Conecte-se Conosco

Educação

Identidade estudantil pode ser baixada de graça até hoje

Publicado

em

Os interessados na identidade estudantil digital têm até este domingo (16) para tentar garantir o documento que é gratuito. É que a Medida Provisória 895/2019, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, em setembro, vai perder a validade na segunda-feira (17). A partir dessa data, o Ministério da Educação (MEC), não terá mais autorização para emitir a ID Estudantil.

Até as 12h30 de ontem, mais de 320 mil ID estudantis haviam sido emitidas, cada uma a um custo de R$ 0,15 para o governo.

O documento dá ao estudante direito a pagar meia-entrada em espetáculos artístico-culturais e esportivos e fica disponível no celular. Segundo o MEC, o objetivo é oferecer uma alternativa à carteirinha de plástico que continua sendo emitida por entidades estudantis como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e que custa R$ 35.

Validade

Diferentemente das carteirinhas tradicionais, que valem até março do ano seguinte, segundo o MEC, a ID estudantil poderá ser utilizada enquanto a matrícula do aluno em uma instituição de ensino estiver ativa no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), que é um banco de dados nacional dos estudantes.

Mais de 6 milhões foram cadastrados na plataforma por 7,1 mil instituições de educação básica e superior. O SEB permite o acompanhamento, por exemplo, da regularidade escolar do estudante. O projeto foi pensado para que as políticas públicas sejam, cada vez mais, aperfeiçoadas e usado como base para emitir as identidades estudantis.

Como emitir o documento:

Baixe o aplicativo “ID Estudantil” disponível, gratuitamente, no Google Play ou na Apple Store;

Faça um cadastro pelo login do gov.br, usando o CPF e uma senha para acesso ao sistema do governo federal;

Clique na opção para inserir uma nova ID Estudantil e aceite os termos e condições;

Caso o estudante tenha CNH, será feito um cruzamento com a fotografia tirada no aplicativo com dados do Denatran para reconhecimento facial. Caso o estudante não tenha esse documento, serão solicitadas uma foto do rosto e uma do RG (frente e verso);

Pronto. A ID Estudantil foi criada e ficará disponível no aplicativo.

Também é possível que o responsável emita o documento para menores de 18 anos. Neste caso, selecione a opção “ID Estudantil – dependente”.

Congresso Nacional

A MP enfrentou resistências e não chegou nem a ter a comissão especial mista – primeira etapa de tramitação – instalada no Congresso Nacional. Para partidos de oposição, a criação da ID Estudantil seria uma forma de retaliar entidades que promoveram manifestações de rua contra o governo, especialmente contra o contingenciamento de recursos para a educação.

Em uma live no Facebook esta semana, o presidente Jair Bolsonaro lamentou a não aprovação da medida pelo Congresso. “Pelo que tudo indica, nossa MP que permitia ao estudante tirar a carteira pela internet vai caducar. A UNE está vibrando, mas nossa intenção era facilitar a vida do estudante e evitar que ele tivesse que pagar R$ 35”, disse o presidente.

Perguntada pela Agência Brasil, a assessoria do MEC não respondeu se o governo pretende enviar outra proposta, como um projeto de lei, com o mesmo objetivo ao Congresso. (Do Nill Jr)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Educação

Pernambuco terá plano específico para o retorno das aulas

Publicado

em

O retorno das aulas presenciais em escolas, faculdades e universidades pernambucanas, públicas e privadas, por causa da pandemia do novo coronavírus, também será gradual e terá um plano específico. Na tarde desta segunda-feira (1º), o governo estadual apresentou as etapas para retomada das atividades econômicas. A educação ficou de fora porque haverá protocolos separados, divididos igualmente por fases. Até o fim deste mês de junho as aulas presenciais no Estado permanecem suspensas por decreto do governador Paulo Câmara.

“Estamos trabalhando no plano de educação há algumas semanas e já iniciamos o debate com instituições de representação do setor. A data para a primeira etapa está relacionada com os primeiros resultados das demais atividades econômicas”, explica o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amancio (foto). Entre as entidades que ele está conversando estão o sindicato dos donos de escolas particulares, reitores e representantes de faculdades privadas.

“As diretrizes gerais estão sendo discutidas, há conversas em andamento para construção desse plano”, enfatiza Fred. Sindicatos de professores devem também ser chamados para conversar. Somente na educação básica de Pernambuco estudam cerca de dois milhões de alunos, sendo 580 na rede estadual, 400 mil nas escolas privadas, 90 mil na rede municipal de Recife e os demais nas redes municipais das outras 183 cidades do Estado.

O secretário diz que o plano de retomada da educação deverá seguir os três eixos gerais do plano de atividades econômicas divulgado nesta segunda: distanciamento social, higiene; monitoramento e comunicação. E que poderá ser implementando paralelamente. Fred Amancio afirma que não há como prever data, neste momento, para a reabertura das escolas e faculdades, fechadas desde 18 de março.

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Carnaubeira da Penha: Prefeito doutor Manoel, garante piso nacional e paga retroativo aos professores

Publicado

em

Através do Projeto de Lei 02/2010, foi aprovado na Câmara de Vereadores e garantido aos professores da rede municipal de ensino de Carnaubeira da Penha o direito de receber o piso nacional, sendo determinado o reajuste em 12,84% o salário dos servidores.

Sendo assim, o pagamento foi realizado na quinta-feira(28), e o retroativo também foi depositado nas contas, garantido o direito dos professores.

“A educação sempre foi prioridade na nossa gestão, trabalhamos para que esse Projeto fosse aprovado. Valorizar o professor é um ato de gratidão, são profissionais de extrema importância para a nossa cidade, é através deles que há esperança no futuro”, destaca o Prefeito Dr. Manoel

 

Entre em contato com o Blog do Silva Lima, Click Aqui

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima dos nossos canais na internet Clicando Aqui.

Continue lendo

Educação

Educa-PE retorna com aulas on-line nesta segunda-feira, 1º de Junho

Publicado

em

Na última sexta-feira (29), o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou a antecipação do recesso escolar do mês de julho da rede estadual. As aulas serão retomadas, remotamente, na segunda-feira, 1º de junho. A transmissão continuará sendo feita através do canal do Youtube do Educa-PE, além das emissoras TV Pernambuco, TV Alepe e TV Nova Nordeste.

As aulas ainda contam com horários alternativos; na TV Nova Nordeste das 23h às 2h; e na TV Universitária das 8h às 11h. As atividades educacionais foram iniciadas no dia 6 de abril. Desta vez, a Secretaria de Educação e Esportes traz algumas novidades, incluindo o Facebook do Educa-PE como mais um canal de transmissão.

No início das aulas, os estudantes já conferem mudanças na grade de horários e na quantidade de aulas. As aulas do nono ano do ensino fundamental dos anos finais, sobem de horário e passam a ser exibidas a partir das 13h e, em seguida, entram no ar as aulas do ensino médio.

Além disso, as aulas de 50 minutos serão divididas em duas de 25, contemplando dois componentes curriculares. O secretário da Educação de Pernambuco, Fred Amancio, comenta que “esta foi uma forma de dinamizar um pouco mais as aulas do Educa-PE. Serão dois componentes curriculares por turma que serão expostos em aulas e interatividade com o professor”. Outra novidade é a oferta de cursos de formação de professores.

“A formação de educadores é uma ação que já faz parte do nosso planejamento anual. São atividades realizadas com todas as nossas dezesseis Gerências Regionais de Educação”, ressalta Amancio. “Para esta nova realidade, que consiste em aulas não presenciais, escolhemos conteúdos que dialogam diretamente com o atual cenário e permitam o professor utilizá-los na preparação das suas aulas ou no manuseio da plataforma Educa-PE”, completa.

Para o mês de junho, estão sendo oferecidos 15 cursos, entre eles, ‘Diante da câmera: videoaulas caseiras descomplicadas’; ferramentas Google; ‘Liveboard: seu quadro branco interativo; e gravação de videoaulas em casa: utilização de ferramentas mais avançadas. A partir de agora, os estudantes terão que acessar, antes das aulas, o portal do Educa-PE. Além de permitir o acesso aos links das aulas não presenciais, de acordo com o ano escolar de cada estudante, a plataforma disponibilizará atividades complementares aliadas aos conteúdos propostos pelos professores.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Trending