Conecte-se Conosco

Esporte

Santa Cruz faz amistoso com sabor de Série A

Publicado

em

Após duas semanas de pré-temporada, o Santa Cruz encara o seu primeiro desafio no ano de 2016, a Taça Chico Science, contra o Flamengo, hoje, às 11h, no Arruda. No ano passado, a equipe pernambucana acabou perdendo a primeira edição do amistoso para o Zalgiris Vilnius, da Lituânia.
O desafio é visto como um teste à altura para o que virá pela frente, na Primeira Divisão, além do Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste. Além disso, o duelo contra os rubro-negros será a chance de matar a saudade do time, que entrou em campo pela última vez há 57 dias, quando se despediu da Série B do Brasileirão com o vice-campeonato.

Para a partida, o técnico Marcelo Martelotte deve adotar a mesma postura ofensiva do ano passado. Da equipe que venceu o Vitória-BA por 3×1, na última rodada da Segundona, a única alteração entre os titulares será a entrada de Raniel no lugar de Luisinho, transferido para o Bahia.
A tendência é que o Santa Cruz continue sendo escalado com apenas um volante, dois meias e três homens de frente. Com isso, o time tricolor entra em campo com: Tiago Cardoso; Vitor, Alemão, Danny Moraes e Allan Vieira; Wellington Cézar, Daniel Costa e João Paulo; Lelê, Raniel e Grafite.

“É um jogo grande. O Flamengo é uma força no futebol brasileiro. Acredito que o estádio vai estar lotado e o clima de amistoso vai se perder um pouco. Apesar da partida não valer pontos, muita gente considera essa partida como o primeiro desafio do ano”, disse o meio-campo João Paulo, principal destaque da equipe tricolor na última temporada.

O confronto entre Santa Cruz e Flamengo também marcará o reencontro pessoal entre duas referências: o atacante Grafite e o técnico Muricy Ramalho. O hoje treinador do rubro-negro era o comandante do atacante em 2001, na sua primeira passagem pelo Arruda.

“Vai ser um grande duelo. Primeiro, será um Santa Cruz e Flamengo. Da última vez nos enfrentamos, estávamos na Primeira Divisão e levamos a melhor. Será uma honra jogar contra jogadores do nível do Guerrero e rever o Muricy Ramalho também, que me ajudou muito no início da carreira”, disse o camisa 23.

FLAMENGO
Após perder nos pênaltis a Taça Asa Branca para o Ceará (após 3×3 no tempo normal), na última quinta, o Flamengo espera ter um novo desfecho contra mais um adversário nordestino.

Promovendo uma série de rodízios no time, Muricy Ramalho, velho conhecido da torcida pernambucana, deve promover a entrada do meia argentino Mancuello, principal reforço neste início de ano, além do atacante Marcelo Cirino.

Ficha do jogo:

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vitor, Alemão, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar, Daniel Costa e João Paulo; Lelê, Raniel e Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Flamengo: Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Marcelo Cirino e Mancuello; Emerson e Paolo Guerreiro. Técnico: Muricy Ramalho.

Local: Estádio do Arruda. Árbitro: Gilberto Castro Júnior. Assistentes: Charles Rosas e Aldir Pereira. Ingressos: R$ 30 (arquibancada superior); R$ 40 (arquibancada inferior); R$ 15 (sócio e estudante).

Por Haim Ferreira, do Jornal do Commercio
hferreira@jc.com.br

Esporte

‘Chegarei com toda a força’, diz Cuca sobre desafio no São Paulo

Publicado

em

Treinador passa por tratamento cardiológico e depende da liberação médica para voltar ao dia a dia do futebol

Em seu primeiro pronunciamento como técnico do São Paulo, Cuca, oficializado pela diretoria na última quinta-feira, em seguida ao anúncio de que André Jardine não seguiria no cargo, comentou ao site oficial do clube sobre a expectativa de iniciar o quanto antes sua segunda passagem pelo Morumbi – na anterior, em 2004, ele chegou à semifinal da Copa Libertadores.

O treinador passa por tratamento cardiológico e depende da liberação médica para voltar ao dia a dia do futebol. Na quinta-feira, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, revelou uma hipotética data, segundo o próprio, informada a ele por Cuca: 15 de abril. Mas o prazo pode se estender, dependendo da evolução da recuperação. Em dezembro, o técnico foi submetido a uma cirurgia porque apresentava quadro de entupimento arterial.

“Minha vontade era de me apresentar agora, mas ainda não fui liberado pelo meu médico e terei de continuar com o tratamento aqui em Curitiba. Enquanto esses dois meses não chegam, estarei me preparando ainda mais para desenvolver meu trabalho”, afirmou Cuca, que terá mais uma vez a parceria se seu irmão, Cuquinha, como auxiliar. Ele vai começar a trabalhar antes, até para ajudar na transição futura.

Enquanto Cuca não puder trabalhar, a equipe será dirigida por Vagner Mancini, que é coordenador de futebol do São Paulo desde o início deste ano. “Quero agradecer ao Mancini, porque todos sabemos que ele chegou ao São Paulo para exercer outra função, de coordenador, e ele só está assumindo o time de forma interina pelo nosso bem, especialmente pelo bem do São Paulo”, comentou o treinador. “Eu já tinha uma admiração grande por ele, e agora essa atitude só reforça o meu apreço. Estou muito feliz por esse desfecho e desejo ao Mancini e aos atletas toda a sorte do mundo no clássico contra o Corinthians no domingo. Estarei na torcida.”

Em sua primeira passagem pelo São Paulo, em 2004, Cuca comandou o time em 51 jogos: 30 vitórias, oito empates e 13 derrotas (64,05% de aproveitamento). Semifinalista da Libertadores daquele ano, foi um dos responsáveis pela montagem do elenco que fez história na temporada seguinte com os títulos continental, do Mundial de Clubes e do Campeonato Paulista.

“Tenho um carinho muito grande pelo São Paulo, desde 2004. Agradeço a todos, especialmente à diretoria são-paulina, pela compreensão e também pela decisão de esperar pela minha plena recuperação. Chegarei com toda a força para ajudar o clube a cumprir com todos os objetivos”, finalizou.

(Por Esporte ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Corinthians se salva com gol no fim e empata com o Racing na ‘Sula’

Publicado

em

O Corinthians voltará a enfrentar o Racing no dia 27, na Argentina, e precisará fazer gols. Um empate por 0 a 0 dá a classificação aos “hermanos”

Em sua estreia na Copa Sul-Americana de 2019, o Corinthians passou a maior parte do tempo atrás do Racing (ARG) no placar, mas conseguiu balançar as redes no fim e ficou no empate em 1 a 1, na quinta-feira (14), no Itaquerão.

Andrés Rios abriu o placar para os argentinos aos 22 minutos do primeiro tempo, após passar facilmente pelo zagueiro Manoel e chutar sem chances para o goleiro Cássio.

Ao longo do jogo, as duas equipes tiveram a chance de marcar, mas o gol só saiu no fim, e foi do time da casa. Gustavo cabeceou para empatar em 1 a 1, após cruzamento de Sornoza. Foi o sexto gol dele no ano.

O Corinthians voltará a enfrentar o Racing no dia 27, na Argentina, e precisará fazer gols. Um empate por 0 a 0 dá a classificação aos “hermanos”. Até lá, terá dois compromissos, entre eles um clássico, no domingo (17), contra o São Paulo, no mesmo Itaquerão.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Manoel, Henrique, Carlos Augusto; Ralf, Ramiro (Clayson), Sornoza, Jadson (Pedrinho), Vagner Love (Sérgio Díaz); Gustavo. T.: Fábio Carille.

RACING

Arias; Saravia, Sigali, Domínguez, Pillud; Díaz, Solari, Cardozo, Ojeda, Andrés Ríos (Guillermo Fernández); Cvitanich (Cristaldo). T.: Eduardo Coudet.

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo

Público pagante: 23.941 (total de 24.237)

Renda: 935.243,00

Juiz: Victor Carrillo (PER)

Cartões Amarelos: Vagner Love, Ramiro (Corinthians); Saravia, Cardozo, Solari (Racing)

Gols: Andrés Ríos, aos 22min do primeiro tempo (Racing); Gustavo, aos 42 minutos do segundo tempo (Corinthians).

(Por Notícias ao minuto)

 

Continue lendo

Esporte

Prefeitura manda Flamengo fechar CT, mas clube não informa se cumpre

Publicado

em

Objetivo seria cumprir a ordem de 2017 de interdição

Durante reunião com autoridades públicas, a Prefeitura do Rio mandou que o Flamengo feche CT do Ninho do Urubu, que sofreu incêndio e vitimou dez jovens. O objetivo seria cumprir a ordem de 2017 de interdição. Presente, o vice-presidente do Flamengo Rodrigo Dunshee de Abranches não respondeu se fechará o local.

O Ministério Público Estadual do Rio enviou à promotoria de urbanismo a decisão para entrar com uma ação judicial para fechar o centro de treinamento. O local não tem alvará de bombeiros e por isso está irregular.

A promotora da infância Denise Vidal confirmou que na reunião houve o pedido de fechar completamente o CT. Se isso não ocorrer, o MP vai atuar pela área de urbanismo.

Questionado, o vice do Flamengo afirmou que “a licença é colateral”. Disse que uma reunião de segunda-feira vai decidir se fecha o local. Segundo ele, a questão está sub júdice.

Como o CT está aberto desde 2017 mesmo com interdição, é possível que o clube mantenha o complexo aberto. Durante a semana, a justiça fechou o local para menores, mas não atendeu o pedido do MP para fechar completamente.

Alguns setores já haviam sido interditados por por ordem de auditores fiscais do trabalho que encontraram problemas nas instalações elétricas. A perícia ocorreu na última quarta-feira reunindo Ministério Público Estadual, corpo de bombeiros, auditores fiscais do trabalho, entre outros órgãos. Foi permitido que o centro de treinamento continuasse a funcionar até esta sexta-feira.

(Por Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending