Conecte-se Conosco

Saúde

Experiências espirituais e religiosas ativam área de recompensa do cérebro, diz estudo

Publicado

em

Pesquisadores usaram exames de ressonância magnética funcional do cérebro (Foto: University of Utah Health Sciences)

As experiências espirituais e religiosas ativam os circuitos de recompensa do cérebro, da mesma forma que acontece com o amor, sexo, jogos de azar, drogas e música. Os resultados são da Faculdade de Medicina da Universidade de Utah e foram publicados nesta terça-feira (29) na revista “Neuroscience social”.

“Estamos apenas começando a entender como o cérebro atua durante as experiências que os religiosos creem ser espirituais, divinas ou transcendentais”, disse o autor do artigo e neurorradiologista Jeff Anderson. “Nos últimos anos, as tecnologias de imagem cerebral evoluíram de forma que estão nos deixando abordar questões que estão circulando há milênios”.

Especificamente, os pesquisadores selecionaram um grupo religioso para representar os sentimentos espirituais: os Mórmons. Eles foram colocados em um ambiente onde os participantes pudessem “sentir o espírito”.

Durante a pesquisa, 19 membros jovens e adultos da igreja – sendo sete mulheres e 12 homens – participaram de quatro tarefas como uma tentativa de ter sentimentos espirituais. O teste incluiu seis minutos de descanso, oito minutos de citações de líderes religiosos mundiais, oito minutos de leitura de passagens do “Livro de Mórmon”, 12 minutos de estímulos audiovisuais (vídeo produzido pela igreja com cenas conhecidas e bíblicas, entre outros conteúdos religiosos) e mais oito minutos de citações.

Durante a parte das citações, foi mostrada aos participantes uma série de falas, sempre com a pergunta: “Você está sentindo o espírito?”. As respostas variaram de “não estou sentindo” até “estou sentindo fortemente”.

Depois disso, os estudiosos recolheram avaliações detalhadas dos participantes sobre os seus próprios sentimentos. Alguns descreveram sensações de paz e calor. Outros estavam chorando. “Quando os participantes do estudo foram instruídos a pensar sobre um ‘salvador’, sobre estar com suas famílias eternamente, sobre recompensas celestes, os seus cérebros e corpos responderam fisicamente”, disse Michael Ferguson, autor que participou como estudante de bioengenharia na Universidade de Utah.

Por meio de exames de ressonância magnética funcional do cérebro, os pesquisadores descobriram que os sentimentos espirituais ativaram o núcleo accumbens, região responsável pelo processamento dos circuitos de recompensa. Como os participantes estavam experimentando picos de sentimentos, os seus corações bateram mais rápido e a respiração ficou mais intensa.

Além dos circuitos de recompensa, os pesquisadores notaram que os sentimentos espirituais também estão associados ao córtex pré-frontal medial, área complexa que é ativada por tarefas de avaliação, julgamento de raciocínio moral. Essas sensações religiosas também ativaram regiões do cérebro ligadas à concentração.

“A experiência religiosa talvez seja a parte mais influente de como as pessoas tomam decisões que afetam a todos nós, para o bem e para o mal. Entender como isso acontece no cérebro para contribuir para essas decisões é realmente importante”, completou Anderson. O pesquisador disse que ainda não é possível determinar se pessoas de outras religiões iriam responder da mesma forma.

(Do G1)

Saúde

Leucemia: são esperados 11 mil novos casos no Brasil em 2024, aponta Inca

Publicado

em

Em 2024, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) prevê 11.540 novos casos de leucemia no Brasil — 170 deles em Brasília. No país, ocorreram 6.738 mortes pela doença em 2020, o que equivale a cerca de 3 mortes a cada cem mil brasileiros.

Neste mês, é realizada a campanha Fevereiro Laranja, com objetivo de informar e conscientizar a população sobre a leucemia. O tumor afeta os glóbulos brancos do sangue, responsáveis por defender o corpo contra organismos infecciosos e substâncias estranhas.

Existem 12 tipos de leucemias, sendo os mais comuns a leucemia linfoide aguda, recorrente em crianças, e a leucemia mielóide aguda, que atinge normalmente adultos. As duas apresentam rápido desenvolvimento e possuem maiores chances de cura se identificadas de maneira precoce.

De acordo com a hematologista da Oncoclínicas Brasília, Flavia Piazera, tiveram avanços na identificação e no tratamento da doença no país. “O aumento do conhecimento na área da oncogenética, os estudos dos mecanismos de resistências das células tumorais e o desenvolvimento de terapias alvo associados a novas tecnologias de terapia celulares, como por exemplo, o CART-cell nos permite escolhas terapêuticas cada vez mais personalizadas para os pacientes com leucemias”, afirma.

O tratamento depende da idade do paciente e de fatores de risco. Além da quimioterapia, novos medicamentos foram aprovados pela agência reguladora dos Estados Unidos e pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) o que, segundo Piazera, têm revolucionado o tratamento da leucemia. “Porém, ainda há muito trabalho pela frente diante das realidades regionais e níveis de assistências públicos e privados”, finaliza a especialista.

Fonte: Correio Braziliense.

 

 

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Saúde

OMS acerta sobre um possível surto mundial de sarampo

Publicado

em

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou hoje que mais da metade dos países do mundo poderão ser classificados como de risco elevado de surto de sarampo até o final de 2024, devido ao aumento generalizado de casos.

De acordo com a OMS, o número de casos de sarampo notificados em todo o mundo cresceu 79% em 2023, com mais de 306 mil casos, em relação a 2022.

O reaparecimento do sarampo, uma doença contagiosa de origem viral e que pode ser fatal, é atribuído à baixa cobertura vacinal durante a pandemia da covid-19. O número de países com surtos de alto risco, com uma incidência superior a 20 casos por cada milhão de habitantes, aumentou de 32 em 2022 para 51 em 2023, segundo a agência da ONU.

Entretanto, uma vez que em muitas situações as infecções e mortes não são notificadas ou não são associadas ao sarampo, a OMS estima que, na realidade, houve 9,2 milhões de contágios e mais de 136 mil mortes em 2022, o que representa neste último caso um aumento de 43% de óbitos, referente a 2021.

A cobertura vacinal no mundo esta situada atualmente na faixa de 83% e não retornou aos 86% do ano de 2019, quando foi detectada na China a covid-19. Foto: Arquivo/Agência Brasil

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Saúde

Dica de saúde: 5 hábitos que escurecem sua região íntima

Publicado

em

A região íntima da mulher pode escurecer devido a diversos fatores, como por exemplo, os hábitos diários. Aqui estão cinco deles:

1. Uso de roupas apertadas: roupas muito justas podem causar atrito constante na região íntima, levando ao escurecimento ao longo do tempo.

2. Depilação frequente: a depilação com cera ou lâmina com muita frequência pode irritar a pele sensível da região, levando ao escurecimento.

3. Higiene inadequada: limpeza excessiva ou uso de produtos agressivos na região íntima podem desequilibrar o pH da pele e levar ao escurecimento.

4. Exposição ao sol sem proteção: a exposição prolongada ao sol sem proteção adequada pode levar ao escurecimento da pele, incluindo a região íntima.

5. Tabagismo: o tabagismo pode causar o escurecimento da pele devido aos seus efeitos sobre a circulação sanguínea e os níveis de oxigênio na pele.

É importante adotar hábitos saudáveis para manter a pele da região íntima sadia e com aparência uniforme.

Por Dra. Noyla Denise – Ginecologista e Obstetra

Fone: (87) 3871-4144

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!