as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Os detalhes sobre os eventos de fim de ano foram dados pelo secretário de Saúde, André Longo, em entrevista coletiva, no palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, no Centro do Recife.

Longo afirmou que o cenário “é positivo” e houve “avanços”. Por isso, não haverá restrição de eventos públicos, mas o governo pede que as “pessoas usem máscaras”.

O gestor disse que “não é recomendável fazer eventos com mais de 300 pessoas que não seja controlado apenas para pessoas vacinadas”. Ele reforçou que também é preciso usar máscaras e manter o distanciamento.

“A gente espera que os municípios sigam essas recomendações. Pode ter uma missa, alguns eventos, desde que sigamos os protocolos. Então, é possível ter um evento natalino sim, com luzes, desde que não se promova aglomeração, que se mantenha o uso da máscara. É preciso que as pessoas ajudem com seu comportamento, que evite o comportamento de risco”, destacou.

Ainda segundo o secretário, é preciso que as pessoas entendam que a pandemia continua e que os cuidados como distanciamento e uso de máscara são necessários. Ele descartou completamente a possibilidade da liberação do uso de proteção em locais abertos.

André Longo ressaltou que é possível fazer um evento no Natal ou réveillon, desde que a prefeitura ou órgão que promover o evento se comprometa em garantir o máximo de segurança sanitária naquele espaço onde ele será realizado.

“A gente sabe que as pessoas estão querendo consumir entretenimento. Não achamos que seja um pecado, mas para quem tomou suas duas doses, eventualmente até a dose de reforço. O melhor amigo do vírus é o entretenimento desorganizado, a falta de cuidado. Especialmente quando estamos vivendo a introdução de uma nova variante, que traz incerteza”, disse.

Antes das recomendações do governo, municípios se adiantaram e descartaram a realização de eventos.

Por: PE notícias

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Pernambuco

Pernambuco decide não liberar uso de máscara ao atingir 80% da população vacinada

Publicado

em

Pernambuco voltou atrás na decisão de liberar o uso de máscara ao atingir 80% da população vacinada, como estava previsto e vinha sendo comentado pelo secretário de Saúde do Estado, André Longo, que contou a novidade em coletiva realizada nesta quinta-feira (02). O secretário pontuou o avanço de casos da nova variante Ômicron na Europa, que já há casos registrados no Brasil.

“É impossível impedir a circulação e surgimento dessas novas variantes. Já temos relatos no Brasil, mas precisamos estar atentos porque os cuidados precisam ser os mesmos. Aquela ideia de que seria possível abolir o uso de máscara quando chegasse a 80% da cobertura vacinal caiu por terra com o que está acontecendo na Europa. Não há mais condições de fazer isso com segurança, Pernambuco não trabalha mais com esse cenário. Precisamos que a população intensifique os cuidados”, anunciou André Longo.

Em critica ao governo federal, o secretário explicou que o Estado defende que haja maior controle nos aeroportos, mas acaba sendo dificultado porque o trabalho é feito pelo Executivo nacional. “Temos defendido que haja maior rigor e controle nos aeroportos através do passaporte vacinal, mas há uma resistência [do governo federal] de implantar o passaporte vacinal para estrangeiros. Entendemos que é uma medida fundamental que infelizmente não cabe aos estados”, afirmou.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending