Conecte-se Conosco

Saúde

50% dos brasileiros consome suplementos alimentares, diz pesquisa

Publicado

em

Os suplementos alimentares estão presentes na rotina de 54% dos brasileiros, segundo pesquisa encomendada pelas Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), Associação Brasileira das Empresas do Setor Fitoterápico, Suplemento Alimentar e de Promoção da Saúde (Abifisa) e Associação Brasileira das Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri).

A crescente demanda pelos suplementos também contribui para desmistificar o tabu que ronda seu consumo. “São produtos que fornecem nutrientes importantes para um dia a dia mais saudável e também para o suporte energético de quem pratica atividades físicas”, ressalta Diogo Círico, nutricionista esportivo da GSuplementos. A loja online possui uma fabricante nacional, a Growth Supplements, que oferece produtos com a mesma qualidade das marcas internacionais, mas com preços mais atrativos.

O papel da internet

A internet também tem se mostrado um excelente veículo para a popularização dos suplementos. Atualmente, 20% das compras nacionais são feitas nas lojas virtuais, segundo pesquisa da Abenutri.

“O valor abaixo do mercado é considerado um grande diferencial devido à venda ser direta ao consumidor final. Os produtos que levam a marca Growth, por exemplo, não passam por lojistas, representantes e revendedores. Desta forma, o lucro de terceiros não existe”, explica o Eduardo Rosa, vice-presidente da empresa.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Saúde

Dica de saúde: 5 hábitos que escurecem sua região íntima

Publicado

em

A região íntima da mulher pode escurecer devido a diversos fatores, como por exemplo, os hábitos diários. Aqui estão cinco deles:

1. Uso de roupas apertadas: roupas muito justas podem causar atrito constante na região íntima, levando ao escurecimento ao longo do tempo.

2. Depilação frequente: a depilação com cera ou lâmina com muita frequência pode irritar a pele sensível da região, levando ao escurecimento.

3. Higiene inadequada: limpeza excessiva ou uso de produtos agressivos na região íntima podem desequilibrar o pH da pele e levar ao escurecimento.

4. Exposição ao sol sem proteção: a exposição prolongada ao sol sem proteção adequada pode levar ao escurecimento da pele, incluindo a região íntima.

5. Tabagismo: o tabagismo pode causar o escurecimento da pele devido aos seus efeitos sobre a circulação sanguínea e os níveis de oxigênio na pele.

É importante adotar hábitos saudáveis para manter a pele da região íntima sadia e com aparência uniforme.

Por Dra. Noyla Denise – Ginecologista e Obstetra

Fone: (87) 3871-4144

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Saúde

Mortes por convid-19 no Brasil em 2024, chega a 1.127

Publicado

em

Infectologista destaca a importância da vacinação para combater a doença

Em 2024, foram registrados 196.463 novos casos confirmados de Covid-19 e 1.127 mortes em decorrência do vírus no Brasil. Desde 2020, são 38.407.327 casos e 709.765 mortes acumuladas. As informações são do Painel Nacional: Covid-19 do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Os estados que mais apresentaram casos de Covid-19 foram: São Paulo (6.785.57), Minas Gerais (4.248.232), Rio Grande do Sul (3.097.480), Paraná (2.989.805) e Rio de Janeiro (2.904.967).

O infectologista Julival Ribeiro explica que está havendo aumento de casos de Covid-19 no mundo inteiro, e para evitar isso, é “fundamental” que os brasileiros tomem a vacina contra a doença.

“É muito importante para as pessoas que nunca tomaram a vacina da Covid, ou seja, o esquema básico, fazê-lo. E aquelas pessoas que segundo o Ministério da Saúde têm que fazer reforço com a dose bivalente da Pfizer, devem procurar também para atualizar a sua vacina, porque quando tomamos novas vacinas, esses reforços, ocorre um novo estímulo que aumenta a nossa proteção em relação à Covid”, explica o infectologista.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de doses contra Covid-19 aplicadas é de 517.487.75, até o momento. Essa contagem inclui as doses de primeira, segunda e terceira aplicação, bem como as doses de reforço.

No que se refere à vacina bivalente, recomendada pelo Ministério como reforço para pessoas com mais de 12 anos que apresentam comorbidades, ou para adultos sem comorbidades, o total de doses aplicadas no Brasil foi de 33.296.229.

Além da vacina, Ribeiro recomenda que pessoas do grupo de risco tenham cuidados como:

utilizar máscara;

fazer a higienização das mãos;

evitar locais aglomerados, fechados e com baixa ventilação.

A advogada e comunicadora Nathália Queiroz, 27 anos, moradora de Brasília, relembra que pegou Covid-19 em fevereiro deste ano.

“Foram os sintomas de uma gripe bem forte, então bastante coriza, pigarro na garganta, cansaço, muito sono. Esses foram alguns sintomas. Eu descobri que era Covid porque uma pessoa próxima testou positivo. Então eu fiz o teste, que também foi positivo”, afirma.

A advogada explica que não foi necessário internação e que realizou o isolamento social por cinco dias, período em que se recuperou da doença. Queiroz ainda diz que tomou três doses da vacina e ainda pretende tomar a quarta dose. Fonte: Brasil 61

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Saúde

Sexo frequente pode reduzir risco de câncer de próstata, revela estudo

Um estudo de 2016, publicado na revista European Urology, descobriu que homens que ejaculavam mais de 20 vezes por mês tinham um risco 20% menor de desenvolver câncer de próstata em comparação com aqueles que ejaculavam entre quatro e sete vezes por mês.

Publicado

em

A atividade sexual pode elevar a autoestima, reduzir a pressão arterial, melhorar o sono e beneficiar a próstata. No entanto, a ausência de relações sexuais pode preocupar os homens, especialmente em relação à saúde da próstata.

Um estudo de 2016, publicado na revista European Urology, descobriu que homens que ejaculavam mais de 20 vezes por mês tinham um risco 20% menor de desenvolver câncer de próstata em comparação com aqueles que ejaculavam entre quatro e sete vezes por mês.

O médico Ryan P. Dorin explica que durante a ejaculação, a próstata libera um fluido que pode potencialmente eliminar toxinas. “Ejacular com mais frequência pode ajudar a controlar as substâncias que podem causar câncer”, sugere. Uma pesquisa de 2018 também indicou que uma próstata saudável pode significar um menor risco de câncer.

Foto  Shutterstock

Por Notícias ao minuto

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!