Conecte-se Conosco

Esporte

Santos bate Guarani e conquista primeira vitória com Jesualdo

Publicado

em

O time alvinegro sofreu bastante, mas derrotou o Guarani por 2 a 1, no Brinco de Ouro

técnico Jesualdo Ferreira conquistou sua primeira vitória no comando do Santos. Nesta segunda-feira, no fechamento da segunda rodada do Campeonato Paulista, o time alvinegro sofreu bastante, mas derrotou o Guarani por 2 a 1, no Brinco de Ouro, em Campinas, com um gol contra aos 47 minutos do segundo tempo.

Arthur Gomes abriu o placar na etapa inicial. Mesmo depois da expulsão de Lucas Abreu logo no começo do segundo tempo, o Guarani chegou ao empate com Rafael Costa e, no fim, o Santos contou com uma infelicidade de Pablo para comemorar o primeiro triunfo sob o comando do treinador português.

Com o resultado positivo, o Santos, que havia empatado na estreia com Red Bull Bragantino, chegou aos quatro pontos e está na liderança do Grupo A. Ponte Preta e Oeste somam três pontos. O Água Santa perdeu os dois jogos. Já o Guarani continua com três pontos, na segunda colocação do Grupo D, o mesmo liderado pelo Corinthians.

Sem Marinho e Kaio Jorge, lesionados, Jesualdo escolheu Arthur Gomes e Raniel para começarem o segundo jogo da temporada. O desenho tático era o mesmo da estreia, no empate com o Red Bull Bragantino, com Eduardo Sasha mais centralizado e os outros dois atacantes posicionados pelos lados do campo.

Outra aspecto idêntico ao primeiro jogo era o comportamento em campo. O Santos era muito lento na transição da defesa para o ataque, demorando demais para sair de trás e construir suas jogadas. Na primeira vez em que acelerou o jogo, aos 21 minutos, fez o gol. Sasha tocou na esquerda para Felipe Jonatan, que cruzou na área. Arthur Gomes desviou de cabeça longe do alcance do goleiro Jefferson Paulino.

O gol mudou o cenário da partida. Em vantagem, o Santos ficou com o jogo à feição do que desejava Jesualdo. O Guarani se expôs para buscar o empate e, desorganizado, oferecia o contra-ataque como o caminho, principalmente nas costas dos laterais Pablo e Bidú, que afundavam para atuar quase como pontas.

Antes do final do primeiro tempo, Jesualdo teve de mexer na equipe por contusão. Autor do gol, Arthur Gomes sentiu um problema muscular na coxa direita e foi substituído por Jean Mota. Apesar da mudança, o treinador manteve o desenho tático, apenas trocando Raniel de lado, posicionando o atacante pela direita.

O Santos ficou com um jogador a mais antes do minuto inicial da etapa final. Lucas Abreu cometeu falta dura em Luiz Felipe e recebeu o vermelho. A expulsão, apesar de correta, gerou reclamações dos jogadores do Guarani porque o árbitro Vinicius Furlan só deu o cartão após observar a marca da chuteira na perna do zagueiro santista.

O que poderia ser uma vantagem para o time de Jesualdo se tornou um tormento. O Guarani se atirou ao ataque. Era tudo ou nada. E o empate saiu aos 19 minutos, quando o time da casa já era superior em campo. Bidú bateu escanteio, Marcelo desviou de cabeça e Rafael Costa ganhou do goleiro Everson pelo alto para deixar tudo igual.

Após o gol, o técnico português abriu mão de um volante, colocando Uribe no lugar de Diego Pituca. Pouco depois, Tailson entrou no lugar de Raniel. O Santos não conseguiu criar muitas jogadas, quase levou o segundo com Júnior Todinho em um contra-ataque, mas contou com uma ajuda de Pablo para sair com uma vitória. Após cobrança de falta de Jean Mota na trave, a bola bateu no lateral e entrou.

FICHA TÉCNICA:

GUARANI 1 X 2 SANTOS

GUARANI – Jefferson Paulino; Pablo, Romércio, Bruno Silva e Bidú; Deivid, Lucas Abreu e Lucas Crispim (Marcelo); Giovanny (Bruno Sávio), Júnior Todinho e Rafael Costa (Mateusinho). Técnico: Thiago Carpini.

SANTOS – Everson; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Uribe) e Carlos Sánchez; Arthur Gomes (Jean Mota), Eduardo Sasha e Raniel (Tailson). Técnico: Jesualdo Ferreira.

GOLS – Arthur Gomes, aos 21 minutos do primeiro tempo; Rafael Costa, aos 19 minutos, Pablo (contra), aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Vinicius Furlan.

CARTÕES AMARELOS – Pará, Luiz Felipe e Romércio.

CARTÃO VERMELHO – Lucas Abreu.

PÚBLICO – 9.130 pagantes.

RENDA – R$ 174.973,00.

LOCAL – Brinco de Ouro, em Campinas (SP).  (POR ESTADAO CONTEUDO)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Gaviões exige saídas de Sylvinho e Roberto de Andrade do Corinthians após derrota

Publicado

em

Os torcedores ficaram extremamente revoltados com a apatia do time no Morumbi

Principal torcida organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel perdeu a paciência com Sylvinho após a derrota por 1 a 0 para o São Paulo e exige que o presidente Duílio Monteiro Alves demita o treinador. Os torcedores ficaram extremamente revoltados com a apatia do time no Morumbi e também cobram a saída do diretor de futebol, Roberto de Andrade.

Na visão da torcida uniformizada, o futebol corintiano está muito aquém do prometido após a chegada dos reforços. Na visão da Gaviões, Sylvinho não mostra evolução no comando da equipe e já teve tempo o suficiente para ajustar o grupo no Brasileirão.

“Embora a diretoria do Corinthians tenha realizado importantes contratações, o desempenho dentro de campo continua abaixo do esperado pela Fiel Torcida”, iniciou seu texto de protesto a Gaviões.

“Desde a sua contratação (Sylvinho) não consegue organizar o elenco, não soube montar um time forte como deveria ser e continua insistindo em escalações que nunca deram certo e ainda sequer realiza todas as substituições quem tem à disposição numa partida”, seguiu a cobrança.

Sylvinho não costuma utilizar as cinco mudanças a que tem direito no Brasileirão e vem sendo muito cobrado por não arriscar, tampouco mexer na maneira de a equipe atuar. Os torcedores veem o time “previsível”, apesar de o técnico se defender e dizer o contrário. Mesmo assim, o treinador prometeu mudanças na armação já para os próximos jogos. A torcida, porém, já não confia em seu trabalho. E o vê como inexperiente.

“O Corinthians não é para iniciantes e estagiários. Não sabe escalar. Não sabe motivar. Não serve para o Corinthians. Fora Sylvinho. Roberto de Andrade, fora! Ao Sr. Presidente Duílio, honre suas palavras”, terminou o texto a torcida.

O homem forte do comando corintiano, entretanto, garante não haver motivos para dispensar Sylvinho. Resta saber se suportará a pressão das arquibancadas. Domingo o clube visita o Inter. A volta para casa será dia 1° de novembro, contra a lanterna Chapecoense, jogo no qual terá 100% de capacidade da Neo Química Arena à disposição.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Rebeca lidera em 2 aparelhos e vai a 3 finais no Mundial de ginástica

Publicado

em

 Rebeca Andrade, 22, tornou-se a primeira ginasta brasileira a se classificar para três finais por aparelhos em um Mundial da modalidade.

Em Kitakyushu, no Japão, ela se apresentou na etapa classificatória na noite desta segunda (18). Avançou na liderança no salto, em que conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio (média das notas 14,800), e também nas barras assimétricas (nota 15,100).

Na trave, seu aparelho de pior desempenho, Rebeca ainda conseguiu garantir a oitava e última vaga na final, com 13,400.

Na última sexta (15), a Confederação Brasileira de Ginástica informou que a atleta não participaria da competição no solo e, consequentemente, do individual geral (que reúne os quatro aparelhos), em que foi medalhista de prata nas Olimpíadas.

O motivo é a preservação do seu corpo, especialmente do joelho direito, que já passou por três cirurgias, visando aos Jogos de Paris-2024.

O primeiro Mundial após as Olimpíadas costuma ser esvaziado de grandes estrelas e tem apenas disputas individuais. Esta é a primeira vez desde 1996 que a competição é realizada no mesmo ano dos Jogos Olímpicos, em razão das mudanças de calendário provocadas pela pandemia.

Rebeca disputará as finais do salto e das barras assimétricas a partir das 4h45 e das 6h25 de sábado (23). A final da trave será às 5h de domingo (24). O SporTV transmitirá.

Na noite desta terça, a partir das 21h20, Arthur Nory e Caio Souza disputam a etapa classificatória masculina.

Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Por unanimidade TJD condena jogador que agrediu árbitro no RS, com suspensão de 2 anos

Publicado

em

Na tarde desta segunda-feira, o Tribunal da Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS) julgou o caso de agressão do jogador William Ribeiro, preso em flagrante após agredir o árbitro Rodrigo Crivellaro em jogo válido pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. Na sessão, por unanimidade, o atleta foi condenado com a suspensão de dois anos do futebol. O meia de 30 anos é natural de Pelotas e fez a maioria da sua carreira dentro do futebol do Rio Grande do Sul. Sua trajetória como jogador iniciou nas categorias de base do Inter.

Logo após, circulou por diversos clubes, como Brasil de Pelotas, Ypiranga, Guarani-VA, Avenida, Esportivo e Veranópolis, entre outros. William agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante a partida entre Guarani, de Venâncio Aires, e São Paulo, de Rio Grande, no Estádio Edmundo Feix, em jogo pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. O juiz ficou desacordado e precisou ser levado às pressas para um hospital, de onde recebeu alta na manhã seguinte. Rodrigo Crivellaro deverá ficar três meses afastado do futebol e terá de usar colar cervical durante o período. O profissional sofreu uma lesão ligamentar na vértebra C6.

Foto: Fábio Dutra/São Paulo-RS/Divulgação

Por Diário de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending