Conecte-se Conosco

Esporte

Vasco vence Madureira sob forte calor do Rio na estreia no Carioca

Publicado

em

O jogo marcou o retorno de um dos grandes do Rio de Janeiro ao estádio Conselheiro Galvão, no bairro de Madureira, um dos mais quentes do subúrbio carioca

Debaixo de um sol de mais de 40 graus, o Vasco venceu o Madureira por 1 a 0 neste sábado (19) – gol de Thiago Galhardo – na estreia no Grupo B da Taça Guanabara. O jogo marcou o retorno de um dos grandes do Rio de Janeiro ao estádio Conselheiro Galvão, no bairro de Madureira, um dos mais quentes do subúrbio carioca.

Para dar tempo de hidratação aos jogadores, ocorreram paradas técnicas nos dois tempos e as duas equipes utilizaram as três substituições.

Nesta quarta-feira, pela segunda rodada, o Vasco recebe o Volta Redonda, às 21h30, em São Januário.

O Vasco sofreu com o forte calor no primeiro tempo e não conseguiu se encontrar em campo. A qualidade do gramado também prejudicava a intenção do técnico Alberto Valentim de que o time tocasse a bola. Na etapa final, com a temperatura mais fresca, sombras e a chegada de nuvens, o Cruzmaltino produziu muito mais e criou boas oportunidades.

Logo aos três minutos do primeiro tempo, o Vasco teve uma boa oportunidade quando uma bola cruzada na área sobrou para o estreante Yan Sasse. O meia, porém, pegou mal na bola e isolou.

Como esperado, o técnico Roy colocou o Madureira atuando na retranca e explorando os contra-ataques, algo que fez bem, principalmente no primeiro.

O gol do Vasco saiu aos 22 minutos do segundo tempo através de Thiago Galhardo, que havia acabado de entrar. O meia recebeu um passe de Marrony – após se enrolar todo com a bola – e chutou com extrema categoria para estufar a rede do goleiro do Madureira.

MADUREIRA

Jonathan, Valdir, Ivan Cañete, Marcelo Alves e Felipe Saturnino; Levi, Éverton, Rodrigo Dantas (Maicon Aquino) e Luciano Naninho (Rezende); Welber (Júnior Lopes) e Cláudio Maradona.

T.: Roy

VASCO

Fernando Miguel, Raúl Cáceres (Cláudio Winck), Leandro Castan, Werley e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro, Raul, Marrony (Moresche), Dudu (Thiago Galhardo) e Yan Sasse; Ribamar

T.: Alberto Valentim

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique

Auxiliares: Silbert Faria Sisquim e Daniel do Espírito Santo Parro

Cartões amarelos: Marcelo Alves (MAD); Werley (VAS)

Cartões vermelhos: Marcelo Alves (MAD)

Gols: Thiago Galhardo, aos 22 minutos do segundo tempo (VAS).

(Por notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Goleiro Jefferson afirma não ter sido chamado para seleção por racismo

Publicado

em

Declaração pega dirigentes da CBF de surpresa

O goleiro Jefferson, que se aposentou no ano passado, afirmou à ESPN Brasil não ter sido convocado para a seleção brasileira sub-20 em 2003 por ser negro.

Ao participar do programa “Resenha”, que tem participação de ex-jogadores, ele disse ter sido informado disso pelo então técnico da categoria, Marcos Paquetá.

“Eu tinha a oportunidade de disputar o Sul-Americano e o Pan-Americano pela sub-20, na época peguei o Valinhos como treinador, me ajudou muito. No Mundial peguei o [Marcos] Paquetá, que também é um cara que sempre gostou do meu futebol. Na convocação para a sub-20, estava praticamente decretada quem seriam os goleiros: eu, Fernando Henrique e Fabiano. Quando saiu a convocação para a sub-20 -na época ia ser em janeiro-, eu estava certo que meu nome estava lá, e para minha surpresa, quando vi no jornal a convocação, meu nome não estava lá. Fiquei muito chateado, pensei ‘poxa, o que aconteceu? Um mês atrás estava tudo certo”, disse o goleiro.

Os convocados foram se preparar para o Mundial nos Emirados Árabes, mas o torneio foi adiado para dezembro por causa da instabilidade política no Iraque.

Foi feita nova convocação e Jefferson foi chamado.

“Eu estava no banco do Max no Botafogo, na Série B, e faltando um mês para a convocação eu nem estava esperando, então recebi uma ligação [do técnico Marcos Paquetá]: ‘E aí, está preparado para voltar à seleção? A gente ia te convocar lá atrás, só que a gente foi barrado, porque não poderia convocar goleiro negro. Tinha uma pessoa [da CBF] que falou que não poderia convocar. Essa pessoa saiu e agora podemos fazer o que quisermos fazer'”, completou o goleiro.

Jefferson foi titular da seleção que ficou com o título daquele mundial. Também em 2003, já havia jogado o Sul-Americano e o Panamericano sub-20.

Pela seleção principal, ele participou da Copa América de 2011 e da Copa do Mundo de 2014.

“Eu também fiquei surpreso quando soube [das declarações]. Eu nunca presenciei nada com relação a isso. Em minha história na seleção nunca vi nenhum dirigente fazer esse tipo de proibição. O Jefferson deve ter tido alguma razão para dizer o que disse, mas eu nunca vi isso acontecer em nenhuma seleção brasileira. Nunca, nunca, nunca”, disse Carlos Alberto Parreira, que em 2003 era o coordenador de seleções.

A reportagem apurou que a declaração pegou de surpresa dirigentes da CBF. A entidade não pretende se manifestar, a não ser que Jefferson ou Paquetá digam quem foi a pessoa a proibir a convocação do goleiro negro.A reportagem tenta entrar em contato com Marcos Paquetá, mas ainda não teve sucesso.

(Por Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Vasco vence a Guanabara; torcedores deixam Maracanã com tranquilidade

Publicado

em

Final foi marcada por impasse judicial e confusão entre vascaínos e PM

Após o tumulto da tarde de hoje (17), torcedores deixaram o Estádio do Maracanã com tranquilidade na noite de hoje (17), após vitória do Vasco na final da Taça Guanabara. O placar foi de 1 a 0 sobre o Fluminense.

Marcado por liminares de lado a lado, e que acabou levando a Justiça a determinar que a partida fosse realizada com os portões fechados, a final foi marcada pelo confronto entre torcedores vascaínos e a Polícia Militar.

Houve corre-corre, muita confusão, bombas de gás lacrimogênio e tiros de borracha, que acabaram por levar o Juizado Especial do Torcedor a determinar que os portões fossem abertos, o que ocorreu por volta dos 30 minutos do primeiro tempo.

Na confusão, pelo menos duas pessoas 29 pessoas tiveram atendimento médico, duas das quais foram transferidas para o Hospital Souza Aguiar – uma com o ombro deslocado e outro com um tiro de borracha na perna.

Cerca de 400 homens da Polícia Militar estiveram envolvidos no policiamento do estádio, que contou com policiais do Batalhão de Policiamento Especializado em Estádios, do Batalhão de Cães, de Choque e de batalhões das imediações do estádio, localizado na zona norte da cidade. Com informações da Agência Brasil.

(Por Notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Newport luta, mas City vence e vai às quartas da Copa da Inglaterra

Publicado

em

Adversário quartas de final será o vencedor do confronto entre Doncaster e Crystal Palace

Líder do Campeonato Inglês e um dos times mais valiosos do mundo, o Manchester City enfrentou o modesto Newport, da quarta divisão inglesa, na tarde do sábado (16), em duelo válido pelas oitavas de final da Copa da Inglaterra. Parecia que seria fácil, ainda mais após as goleadas aplicadas contra rivais mais fracos, mas não foi. Com time misto, o City esbarrou na péssima qualidade do gramado e na garra do Newport, mas conseguiu vencer por 4 a 1, com gols de Sané, Foden (2x) e Mahrez. Amond descontou.

O placar elástico não reflete as dificuldades do City no jogo. A equipe, que fez 12 gols em seus dois primeiros jogos na Copa, marcou duas vezes na reta final da partida. O placar estava 2 a 0 até os 43 minutos do segundo tempo, quando Amond fez o gol de honra e o time respondeu com Foden e Mahrez.

O resultado mantém a equipe viva na competição, que é a única taça que Pep Guardiola ainda busca na Inglaterra. O adversário quartas de final será o vencedor do confronto entre Doncaster e Crystal Palace.

OUTROS RESULTADOS DO DIA

Brighton 2×1 Derby

Wimbledon 0x1 Millwall.

(Por Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending